segunda-feira, 8 de junho de 2015

DISCURSO DE ARCANJO GABRIEL - DIPLOMACIA


DISCURSO DE ARCANJO GABRIEL
DIPLOMACIA
Através de Marlene Swetlishoff
5 de Junho, 2015


Amados,

Eu quero lhes fazer um discurso sobre a qualidade do amor conhecida como diplomacia.

Através dessa qualidade, a pessoa sabe como engajar-se na prática espiritual durante a sua vida, pois, consegue fazer uma ponte entre o mundo exterior e o seu mundo interior.

A prática da diplomacia espiritual harmoniza, por trazer concordância e entendimento, através da redução do nível de medo no interior dos outros, no sentido de manifestar um mundo mais harmonioso.


É um nível elevado de disciplina espiritual que a pessoa pratica por ser um exemplo vivo, no sentido de conduzir aos outros em direção a um mundo de harmonia e paz.

A pessoa sendo atenta e consciente do que está acontecendo em cada momento, torna-se consciente da grandeza e plenitude de toda a vida. Por cultivar o entendimento das crenças espirituais de outras culturas que as fizeram o que elas são hoje, a pessoa ganha novas orientações espirituais. Elas integram os aspectos espirituais da vida por praticarem esses preceitos em sua vida de todos os dias.

A pessoa por praticar ter um coração aberto e uma consciência com mente aberta fica disponível à vida, de como ela é em sua volta, nas condições nas quais a pessoa a encontra, mas, ao mesmo tempo, a pessoa tem consciência das melhorias de seu interior que são necessárias que sejam feitas.

Dessa forma, essas pessoas mudam a si mesmo e o mundo ao seu redor, através do entendimento de que existe uma chance de mudar o caminho de Ser, em cada momento do corrente momento do agora.

A diplomacia depende da habilidade da pessoa e de sua sensibilidade, no que tange às verdades mais elevadas de sua existência e de ter a habilidade de equilibrar com harmonia a sua vida interior com o mundo exterior.

A qualidade da vida espiritual de uma pessoa busca por essas verdades, e a habilidade de integrar espiritualmente todas as partes de sua vida é um atributo importante a ser incorporado.

Existe uma percepção em seu eu interior de que os habitantes da Terra não são separados, como uma vez eles pensavam que fossem, e a internet da vida engloba tudo. É do conhecimento de todos de que o que acontece em uma parte do mundo afeta o mundo inteiro, e é da responsabilidade de cada pessoa amar, respeitar e ajudarem-se umas as outras, como o faz, o Criador.

A diplomacia humana em seu contexto espiritual abre possibilidades prometidas de caminhos alternativos de relacionamentos com os outros. Através da pratica de honrar e elevar a conexão de uma pessoa para o Divino, e a dos outros para o reino espiritual, existe um desejo de transformar as relações entre as pessoas por um caminho diplomático, pleno de significado e verdadeiro.

Através de uma reflexão interna e pelo conhecimento do eu pessoal, a pessoa então, se torna consciente das necessidades dos outros. Ter o controle das situações, de um modo que deixem ambas as partes sentindo-se confortáveis com as realizações, isso é uma parte importante de se demonstrar diplomacia.

Ao praticar a diplomacia espiritual é requerido que a pessoa arrume um espaço em seu coração, de modo que outra pessoa ou outras pessoas possam preenchê-lo, no sentido de perceberem a origem Divina comum de cada um. Por estender a hospitalidade, suporte e sustentação aos outros, a pessoa toma conhecimento de que o Divino existe no interior de todos e de que trabalha diligentemente para o bem comum.

A diplomacia é um processo de entendimento da vontade Divina e de ser útil ao servir aos outros, em vez de apenas beneficiar a si próprio. É um convite para os poderes espirituais mais elevados tornarem-se envolvidos, no sentido de mudarem o entendimento e perspectivas de ambas as partes, de modo que isso possa ser realizado para o maior bem de todos.

 Ao se praticar a diplomacia, isso ajuda alcançar o compromisso que resulta em uma situação muito vitoriosa.

O reconhecimento das dimensões espirituais das interações humanas com respeito a sua história, isso empondera a todos os envolvidos. Ao examinar as histórias espirituais das pessoas e da Terra, isso pode ajudar a integrar melhor um entendimento de uma justiça ecológica e social correta dos relacionamentos dentro da comunidade mundial.

Por se chegar a um entendimento diplomático melhor da diversidade das atitudes, valores e práticas de boa vizinhança e da comunidade de uma pessoa, isso pode ser um meio de se mover além das limitações interiores do contexto das corretas relações com uma comunidade maior e o seu meio ambiente.

Toda a humanidade é dependente da natureza, porque é o meio ambiente que mantem e sustenta a todos. Esse meio ambiente estende-se além das fronteiras físicas e nacionais, afetando o todo maior.

A sustentabilidade do meio ambiente de uma pessoa requer um desafio consciente de se gerenciar o eu pessoal, no que tange ao entendimento em sua volta. É um relacionamento interdependente e não é separado.

O que afeta uma pessoa afeta a todos, simplesmente porque apenas existe uma Terra, onde todos os habitantes têm que compartilhar no sentido de que todos sobrevivam e prosperem.

Ao se remover os recursos da Terra, isso esgota o equilíbrio da natureza. Deve haver um maior esforço diplomático, no que tange ao entendimento de que isso deva ser expandido além da comunidade da pessoa e de sua nação, em relação a sua necessidade de sobreviver sem ter preocupação com seu impacto nos outros.

Desenvolver habilidades diplomáticas efetivas requer prática, bom julgamento e a qualidade da empatia na capacidade da pessoa de ver o mundo sob a perspectiva de outra pessoa.

Ser polida e cortês, respeitar os pontos de vista de outras pessoas e as suas diferenças culturais são itens importantes em todos os relacionamentos.

Na diplomacia das corretas relações humanas em escala global é preciso que se leve em conta, o conceito de que o mundo é ecologicamente interdependente e de que existe a necessidade de haver cooperação entre todas as pessoas e nações através da sustentabilidade de seu mundo.

A Terra precisa ser lembrada, honrada e celebrada através da sabedoria consciente de seus habitantes. Deve existir um valor mais elevado no que tange ao viver das pessoas que estão sendo afetadas.

Na diplomacia, não deveria haver espaços para considerações políticas que sempre passam por cima, substituindo a consciência maior, no que tange ao destino que toda a humanidade compartilha entre si, e em vez disso, deveria haver a promoção do bem estar entre si.

Desejo que vocês possam usar da qualidade do amor chamada diplomacia de maneira apropriada para providenciarem relacionamentos com outas pessoas, de modo que vocês possam construir e desenvolver respeito mútuo que leva ao sucesso as suas manifestações externas mútuas que levem em consideração o bem mais elevado de todos.

EU SOU Arcanjo Gabriel

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com/2015/06/discurso-de-arcanjo-gabriel-diplomacia.html
©2009-2015 Marlene Swetlishoff/Tsu-tana (Soo-tam-ah) Sustentadora das Sinfonias da Graça
http://stelalecocq.blogspot.com/2015/06/discurso-de-arcanjo-miguel-diplomacia.html
Permissão é dada para compartilharem essa mensagem, desde que esteja em sua íntegra, sem rasuras ou emendas, estando incluído o nome da autora, os seus direitos autorais, e os seus websites. www.therainbowscribe.com www.movingintoluminosity.com
Tradução Helena Renner - helenarenner1@gmail.com
Grata Helena!

LUZ!
STELA


Nenhum comentário:

Postar um comentário