segunda-feira, 1 de junho de 2015

DISCURSO DE ARCANJO GABRIEL - AUTORIDADE


DISCURSO DE ARCANJO GABRIEL
AUTORIDADE
Através de Marlene Swetlishoff
28 de Maio, 2015


Amados,

Eu quero lhes fazer um discurso sobre a qualidade do amor conhecida como autoridade.

Quando uma pessoa abraça as iluminadas qualidades do amor, ela se torna o seu guia central e a autoridade em sua vida. Quando cada pessoa abre-se para exercitar a sua escolha pessoal, em vez de viver como um piloto automático dela mesma, ela caminha através de sua autoridade pessoal e começa a escrever a historia de sua vida, o caminho pelo qual ela deseja que isso se manifeste.

Ganhar autoridade pessoal requer a aceitação de que a pessoa não é perfeita e de que existem peças do comportamento dela que necessitam ser melhoradas.
 
À medida que a pessoa vive a sua vida, ganha maturidade, experiência e senso comum que a auxiliam na elevação para uma consciência mais elevada, entendimento e sabedoria. Quando a pessoa está querendo encarar a si mesma e aprender a partir de sua experiência, encontra alegria e abundância em sua vida e em seus relacionamentos mais significativos.

Ela torna-se emponderada e ganha força de caráter e mais autodeterminação. Ela libera os desafios de controlar os seus pensamentos, apetites, fala, temperamento e desejos, praticando o desapego de hábitos e de comportamentos que não lhe servem mais.

Essas práticas abrem para uma liberdade de que ela poderia não imaginar previamente. É uma liberdade que nasce por ser uma pessoa em quem se pode respeitar e chegar junto, no que tange, à autoestima da pessoa, por ela se sentir que é uma pessoa com integridade em todas as coisas.

Autoridade pessoal requer força, força de vontade, honestidade e também o desejo de viver a vida com clareza, consciência que são elementos essenciais da pureza interna da alma de uma pessoa. Clamando pela autoridade pessoal melhoram os próprios dons e os seus talentos de forma notável.

Quando uma pessoa se torna atualizada com autoridade própria em todos os modos, ela sente a coragem interna e a determinação de viver os seus dias, fazendo o que ela quer, em vez do que os outros acham aceitável.

Ela pacificamente abraça os custos e as recompensas de suas escolhas.

Ela com frequência tira um tempo para ficar quieta contemplando e ganhando clareza de seus valores para perceber que o seu maior poder vem de seu eu verdadeiro.

Ela busca e encontra aquele algo especial que ressoa com o seu próprio ser e ela se esforça em seus propósitos para poder expressá-los.

Ela ama e valoriza o sentimento de paz, equilíbrio e felicidade interior que acontece quando ela vive a sua própria autoridade.

Ela evita pessoas e situações que tendem a confundir o seu próprio senso pessoal de autoridade para manter as suas prioridades importantes pela própria autoridade em todas as decisões que fizer.

Ela sabe que a cada resposta que necessita, a mesma fica prontamente disponível, vinda de seu interior, pois, ela é conectada com a Fonte Divina, como cada um é em sua volta.

Ela acredita em si, entende a sua força e foca nela.

Ela compreende que a única coisa nesse mundo que ela não tem controle sobre é a sua própria escolha.

Ela mapeia o porquê e como ela faz escolhas que a preenchem com coragem para ficar de pé por si no mundo.

Ela sente uma maior sensação de estabilidade e intimidade com as suas próprias opiniões, à medida que ela aprende como fazer um acurado balanço, no que tange a tudo em sua vida.

Ela examina todos os aspectos de suas experiências e ganha novas bases interiores de força e agilidade em sua evolução.

Ela aprende a abordar seus desafios de um quadro emocionalmente neurótico ou positivo de referencia.

Ela ensina a si mesma a cerca do que ela gosta e do que ela não gosta e se move perto de seu eu autêntico por identificar precisamente o que ela está pensando e sentindo.

Ela age de acordo com a própria figura autoritária e não dá ênfase às guerras irracionais e coloca luz elevada em suas preocupações legítimas em um processo evolucionário.

Ela tem coragem de seguir sua orientação interior por fazer o que a faz feliz, enquanto, também permanece aberta às ideias de todos em sua volta.

Ela sempre usa a aprovação de seu próprio coração e aprende a ouvir, contando com seu próprio conselho e toma refúgio em seu professor interno.

Quando ela se move para fora de sua mente e vai em direção de seu coração, ela ouve a voz sutil de sua própria intuição e orientação. À medida que se torna consciente da importância ética, moral e comportamento honesto, ela vê o que é essencial para a sua felicidade e bem estar, como para aqueles em sua volta.

Ela entende que deveria amar honrar e respeitar a si mesmo em todas as facetas de suas vidas.

Ela tem o controle de sua vida e cultiva as atitudes mais alegres, mais preenchidas e inspiradas através da vida e é responsável de seu próprio destino.

Essa habilidade de escolher o que ela quer a empondera para ser a autoridade e a autora de sua vida, por pensar de forma independente, para viver a vida em seus próprios termos e para sempre ser autêntica.

Ela encontra a liberdade interior para ser quem ela realmente é, e começa a conhecer qual poder e autoridade que realmente tem. Ela decide o que é certo, e sentindo-se certa.

Ela decide os seus valores, códigos de conduta, ética e moral.

Ela não acredita cegamente em tudo o que ela vê ou escuta, mas, com cuidado avalia a cada situação que lhe é apresentada.

Ela escolhe com o seu coração no quê ela acredita e decide o que ela vai fazer em sua vida e o que irá criar. Os seus valores, as suas escolhas e o seu pensar estão fundadas em sua vida.

Ela é a sua autoridade divinamente dirigida e a guardiã de sua vida.

Quando a pessoa é verdadeira para si, as pessoas irão gostar atualmente mais ou por causa de sua autenticidade e estão fazendo algo que os outros querem fazer para eles mesmos.

Ela está mostrando coragem, à medida, que ela clama por sua autoridade divina sobre a sua própria vida.

Ela está mostrando a possibilidade dos outros que ela também é capaz de ser verdadeira para si e torna-se divinamente inspirada em suas próprias vidas.

À medida que eu me despeço, saibam que ao clamarem por sua autoridade divinamente direcionada, isso lhes capacita para serem, para terem e para fazerem qualquer coisa que vocês queiram de verdade que esteja no interior da sua essência, “no coração dos corações”.

EU SOU Arcanjo Gabriel

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2015/06/discurso-de-arcanjo-gabriel-autoridade.html
©2009-2015 Marlene Swetlishoff/Tsu-tana (Soo-tam-ah) Sustentadora das Sinfonias da Graça
Permissão é dada para compartilharem essa mensagem desde que ela seja postada em sua integra, sem rasuras ou emendas estando incluída o nome da autora, seus direitos autorais e seus websites. www.therainbowscribe.com www.movingintoluminosity.com
Tradutora - Helena Renner - helenarenner1@gmail.com
Grata Helena!

LUZ!
STELA


Um comentário: