sábado, 6 de novembro de 2010

DA DISCADA PARA A BANDA LARGA SEM FIO



DA DISCADA PARA
A BANDA LARGA SEM FIO
Canalização: Luxonia
postada em 5 de novembro de 2010
às 11:39





Tentei encontrar uma canalização sobre o chaveamento FM/AM, postada por outro canalizador. Já que não a encontrei, estou usando meus próprios termos de telecomunicação, discada e banda larga sem fio respectivamente, para enfatizar a diferença.

Provavelmente começou ontem à noite, quando eu tive a última "experiência galáctica", desta vez não online, mas eu anotei num bloco.


O que está se tornando aparente é que nós criamos uma esfera ao nosso redor, parecido com o Homem Vitruviano de Leonardo Da Vinci.

Então, através dos chakras da coroa, do terceiro olho e do cardíaco, nós conseguimos acessar a grade e nos mover nela.

O "manual" ainda está sendo encaminhado, como ontem à noite foi o primeiro "voo solo" e com certeza há muita coisa por vir.

Esta manhã eu tive um sonho lúcido.
Eu estava em um lugar onde havia muitos de nós, "pessoas energia".
Eu não conhecia ninguém.


Todos pareciam esgotados e estressados, a maioria parecia que não dormia há eras. Eu estava andando por lá quando avistei um que era quase transparente, eu só conseguia ver seu contorno e a cintilação interior, como normalmente eu vejo os meus guias.

Fui até ele e quase o atravessei quando ele exclamou: "Ei, não pise no meu pé!"

Ele se tornou mais sólido, abriu sua boca e eu vi energia saindo dela em ondas circulares. Então ele deu a volta e ficou atrás de mim e eu sentia essas ondas passarem através de mim, como se elas proviessem da minha cabeça.

Era uma energia poderosa, e muito diferente de tudo que eu conhecia. Depois de um tempo ele parou e eu percebi que ele estava usando som numa frequência que eu não era capaz de ouvir.

Comecei a acordar, mas me mantive em nível meditativo.

Eu ouvi alguém dizer por quatro vezes no meu ouvido direito, baixinho: "Ei."
Depois este "único canal de recepção" se abriu para o que eu somente posso descrever como banda larga, foi incrível. Permaneci neste estado aprendendo a pôr mais alto, mais baixo, a suavizar, e então entrei no estado desperto pleno.


Percebi que neste sonho lúcido alguma coisa foi ativada em mim.

Ouço o Arcanjo Jofiel presente para comentar:


A viagem galáctica e suas capacidades de recepção/transmissão estão conectadas.
Você as aprenderá em paralelo, pois uma é pré-requisito da outra.

Ontem à noite, como você percebeu, seu exercício não foi facilitado pelos Sirianos, mas por nós, os Arcanjos.

O método para criar a viagem pela grade é com asas astrais.
Nós estamos encarregados das asas.

Muitas pessoas estão tendo sensações físicas, principalmente na área das omoplatas, na preparação de suas asas, e que lhes é perceptível, pois sentem a constante necessidade de mover os ombros para trás e esticar seus braços.

Todos podem ajudar este processo espreguiçando-se.



Nestas poucas linhas acima, eu lhe agradeço, Arcanjo Jofiel, está, para mim, muita informação para "não pensar", apenas acompanhar o fluxo.

Estamos vivendo numa época interessante, realmente.

E hoje, vejamos qual a mensagem que o Universo quer compartilhar conosco através da música "Fields of Gold", do Sting.
Hmmm.
É enigmático.

LUXONIA




LINK YOUTUBE

Campos de Ouro

Você se lembrará de mim quando os ventos do oeste se moverem
Sobre os campos de cevada
Você pode dizer ao sol em seu céu ciumento:
Quando caminhamos em campos de ouro

Então, ela levou seu amor
Para contemplar por algum tempo
Entre os campos de cevada
Em seus braços ela caiu como seus cabelos caem
Entre os campos de ouro

Você ficará comigo será o meu amor
Sobre os campos de cevada
Você pode dizer ao sol em seu céu ciumento
Quando caminhamos nos campos de ouro

Vejo os ventos do oeste como apreciadores apenas
Entre os campos de cevada
Senti seu corpo erguer-se quando beijei sua boca
Entre os campos de cevada
Eu nunca fiz promessas passageiras
E houve algumas que eu quebrei
Mas eu juro que nos dias que ainda restam
Caminharemos em campos de ouro
Caminharemos em campos de ouro (2x)

Muitos anos se passaram desde aqueles dias de verão
Entre os campos de cevada
Ver as crianças correrem na velocidade que o sol se põe
Entre os campos de cevada
Você se lembrará de mim quando os ventos do oeste se moverem
Sobre os campos de cevada
Você pode dizer ao sol em seu céu ciumento
Quando caminharmos nos campos de ouro
Quando caminharmos nos campos de ouro
Quando caminharmos nos campos de ouro

__________________________________

© É permitido compartilhar as mensagens de Luxonia
para fins não comerciais contanto que não se altere o
conteúdo e inclua o link original da publicação da
canalização:
http://luxonia.com/

Fonte:
http://lightworkers.org/

Tradução para De Coração a Coração:
Selene -
sintesis@ajato.com.br

http://stelalecocq.blogspot.com/
___________________________________

LUZ!!!
STELA

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

O EU E A PERSONA


O EU E A PERSONA
Por Paul Ferrini




O Amor está em toda a parte do universo, embora para você não seja fácil manter-se ligado a ele. Por quê?

Você não se sente ligado ao amor porque acha que já algo errado com você.
Você tem medo de ser julgado e rejeitado pelos outros.

Você acha que não é aceitável do jeito que é, pois durante quase toda a sua vida você aceitou as idéias e opiniões dos outros como se elas correspondessem à verdade a seu respeito. Contudo, o que a sua mãe, o seu pai, o seu professor, o sacerdote de sua igreja dizem a seu respeito é só a opinião deles. Algumas destas opiniões podem ter sido corretas em alguma época da sua vida, mas até mesmo estas podem não se justificar agora.

Lamentavelmente, você internaliza as opiniões dos outros a seu respeito. E molda a sua auto-imagem com base nelas. Em outras palavras, a opinião que você tem a seu respeito não é pautada no que você sabe ou descobre acerca de si mesmo, mas no que os outros dizem.

O “você” que você conhece é uma criação formada pelas crenças e julgamentos das outras pessoas que você aceitou como verdadeiros. Até mesmo o que você chama de “personalidade” não passa de um conjunto de padrões de comportamento que você adotou para se harmonizar com o comportamento das pessoas importantes da sua vida.

Então onde está o “verdadeiro você” na equação entre você e os outros?

O verdadeiro você é o fator desconhecido, a essência encapsulada pelos julgamentos e interpretações que você aceitou sobre si mesmo e sobre a sua experiência.

Isso vale para todo mundo, não só para você. As pessoas se relacionam umas com as outras não como seres autênticos e auto-realizados, mas como personas, máscaras, papéis, identidades. Muitas vezes, as pessoas usam mais de uma máscara, dependendo com quem elas estejam e do que se espera delas.

O verdadeiro Eu fica perdido e esquecido em meio a todos esses disfarces. E a autenticidade, a maior dádiva que ele recebeu, não é conscientemente reconhecida.

O verdadeiro Eu sabe que você é inteiramente bom, aceitável e capaz de dar e receber amor. Ele sabe que qualquer coisa é possível se você acreditar profundamente em si mesmo.

O verdadeiro Eu não fica preso às limitações, aos julgamentos e às interpretações com que a persona vive. Na verdade, pode-se dizer que o Eu e a persona vivem em mundos diferentes.

O mundo do Eu é brilhante e auto-suficiente.
O mundo da persona é sombrio, e a luz é buscada nos outros.

O Eu diz, “Eu Sou”.
A persona diz, “Eu sou isto” ou “Eu sou aquilo”.

O Eu vive e se expressa incondicionalmente.
A persona vive e se expressa condicionalmente.

O Eu é motivado pelo amor e diz, “Eu posso”.
A persona vive com medo e diz, “Eu não posso”.

A persona se queixa, se justifica e dá desculpas.
O Eu aceita, integra e mostra o seu dom.

Você é o Eu, mas acredita que é a persona.

Enquanto você viver como persona, terá experiências que confirmam as suas crenças sobre si mesmo e os outros. Quando perceber que todas as personas são apenas máscaras que você e os outros concordaram em usar, você aprenderá a ver por trás das máscaras.

Quando isso acontece, você tem um vislumbre da radiância do Eu interior e exterior. Você verá um ser brilhante, eminentemente valoroso e capaz de amar, dinamicamente criativo, generoso e auto-suficiente. Essa é a tua natureza mais profunda. E essa é também a natureza de todos os seres da sua experiência.

Quando aceita quem você é, você pára de brigar com as outras pessoas. Pois deixa de duelar com as suas personas. Você vê a luz por trás da máscara. A sua luz e a luz das outras pessoas são tudo o que importa.

Quando entra em contato com a verdade sobre si mesmo, você reconhece que grande parte do que aceitou a seu respeito não corresponde à verdade. Você não é nem melhor nem pior do que ninguém. Não é mais burro, nem mais inteligente, nem mais feio, nem mais bonito. Esses eram apenas julgamentos que alguém fez e que você aceitou. Nenhum deles era verdadeiro.

Quando está ciente da verdade a seu respeito, você sabe que você não é o seu corpo, embora precise aceitá-lo e cuidar dele. Você não é os seus pensamento nem os seus sentimentos, embora você precise ter consciência deles e ver como eles estão criando o drama da sua vida.

Você não é os papéis que desempenha – marido ou esposa, mãe ou pai, filho ou filha, chefe ou empregado, secretária ou encanador – embora você precise fazer as pazes com todos os papéis que tenha optado por desempenhar.

Você não é nada que seja externo.
Nem é nada que possa ser definido por algo ou alguém.

O propósito da sua jornada aqui é descobrir o Eu e deixar a persona de lado. Você está aqui para descobrir que a Fonte do amor está dentro da sua própria consciência. Você não precisa buscar o amor fora de você. Na realidade, a própria atitude de buscá-lo no mundo impede você de reconhecê-lo dentro de si mesmo. E, se você não conseguir encontrar o amor interiormente, nunca será capaz de encontrá-lo nas outras pessoas.

Você só enxergará a luz nos outros quando enxergá-la em si mesmo. Depois disso, não haverá ninguém em quem você não consiga enxergá-la. Se as outras pessoas vêem ou não essa luz, não importa. Você sabe que ela está ali. E é à luz que você se dirige quando fala com elas.

O mundo das personas é caótico e baseado em reações. É um mundo abastecido pelo medo e pelo julgamento. Ele só é real porque você e as outras pessoas acreditam nele e se definem de acordo com as condições que encontram ali. Mas essas condições não correspondem à realidade definitiva. Elas são simplesmente um drama coletivo criado por vocês. Sim, o drama tem as suas próprias regras, seus costumes, seus inter-relacionamentos e seu plano de ação, mas nada disso importa quando você despe a fantasia e desce do palco.

Preste atenção, o drama vai continuar. Ele não depende só de você. Mas quando percebe que tudo não passa de uma encenação, você pode escolher se quer participar dela ou não. Se participar, você fará isso tendo em mente quem você é, compreendendo o papel que está desempenhando, sem ficar apegado a ele.

O sofrimento acaba quando acaba o seu apego a todas as condições.

A partir daí, você passa a confiar no Eu, na personificação do amor, na fonte da própria criação.


LUZ!
STELA

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

PARE DE RECLAMAR E CONCENTRE-SE NAS COISAS BOAS


PARE DE RECLAMAR E
CONCENTRE-SE NAS COISAS BOASPor WILL BOWEN




Nota Stela: Abaixo, trechos da Introdução do livro "Pare de Reclamar e Concentre-se nas Coisas Boas" de Will Bowen (editora Sextante), que achei muito interessante, por isso compartilho com todos os leitores do Blog. Achei a idéia dos 21 dias fantástica e vou começar ! Elástico colorido no pulso... e mãos à obra! Sei que não será uma tarefa fácil, mas estou me propondo a realizá-la. Acho até que seria muito bom se todos participassem com comentários, aqui na mensagem, sobre esta idéia e/ou comentando sobre seus progressos, caso queiram aderir, é claro...
:o)






" O segredo para transformar sua vida está em suas mãos. Não acredita? Pois eu já vi acontecer com muita gente. Li e-mails e cartas e recebi telefonemas de pessoas que encararam um desafio que mudou sua existência: ficar 21 dias consecutivos sem reclamar, criticar ou falar mal dos outros. No fim desse período, elas desenvolveram um novo hábito. Ao se tornarem conscientes de suas palavras e se esforçarem para mudá-las, modificaram sua forma de pensar e começaram a recriar suas histórias. Diversas pessoas me contaram sobre relacionamentos que melhoraram, carreiras que progrediram e vidas que se tornaram mais felizes.

Conheci um homem que sofria de dor de cabeça crônica. Todas as noites, ao chegar em casa depois de um longo dia de trabalho, ele dizia à mulher quanto sua cabeça tinha doído. Ao perceber que se queixar não resolvia nada, ele decidiu fazer um esforço para deixar de falar nas dores de cabeça.

Esse homem se chama Tom Alyea. Ele não sente mais dor de cabeça e se transformou no coordenador sênior do programa Mundo Sem Reclamações, um dos voluntários que ajudaram a fazer com que isso acontecesse.

Menos dor, mais serenidade e alegria... Que tal? Não é apenas possível. É provável. Lutar conscientemente para reformatar seu disco rígido mental não é uma coisa fácil, mas você pode começar agora e em pouco tempo é provável que tenha uma vida muito melhor.

A idéia é simples. É preciso criar um sistema de monitoramente das reclamações, críticas e fofocas. Você pode usar uma pulseira roxa do movimento Sem Reclamações, utilizar de elástico no cabelo em volta do punho, ou colocar uma moeda ou pedrinha no bolso, mudar a posição da sua aliança e do seu relógio ou mesmo mover um peso de papel sobre a sua mesa. O importante é que você deve mudar algum objeto de posição sempre que se pegar reclamando, criticando ou falando mal dos outros. (...) É o ato de mudar a posição que planta as sementes no fundo da sua mente, tornando-a consciente de seu comportamento.

(...)


Para enfrentar o desafio dos 21 dias, você terá que seguir este passo-a-passo:
  • Escolha um sistema de monitoramento e coloque o objeto escolhido numa posição. Se for uma pulseira, por exemplo, coloque-a em um dos braços;
  • Ao perceber que está reclamando, falando mal dos outros ou criticando, mude o objeto de posição e comece a contagem de novo;
  • Se você ouvir uma pessoa que está participando do desafio se queixar, pode avisá-la de que deve trocar sua pulseira, elástico, anel, peso de papel, etc. de lugar. MAS, se fizer isso, terá que mudar o seu objeto de posição primeiro, porque estará reclamando da reclamação dela;
  • Comece agora e não desista. Podem se passar meses até você conseguir completar os 21 dias consecutivos. A média é de quatro a oito meses.
    E relaxe.
Estou me referindo apenas a reclamações, críticas e fofocas que verbalizamos. Se sair da sua boca, conta – e você terá que começar de novo. Se você só pensar, não tem problema. Mas logo descobrirá que mesmo a reclamação em pensamento vai desaparecer à medida que o processo avançar.

A reclamação é uma epidemia no mundo de hoje, por isso não se espante quando descobrir que você também se lamuria bem mais do que imaginava.

Neste livro, você aprenderá o que é uma reclamação, por que nos queixamos, quais são os benefícios que pensamos receber ao nos lamuriarmos, como a queixa é destrutiva e como podemos contribuir para que as pessoas à nossa volta parem de reclamar também.

(...)


  • Reclamar é se concentrar no que não queremos, é falar sobre o que está errado. E tudo aquilo em que concentramos nossa atenção se expande. Assim, para ajudar as pessoas a eliminar a reclamação de suas vidas, essas pulseiras serão um ótimo estímulo.
  • Vamos desafiar as pessoas a usar as pulseiras e tentar passar 21 dias sem reclamar, porque acredito que 21 dias é o prazo necessário para transformar um novo comportamento em hábito. Vamos encorajá-las a mudar a pulseira de braço sempre que se queixarem e a começar tudo de novo.
  • E, se a pessoa reclamar, ela pode deixar para recomeçar no dia seguinte, ou seja, tirar uma folga e passar o resto do dia reclamando? Não. Ela deverá trocar a pulseira de braço e recomeçar na mesma hora. A idéia é nos conscientizarmos das ocasiões em que a reclamação acontece para, quem sabe, evitá-la da próxima vez que estiver prestes a ocorrer.

  • (...)

    Juntem-se a mim. Vamos ficar 21 dias consecutivos sem reclamar, criticar ou falar mal da vida alheia. Mesmo que leve três meses ou três anos, nossa vida vai melhorar muito. Não desistam.

    Reclamar é falar de coisas que você não quer, em vez de falar daquilo que você quer.

    Quando nos queixamos, usamos as palavras para nos concentrarmos no que não é como gostaríamos. Nossos pensamentos criam nossa vida, e nossas palavras revelam o que pensamos. Vou repetir essa frase, porque, se você não aprender nada mais com este livro, espero que guarde isto:
    NOSSOS PENSAMENTOS CRIAM NOSSA VIDA, E NOSSAS PALAVRAS REVELAM O QUE PENSAMOS.

    Estamos, cada um de nós, criando nossa própria vida, o tempo todo. O truque é pegar as rédeas e levar o cavalo na direção que queremos seguir, em vez de ir para onde não queremos. Sua vida é um filme escrito, dirigido, produzido e estrelado por – adivinhe? – VOCÊ.
    (...)

    Você está criando sua própria vida a cada momento por meio de seus pensamentos. Hoje, as pessoas estão mais atentas a esse fato, e isso deve promover uma importante mudança na consciência do mundo. Começamos a perceber que a vida, a sociedade, a política, a saúde, enfim, o estado do mundo é a materialização dos nossos pensamentos e das ações que eles produzem.

    Essa idéia não é nova – filósofos e professores repetem isso há milênios. Mas ela parece estar finalmente atingindo uma compreensão universal nos dias de hoje.

    “Vai! Como creste, assim te seja feito!”
    Jesus, Mateus, 8:13

    “O universo é a mudança; a vida é o que o pensamento faz dessa mudança”
    Marco Aurélio

    “Somos formados por nossos pensamentos. Nós nos tornamos o que pensamos”.
    Buda

    “Mude seus pensamentos e você mudará seu mundo”
    Norman Vicent Peale

    “Você está hoje onde seus pensamentos o trouxeram, e estará amanhã onde seus pensamentos o levarem”.
    James Allen

    “Nós nos tornamos aquilo em que pensamos”
    Earl Nightingale

    “O mais alto estágio da cultura moral é quando reconhecemos que precisamos controlar nossos pensamentos”.
    Charles Darwin

    “Por que somos os mestres do nosso destino, os capitães de nossa alma? Porque podemos controlar nossos pensamentos”.
    Alfred A. Matapert

    Nossas palavras revelam o que pensamos, e nossos pensamentos criam nossa vida. As pessoas oscilam entre ondas positivas e negativas. Na minha experiência, nunca conheci ninguém que assumisse ser negativo. As pessoas realmente não percebem quando seus pensamentos estão sendo mais destrutivos do que construtivos. As suas palavras podem transmitir isso aos outros, mas elas próprias não conseguem escutar. Essas pessoas podem reclamar sem parar – eu fui uma delas -, mas a maioria, eu inclusive, se considera positiva, animada, otimista e motivada.

    É vital controlar nossa mente se quisermos recriar nossa vida.

    O Movimento Sem Reclamações nos ajuda a perceber exatamente em que ponto nos encontramos e se estamos exprimindo nosso lado positivo ou negativo. E então, quando começamos a mudar a pulseira ou qualquer outro objeto de posição, passamos a prestar atenção em nossas palavras – e em nossos pensamentos. Quando prestamos atenção em nossos pensamentos, podemos mudar e remodelar nossa vida da forma que escolhermos. A pulseira, o elástico ou o anel ajudam a criar uma armadilha para a nossa própria negatividade – e a expulsá-la para que nunca mais volte.

    (...)

    Assim que lancei o desafio, descobri pessoalmente como essa transformação poderia ser difícil. No primeiro dia, fiquei cansado de tanto trocar a pulseira de um braço para o outro. Percebi que reclamava o tempo todo. Quis desistir, mas todos na igreja estavam me observando. Depois da primeira semana, o melhor que consegui fazer foi mudar a pulseira de posição apenas cinco vezes no mesmo dia. Mas, logo depois, voltei à marca de uma dúzia de trocas por dia. Mesmo assim, segui em frente. Nunca tinha me considerado uma pessoa muito propensa a reclamações, mas estava descobrindo o contrário.
    Enquanto lutava para não reclamar, nem criticar, nem falar mal dos outros, sentia-me ao mesmo tempo desencorajado e feliz por não ter notícias da repórter do Star. Embora achasse a idéia do movimento boa, certamente não considerava meu próprio desempenho brilhante e não queria assumir isso publicamente.

    Perseverei.

    Finalmente, depois de quase um mês, consegui passar três dias consecutivos sem reclamar.

    (...)

    Descobri que tinha mais facilidade quando estava com determinadas pessoas, e menos com outras. Com tristeza, percebi que minhas relações com alguns indivíduos que eu considerava bons amigos eram pautadas pela expressão de nossa insatisfação sobre qualquer assunto do qual falávamos. Comecei a evitá-los. A princípio eu me senti culpado, mas notei que passei a reclamar menos. Mais importante: fui me sentindo mais feliz.

    (...)

    Há duas coisas sobre as quais a maioria das pessoas concorda:

    1. Há reclamações demais neste mundo.
    2. O mundo não é do jeito que gostaríamos que fosse.

    Na minha opinião, existe uma correlação entre essa duas percepções. Nós nos concentramos no que está errado, em vez de dar atenção à nossa visão sobre o que é um mundo feliz, saudável e harmonioso. Agora você também faz parte disso. Você pode transformar o mundo simplesmente se tornando um exemplo de mudanças positivas. Pode ajudar a criar um Mundo Sem Reclamações. Faça isso em nome daqueles que estão à sua volta, mas, principalmente, faça por você mesmo.

    Enquanto se torna mais feliz, você também estará contribuindo para aumentar o nível de felicidade no planeta. Enviará vibrações de otimismo e esperança que ressoarão junto a outras pessoas com o mesmo intuito.

    A antropóloga Margaret Mead escreveu certa vez que “nunca devemos duvidar que um pequeno grupo de cidadãos bem-intencionados e motivados possa mudar o mundo. De fato, essa é a única forma de fazê-lo”.

    A onda continua a se espalhar."



    Quem quiser receber o livro em formato DOC me escreva que envio: coracao.a.coracao@gmail.com

    Deixe seu comentário sobre este desafio e também seu progresso diário, clicando AQUI



    Agradeço à amiga Cecilia J R Ferreira pela dica deste livro!

    Site do Movimento Sem Reclamações:
    http://www.acomplaintfreeworld.org/

    Leia também: PARE DE SE SABOTAR E DÊ A VOLTA POR CIMA


    De elástico no pulso... desejo a todos muita LUZ!
    (e perseverança...)

    STELA

    quarta-feira, 3 de novembro de 2010

    O RECEPTÁCULO FÍSICO É UMA CRIAÇÃO MARAVILHOSA


    O RECEPTÁCULO FÍSICO
    É UMA CRIAÇÃO MARAVILHOSA
    MENSAGEM DO ARCANJO MIGUEL
    Canalizada por Ronna Herman
    novembro de 2010





    Amados mestres, à medida que vocês avançam no caminho da Iluminação, e alcançam uma melhor compreensão da lei cósmica e do funcionamento do universo, nós acolhemos com prazer a oportunidade de oferecer-lhes ocasionalmente uma melhor compreensão de alguns conceitos da Criação e da complexidade do receptáculo físico.

    Portanto, gostaríamos de dar-lhes uma explicação detalhada da composição do Corpo Etérico ou Teia Etérica, e sua importância no processo de ascensão.

    O Corpo Etérico ou Teia Etérica, que é muito mais sutil em substância do que o corpo terrestre, refere-se à contraparte invisível do corpo físico. O Corpo Etérico compõe-se da aura física, que transmite o estado de saúde física através de diversas cores e as distorções, ou a falta delas, no padrão da Teia Etérica.

    As emoções de dor, sofrimento e ressentimento são formas pensamentos que os estão impedindo de acolher e tornar-se o Portador de Luz que vocês foram destinados a ser. O campo áurico é o campo de força eletromagnética invisível que circunda o corpo físico, e amplifica a energia, irradiando padrões de frequência vibracionais a partir de vocês.

    A aura do corpo mental, dentro da Teia Etérica, é quase inexistente naqueles que estão aprisionados nas restrições da terceira dimensão e da quarta inferior, porque eles veem o mundo e os eventos através de um filtro de ilusão, criado por suas crenças, pensamentos e ações passados.

    Quando se vive em um ambiente de terceira/quarta dimensões, a força dominante no corpo emocional é o plano astral. Consequentemente, a enorme maioria das pessoas está sob a influência da sua personalidade básica e do corpo de desejo egoico, que se compõe de anseios não realizados do passado, bem como de desequilíbrios emocionais e sentimentos de ser indigno e/ ou não amado.

    Uma das etapas mais dramáticas do processo de ascensão é passar através das distorções do sistema de crença emocional da consciência de massa para a estabilidade, frescor e harmonia das dimensões superiores.

    Nunca se esqueçam, o medo rouba o seu poder.


    O sistema de crença geral da consciência de massa alimenta-se do pensamento negativo e hostil e da resistência a novos conceitos e à mudança. A maioria das massas está congelada em uma realidade de dor e sofrimento, mas tais pessoas estão pouco dispostas a cogitar novas ideias expansivas, que poderiam aliviá-las das suas prisões de limitação autoimpostas.

    É extremamente importante que vocês permaneçam ancorados e equilibrados
    , de maneira firme, dentro do âmbito aceitável da dualidade, enquanto atuam na realidade da terceira dimensão. Precisam também esforçar-se para estabelecer a harmonia emocional e a serenidade no mundo ilusório da quarta dimensão à medida que buscam a sabedoria, e se empenham em tornar-se adaptados ao plano mental da quinta dimensão inferior.

    Precisam estar sempre alertas aos sussurros da sua Alma e do Eu Superior. É também importante que compreendam que vocês não possuem apenas um Eu Superior, mas muitos fragmentos/Centelhas do seu Eu Superior espalhados por todo o universo.

    O processo de ascensão implica a progressiva integração e assimilação da próxima faceta de frequência dimensional mais elevada do Eu Superior.

    Vocês estão no processo de expandir a sua Luz e a sua consciência. A transformação para a Automestria, bem como o processo de ascensão, serão muito acelerados logo que tenham expandido a conexão pessoal de Luz – um tubo etérico de Luz – que é a sua conexão central com a Divina Presença EU SOU.

    Vocês estão também no processo de restabelecer a conexão com o Rio da Vida, através do Antakarana pessoal (Ponte do Arco-íris de Luz), que contém a Essência do Criador, chamada de Partículas Adamantinas. Durante as muitas eras passadas, a humanidade reduziu a conexão com o Rio da Vida/Luz de modo que, na maioria das pessoas, tornou-se apenas um fiozinho.

    Cada um de vocês tem uma esfera de brilho que é produzida pelos padrões vibracionais do seu campo áurico e pela Canção da Alma.

    A ascensão significa trazer o sistema total dos chackras corpóreos ao equilíbrio, o que facilitará a desobstrução, purificação e equilíbrio do Corpo Etérico/campo áurico. O objetivo é reverter o Corpo Etérico e o campo áurico ao seu perfeito Projeto Divino, que é o projeto humano para a sua forma corpórea original, chamada de Corpo de Luz Adão/Eva Kadmon.

    Nós os observamos através das faixas de cores em seu sistema de corpos múltiplos: físico, mental, emocional e etérico, que foram criados por seus pensamentos, ações e obras durante as muitas existências, através das eras.

    A Assinatura Energética compõe-se dos padrões de frequência vibracional que vocês emitem cotidianamente através dos seus pensamentos, ações e obras.

    Ela pode variar enormemente quando vocês estão operando em um ambiente de terceira/quarta dimensões. Todavia, à medida que vocês progridem ao longo do caminho da Iluminação, a Assinatura Energética torna-se gradativamente mais harmoniosa e suave, e finalmente, torna-se uma parte permanente da Canção da Alma. O avanço da sua Alma é supervisionado pelas frequências da Canção da Alma e não por suas ações diárias.

    A Canção da Alma compõe-se dos padrões vibracionais de amor incondicional, sabedoria, equilíbrio e harmonia da quarta dimensão média e superior.

    Como um Mestre de Si Mesmo, sua Assinatura Energética e a Canção da Alma se fundirão em uma Mandala Celestial de som e cor, através da qual vocês serão identificados nos Reinos Superiores. Vocês são reconhecidos pelo fulgor da sua Luz interior. Quanto mais incorporar a Essência de Luz em seu recipiente físico, mais intensamente a sua aura brilhará.

    O Espírito Santo, ou o seu Eu Mental Superior, é a inteligência superior perspicaz, que supervisiona e regula as infusões de Luz, e os dons do Espírito, que são distribuídos para vocês de acordo com o seu nível de consciência espiritual e suas necessidades atuais. As dispensações especiais são também supervisionadas e difundidas pelo Eu Mental Sagrado, que é o intermediário entre vocês e sua Presença EU SOU/Eu Divino.

    A meditação ajuda a disciplinar a mente inferior e o ego para que vocês possam sintonizar-se de maneira consciente com as reflexões da mente superior.

    É preciso ter paciência e disciplina para deter a tagarelice mental, que é a norma daqueles apartados da sua consciência superior. Nós os encorajamos a praticar a meditação ativa e passiva.

    Um decreto ou uma afirmação é uma oração de poder. Deve ser uma afirmação positiva e concisa, expressa com confiança e a certeza de que irá se manifestar da forma adequada e no tempo apropriado. Se a afirmação for enviada com a intenção amorosa para o bem maior, vocês estarão alinhando o seu desejo com o do seu Eu Superior; e a lei universal garantirá que os seus pensamentos cocriadores e suas aspirações sejam combinadas com os de outras pessoas de mente semelhante. Deste modo, eles serão aumentados em força e poder.

    A meditação silenciosa está escutando uma resposta do seu Eu Superior, do seu anjo guardião ou do Espírito Santo.

    Lembrem-se, uma pessoa que está concentrada no Coração e Mente Sagrados pode transmitir as verdades cósmicas e os pensamentos inspirados para milhões de pessoas, enquanto as vibrações amorosas do seu campo áurico abençoam a todos com quem entrem em contato.

    A serenidade e a alegria são qualidades da Alma.

    O amor inteligente é a consequência de quando a Alma se torna a força dominante internamente e a personalidade egoica é trazida sob controle. Quando vocês dissolvem as membranas de Luz, que protegem a entrada da Mente Sagrada, de modo bem sucedido, vocês obtêm acesso ao seu celeiro pessoal de Sabedoria Divina.

    Permitam-nos dar-lhes um resumo de alguns dos muitos sintomas da ascensão, que vocês, os iniciados no Caminho, estão vivenciando neste momento.

    * Vocês descobrem que estão se retirando das atividades e eventos sociais que eram prazerosos no passado. Barulhos altos, multidões e atividades tumultuosas perturbam-nos, e vocês anseiam pelo isolamento, e talvez, a serenidade da natureza. À medida que suas frequências vibracionais se elevam e se tornam mais harmoniosas, vocês desligam-se das interações com as pessoas, eventos e lugares que emitem frequências inferiores e dissonantes. Também, progressivamente, terão cada vez menos em comum com certos amigos e parentes, sobretudo aqueles que são negativos, críticos e indelicados com os demais.

    * Vocês podem ter explosões intensas de energia em que dificilmente conseguem ficar quietos, e algumas vezes podem sentir tanto a luz interna que mal sentem a sua forma corporal. Em outras ocasiões, podem se sentir tão pesados que estão quase afundando no chão e podem experimentar uma fadiga extrema. A forma física está passando por uma metamorfose intensa no nível etérico e celular, e alguns dos sintomas da transformação não são agradáveis, sobretudo para aqueles que estão vivendo em uma forma corpórea mais velha ou um tanto debilitada.

    * À medida que a Kundalini (Fogo Sagrado) começa a elevar-se em sua coluna vertebral (o tubo etérico de Luz), vocês podem experimentar momentos de intenso calor interno, enquanto o seu corpo exterior sente frio e até mesmo fica pegajoso. Este é o motivo pelo qual, inicialmente, é melhor empenhar-se por uma liberação gradativa do Fogo Kundalini, armazenado no Chackra Raiz, na base da coluna vertebral, de modo que vocês possam integrar lentamente as frequências superiores da Luz Divina. Mais rapidamente e em maior quantidade não é necessariamente melhor quando vocês estão no meio de um processo transformador de ascensão.

    * Para os que estão nas fases iniciais do processo, a experiência da integração das frequências purificadas de Luz não será dramática demais. Contudo, para aquelas Sementes Estelares que estão bem em seu caminho no processo de ascensão, e que concordaram em ser Servidores do Mundo, desobstruindo o caminho para os demais, pode ser um processo contínuo e formidável, à medida que eles integrarem as frequências de Luz cada vez mais elevadas para compartilhar com as outras pessoas.

    * Vocês podem sentir como se estivessem em uma montanha russa emocional, enquanto vivenciam muitos altos e baixos. Estão entrando em contato e liberando muita energia impactada/padrões de frequências dissonantes, provindos de um nível celular profundo, e é importante permitir que esses sentimentos venham à tona para que possam ser transmutados na substância de Luz purificada. É importante que aprendam a tornar-se um observador do que está ocorrendo, e objetivamente vejam, processem e corrijam com paciência e compreensão amorosas o que lhes está sendo revelado.

    * Seus hábitos alimentares podem mudar drasticamente. Seja o que for que escolherem comer, procurem seguir a orientação interna e acompanhem o modo como o seu corpo se sente após ingerir algo. O Corpo Elemental, ou inteligência corporal interna, está despertando, e se vocês prestarem atenção, ele vai direcioná-los para a alimentação e dieta adequadas. Lembrem-se sempre, a moderação em todas as coisas é a chave.

    * Vocês podem sentir muitas dores e ter sofrimentos estranhos, para os quais não exista diagnóstico definitivo. Há muitos chackras menores e pontos de meridianos no corpo físico. À medida que as frequências superiores de Luz se esforçam para fluir por todo o corpo, elas podem encontrar resistência nesses pontos de junção críticos, que podem causar desconforto. Uma das regiões mais comuns de desconforto está na área da coluna vertebral, na parte superior das costas, entre as escápulas.

    * Vocês podem sentir como se estivessem perdendo a cabeça ou pelo menos a memória. Há muitos níveis multidimensionais no cérebro, assim, à medida que vocês elevam os padrões de frequência, os níveis inferiores do cérebro serão progressivamente purificados.
    Consequentemente, vocês já não precisarão ou poderão acessar muito da sua história negativa do passado, assim como grande parte das trivialidades que guardaram ali. Obterão acesso aos níveis superiores do cérebro onde habita a Mente Sagrada. A unificação entre a Mente e o Coração Sagrados é parte integrante do processo de ascensão.


    Amados, vocês precisam admitir, é um momento de grande regozijo estar no veículo físico, e ainda o seu corpo estar lutando para manter o ritmo das frequências, sempre crescentes, que vocês estão integrando, a todo momento, no dia a dia.

    Muitos de vocês, que não tiveram resfriados, gripes ou distúrbios intestinais durante muitos anos, estão agora experimentando esses sintomas debilitantes, e alguns perguntam: “O que estou fazendo de errado?”

    Vocês não estão fazendo nada de errado, meus valentes amigos; é o que vocês estão fazendo de correto que está provocando alguns desses ataques desconfortáveis de sofrimento físico.

    Reconhecemos o fato de que essas ocorrências não são agradáveis de se experimentar. Todavia, desejamos dar-lhes outra faceta da verdade para que possam ponderar.

    Reiterando, muitos de vocês que estão envolvidos profundamente no processo de transformação/ascensão, estão lidando com esses sintomas desconfortáveis como uma forma de transmutar rapidamente as energias negativas no seu veículo físico. Poderiam chamar isso de uma transmutação ou um batismo de fogo, uma queima/liberação de antigos padrões de frequência para permitir que as células cristalinas superiores e mais purificadas da consciência penetrem e assumam o domínio interno.

    Nem todos os vírus são ruins, nem são desconfortáveis todos os sintomas que vocês estão experimentando. Vejam-nos como meios para um fim e servindo a um propósito superior. Essas coisas, também, passarão, amados.

    Pedimos-lhes para se cuidarem, para prestarem atenção como nunca antes ao seus recipientes físicos e aos sinais ou mensagens que o seu Sábio Corpo Elemental lhes envia. Como vocês usufruirão o belo mundo de amor, alegria e abundância, que estão criando, se o seu precioso veículo físico não for vibrante e saudável?

    Juntem-se a nós em sua Pirâmide de Luz, amados, e deixem-nos ajudá-los a passar pelo processo com facilidade, graça e grande alegria.

    Que o brilho de nosso Deus Pai/Mãe seja derramado sobre vocês e os preencham com a Luz da Vida Eterna.

    Saibam que nós estamos sempre perto para guiá-los e protegê-los.

    EU SOU Arcanjo Miguel.


    *************************************************************************

    Caríssimos amigos:

    Tenho algumas boas notícias para compartilhar com vocês.

    Como vocês sabem, venho sentindo dor de garganta e tendo tosse espasmódica durante vários anos. Isso foi ficando pior, e eu precisei buscar uma solução de maneira agressiva. Fui a um alergista; fiz radiografias de tórax e exames laboratoriais. Resultado: Estou com excelente saúde. Minha função tireoidiana está baixa, o que foi a única coisa anormal. Fui a um médico otorrinolaringologista, quarta-feira, dia 27 p.p. Depois de explicar o meu problema e mostrar-lhe onde era a dor, ele disse: “Eu creio que sei exatamente qual é o problema”. Perguntou-me quando eu removi minhas amígdalas e eu lhe disse: “Quando eu tinha dezenove anos”. Após o exame, ele disse: “Algumas vezes, quando se removem as amígdalas em uma idade jovem, o médico deixa escapar uma pequena parte, no fundo da garganta, o que às vezes aumenta no decorrer o tempo.” Ele disse-me que eu tenho um nódulo, mais ou menos do tamanho da última falange do meu dedo mínimo, e está inflamado, e provavelmente está assim por muito tempo. Curiosamente, ele disse que soube de imediato o que era, porque ele experimentara o mesmo problema. Diversos médicos examinaram minha garganta durante os últimos anos e nenhum deles descobriu o nódulo. O ponto em minha garganta tornou-se cada vez mais dolorido e difícil de ignorar (conforme eu o fiz no passado). Assim, na primeira semana de dezembro, ele vai retirá-lo com um laser. Eu não tenho nenhum Webinar em dezembro, de modo que a época é perfeita. Estou tão aliviada ao finalmente saber qual é o problema, e ansiosa para passar pelo procedimento de modo que possa me sentir confortável novamente. Assim, muitos estranhos e interessantes “sintomas da ascensão” estão aparecendo. Fico contente que Miguel abordou alguns deles este mês. Os milagres abundam.

    Agradeço a todos vocês por seus pensamentos amorosos e orações.

    Amor Eterno e Bênçãos Angélicas,
    Ronna.


    _______________________________________

    Tradução de Ivete Brito
    adavai@me.com/
    www.adavai.wordpress.com/

    Site original:
    www.RonnaStar.com
    e-mail:
    RonnaStar@earthink.net

    Mensagem enviada por Pedro Gomes Moreira
    _______________________________________

    LUZ!!
    STELA

    terça-feira, 2 de novembro de 2010

    OSHO - MENTE e CONCESSÕES


    MENTE
    CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES
    Por OSHO



    "A coisa mais difícil, quase impossível, para a mente, é permanecer no meio, é permanecer equilibrada. E o mais fácil é movimentar-se de um pensamento para o seu oposto. Movimentar-se de uma polaridade para a polaridade oposta é a natureza da mente. Isso tem que ser entendido muito profundamente, porque sem que você entenda isso, nada poderá levar você à meditação.

    A natureza da mente é movimentar-se de um extremo a outro, ela depende do desequilíbrio. Se você estiver equilibrado, a mente desaparece. A mente é como uma doença: quando você está desequilibrado ela está ali, quando você está equilibrado ela não está ali.

    É por isso que é fácil para uma pessoa que come muito fazer jejum. Isso parece sem lógica, porque nós pensamos que uma pessoa que é obcecada por comida não consegue jejuar. Mas você está errado. Somente uma pessoa que é obcecada por comida pode jejuar, porque jejuar é a mesma obsessão no sentido oposto. Na verdade não houve mudança em você. Você continua obcecado por comida. Antes você comia muito e agora você está faminto - mas o foco da mente continua na comida, a partir de um extremo oposto.

    Um homem que tenha se entregue em demasia ao sexo, pode ser tornar um celibatário muito facilmente. Não há nenhum problema. Mas é difícil para a mente fazer uma dieta certa, é difícil para a mente estar no meio.

    Porque é difícil estar no meio?

    Isso é exatamente igual ao pêndulo de um relógio. O pêndulo vai para a direita, e daí se move para a esquerda, então de novo para a direita, e depois de novo para a esquerda. O relógio inteiro depende desse movimento. Se o pêndulo parar no meio, o relógio pára. E quando o pêndulo se move para a direita, você pensa que ele está somente indo para a direita. Mas, ao mesmo tempo que ele está indo para a direita, ele está juntando momento* ( (*) força) para ir para a esquerda.

    Quanto mais ele se move para a direita, mais energia ele reúne para se mover para a esquerda, para o oposto. Quando ele está se movendo para a esquerda ele está de novo reunindo momento para se mover para a direita.

    Sempre que você come demais, você está reunindo momento para fazer jejum. Sempre que você se entrega em demasia ao sexo, mais cedo ou mais tarde, o celibato, o brahmacharya, se tornará atraente para você.

    E o mesmo está acontecendo a partir do pólo oposto. Vá e pergunte aos chamados sadhus, aos bhikkhus, aos sannyasins. Eles firmaram um propósito de permanecer celibatários; e agora a mente deles está reunindo momento para se movimentar em direção ao sexo. Eles firmaram um propósito de ficarem com fome, de passar fome e a mente deles está constantemente pensando em comida. Quando você está pensando muito a respeito de comida, isso mostra que você está reunindo momento para comer.

    Pensar significa momento.
    A mente começa fazer arranjos para ir ao oposto.

    A primeira coisa: sempre que você se move, você também está se movendo para o oposto. O oposto está escondido, ele não é aparente.

    Quando você ama uma pessoa, você está reunindo momento para odiá-la. É por isso que somente amigos podem se tornar inimigos. Você não pode se tornar um inimigo sem que primeiro você tenha se tornado um amigo.

    Amantes discutem e brigam. Só os amantes podem discutir e brigar, porque a não ser que você ame, como você poderá odiar?A não ser que você tenha se movido para a extrema esquerda, como você poderá se mover para a direita?

    Pesquisas modernas dizem que isso que se chama amor é um relacionamento de íntima inimizade. Sua esposa é a sua inimiga íntima e seu marido é o seu inimigo íntimo - ambos inimigos e íntimos. Parecem opostos, sem lógica, porque nós ficamos ponderando como alguém que é íntimo pode ser inimigo? Alguém que é amigo, como pode também ser o adversário?

    A lógica é superficial. A vida vai mais fundo. Na vida, todos os opostos se juntam, eles existem juntos. Lembre-se disso, porque então meditação se torna equilíbrio.

    Buda ensinou oito disciplinas e para cada disciplina ele usava a palavra certa.

    Ele dizia: o esforço certo, porque é muito fácil mover-se da ação para a inação, do despertar para o dormir, mas permanecer no meio é difícil. Quando Buda usa a palavra certa, ele estava dizendo: não se mova para o oposto, simplesmente permaneça no meio. A comida certa - ele nunca disse jejum. Não se entregue em demasia à comida e não se entregue ao jejum. Ele dizia: comida certa. Comida certa significa permanecer no meio.

    Quando você permanece no meio você não está reunindo momento algum. E essa é a beleza disso: um homem que não está reunindo momento algum para se mover a qualquer lugar, pode estar à vontade consigo mesmo, pode se sentir em casa.

    Você nunca pode se sentir em casa, porque qualquer coisa que você faz, imediatamente você terá que fazer o oposto para equilibrar. E o oposto nunca equilibra, ele simplesmente dá a você a impressão de que você está se tornando equilibrado, mas você terá que se mover para o oposto de novo.

    Um buda não é amigo nem inimigo de alguém. Ele simplesmente parou no meio - o relógio não está funcionando... Quando a sua mente pára, o tempo pára, quando o pêndulo pára, o relógio pára...

    O tempo é criado pelo movimento da mente, exatamente como o movimento do pêndulo.

    A mente se move, você sente o tempo. Quando a mente não está se movimentando, como você pode sentir o tempo? Quando não há qualquer movimento, o tempo não pode ser sentido. Cientistas e místicos concordam nesse ponto: que o movimento cria o fenômeno do tempo.

    Se você não está se movendo, se você está parado, o tempo desaparece, a eternidade chega à existência.

    O seu relógio está se movendo rapidamente e o seu mecanismo é movimento de um extremo ao outro.

    A segunda coisa a ser entendida a respeito da mente é que a mente sempre quer o que está distante, nunca o que está perto. O que está perto é enfadonho, você fica farto dele. O distante lhe dá sonhos, esperanças, possibilidades de prazer. Assim, a mente sempre está pensando no distante.

    É sempre a mulher de alguma outra pessoa que é atraente e bonita; é sempre a casa de alguma outra pessoa que o obceca; é sempre o carro de alguma outra pessoa que fascina você. É sempre o que está distante. Você fica cego para o que está perto. A mente não consegue ver aquilo que está muito perto. Ela somente pode ver aquilo que está muito longe.

    E o que está muito longe, o que está mais distante?
    O que está mais distante é o oposto.

    Você ama uma pessoa - agora o fenômeno mais distante é o ódio.
    Você está comendo demais - agora o fenômeno mais distante é o jejum.
    Você está celibatário - agora o fenômeno mais distante é o sexo.
    Você é um rei - agora o fenômeno mais distante é ser um monge.

    O que está mais distante é aquilo com que sonhamos mais. Ele atrai, ele obceca, ele segue chamando, convidando você e então, quando você tiver alcançado o outro pólo, este local de onde você partiu em caminhada se tornará belo novamente. Divorcie-se de sua esposa e após uns poucos anos ela terá ganho beleza novamente...

    Para a mente, o oposto é magnético e a não ser que, através da compreensão, você transcenda isso, a mente continuará se movendo da esquerda para a direita, da direita para a esquerda, e o relógio continua.

    Ele tem continuado por muitas vidas e é assim que você tem sido enganado - porque você não compreende o mecanismo. De novo o distante se torna atraente e de novo você começa uma nova caminhada. E no momento em que você alcança o seu objetivo, aquilo que antes era seu conhecido e que agora está distante, de novo se torna atraente, agora se torna uma estrela, alguma coisa valiosa.

    Eu estive lendo a respeito de um piloto que estava voando sobre a Califórnia com um amigo.

    Ele lhe disse: "Veja lá embaixo aquele belo lago. Eu nasci perto dele, ali está a minha vila".
    Ele apontou para uma pequena vila numa colina próxima ao lago.

    E ele disse: "Eu nasci ali e quando eu era criança eu costumava sentar próximo ao lago para pescar. Pescar era o meu hobby. Mas naquela época, quando eu era criança e pescava no lago, os aviões sempre costumavam cortar o céu, passando sobre a minha cabeça, e eu sonhava com o dia em que eu próprio me tornaria um piloto e estaria pilotando um avião. Aquele era meu único sonho. Agora ele está realizado e que miséria! Agora eu continuamente olho para aquele lago lá em baixo e fico pensando no dia em que eu estiver aposentado para poder ir pescar nele de novo. Aquele lago é tão lindo..."

    É assim que as coisas acontecem.
    É assim que as coisas têm acontecido com você.

    Na infância você queria crescer depressa porque as pessoas mais velhas eram mais poderosas. Uma criança quer crescer imediatamente. As pessoas mais velhas são sábias e a criança sente que qualquer coisa que ela faça está sempre errado. Pergunte então a uma pessoa mais velha. Ela sempre acha que quando a infância se foi, tudo foi perdido, o paraíso estava ali, na infância. E todos os velhos morrem pensando na infância, na inocência, na beleza, no mundo de sonhos.

    Qualquer coisa que você tenha, parece sem utilidade; qualquer coisa que você não tenha parece de grande utilidade. Lembre-se disso porque senão a meditação não poderá acontecer, porque meditação significa essa compreensão da mente, do trabalho da mente, do verdadeiro processo da mente.

    A mente é dialética, ela faz com que você se mova repetidas vezes em direção aos opostos. E isso é um processo infinito, ele nunca se acaba, a não ser que você, de repente, o abandone, a não ser que, de repente, você se torne consciente do jogo, a não ser que, de repente, você se torne alerta a respeito da trapaça da mente, e você pare no meio.

    Parar no meio é meditação.

    A terceira coisa: porque a mente consiste em polaridades, você nunca é um todo. A mente não pode ser um todo, ela sempre é metade. Quando você ama alguém, você já observou que você está suprimindo o seu ódio? O amor não é total, ele não é um todo, exatamente atrás dele todas as forças escuras estão escondidas e elas podem entrar em erupção a qualquer momento. Você está sentado em cima de um vulcão.

    Quando você ama alguém, você simplesmente se esquece de que você tem raiva, de que você tem ódio, de que você é ciumento. Você simplesmente deixa tudo isso de lado, como se isso nunca tivesse existido. Mas como você pode deixar tudo isso de lado? Você pode simplesmente esconder no inconsciente. Assim, na superfície você pode se tornar amoroso, mas lá no fundo o tumulto está escondido. Mais cedo ou mais tarde você vai ficar de saco cheio, o amado terá se tornado familiar.

    Dizem que a familiaridade cria desprezo, mas não é que a familiaridade cria desprezo - a familiaridade faz você ficar de saco cheio. O desprezo esteve sempre ali, escondido. Ele vem à tona, ele só estava esperando o momento certo, a semente estava ali.

    A mente sempre tem o oposto dentro dela e esse oposto vai para o inconsciente e fica ali esperando pelo seu momento para vir à tona. Se você observar minuciosamente, você sentirá isso a todo momento. Quando você diz para alguém "eu te amo" feche os seus olhos, seja meditativo, e sinta - existe algum ódio escondido? Você irá senti-lo.

    Mas você não quer encarar isso porque a verdade é muito feia - a verdade que você sente ódio pela pessoa que você ama - por isso você engana a si mesmo. Você quer escapar da realidade, assim você esconde. Mas, esconder não vai ajudar, porque assim você não está enganando à outra pessoa, você está enganando a si mesmo.

    Assim, sempre que você sentir alguma coisa, feche os olhos e vá para dentro de si mesmo para encontrar o oposto em algum lugar. Ele está ali. E se você puder ver o oposto, isso dará a você um equilíbrio. Então você não irá dizer "eu amo você". Se você for uma pessoa verdadeira você irá dizer: "meu relacionamento com você é de amor e ódio".

    Todos os relacionamentos são relacionamentos de amor/ódio. Nenhum relacionamento é puro amor e nenhum relacionamento é puro ódio. Ele é ambos: amor e ódio. Se você for verdadeiro você estará em dificuldades. Se você disser para uma garota: "meu relacionamento com você é ambos: amor e ódio. Eu amo você como nunca amei alguém e eu odeio você como nunca eu odiei alguém", será difícil para você se casar, a não ser que você encontre uma garota meditativa, que possa compreender a realidade, a não ser que você possa encontrar uma amiga que possa compreender a complexidade da mente.

    A mente não é um mecanismo simples. Ela é muito complexa e através da mente você nunca pode se tornar simples, porque a mente segue criando enganos. Ser meditativo significa estar alerta para o fato de que a mente está escondendo alguma coisa de você, de que você está fechando os olhos para alguns fatos que estão perturbando. Mais cedo ou mais tarde aqueles fatos perturbadores virão à tona, vão se apoderar de você, e você irá em direção ao oposto. E o oposto não está lá longe, num lugar distante, em alguma estrela. O oposto está escondido atrás de você, dentro de você, em sua mente, no próprio funcionamento da mente. Se você puder compreender isso, você irá parar no meio.

    Se você puder ver o eu amo e o eu odeio, de repente, ambos irão desaparecer, porque ambos não podem existir juntos na consciência. Você tem que criar uma barreira: um terá que existir no inconsciente e o outro no consciente. Ambos não podem existir na consciência, eles irão negar um ao outro. O amor destruirá o ódio, o ódio destruirá o amor, eles terão que equilibrar um ao outro e eles simplesmente irão desaparecer. A mesma quantidade de ódio e a mesma quantidade de amor irão negar um ao outro. De repente eles irão evaporar - você estará ali, mas nenhum amor e nenhum ódio. Então você estará equilibrado.

    Quando você está equilibrado, a mente não está lá - então você é um todo. Quando você é um todo, você é sagrado, mas a mente não está lá. Assim, meditação é um estado de não-mente. Através da mente esse estado não é alcançado. Através da mente, qualquer coisa que você fizer, ele nunca será alcançado. Então, o que você está fazendo quando você está meditando?

    Pelo fato de você ter criado tanta tensão em sua vida, você agora está meditando. Mas isso é o oposto da tensão, não a verdadeira meditação. Você está tão tenso que a meditação se tornou atraente. É por isso que no Ocidente a meditação atrai mais do que no Oriente. É porque no Ocidente existe mais tensão do que no Oriente. O Oriente ainda está relaxado, as pessoas não estão tão tensas, elas não estão se enlouquecendo tão facilmente, elas não cometem suicídio tão facilmente. Elas não são tão violentas, tão agressivas, tão apavoradas, tão amedrontadas - não, elas não estão tão tensas. Elas não estão vivendo essa correria louca onde nada além de tensão é acumulado.

    Assim, se o Mahesh Yogi vier à Índia, ninguém o escutará. Mas na América, as pessoas ficam loucas com ele. Quando existe muita tensão, a meditação atrai. Mas essa atração é de novo a mesma armadilha. Isso não é verdadeira meditação, isso é de novo um engano. Você medita por uns poucos dias, você se torna relaxado e, quando você se torna relaxado, de novo surge a necessidade de atividades. Você fica de saco cheio e a mente começa a pensar em fazer alguma coisa, em se movimentar.

    As pessoas chegam a mim e dizem: "nós meditamos por alguns anos mas agora isso ficou chato, perdeu a graça".

    Há poucos dias uma garota veio a mim e disse: "agora a meditação não tem mais graça alguma, o que eu devo fazer?"

    Agora a mente está procurando por alguma outra coisa, agora ela já teve bastante meditação. Agora que ela já está relaxada, a mente está pedindo por mais tensões - alguma coisa que possa perturbá-la. Quando ela diz que agora a meditação não tem mais graça, ela quer dizer que agora não há mais tensão, assim como pode a meditação ter graça? Ela terá que ir atrás de tensões novamente, aí a meditação de novo se tornará algo valioso.

    Veja o absurdo da mente: você tem que ir embora para chegar perto, você tem que se tornar tenso para ser meditativo. Mas isso não é meditação, de novo isso é uma trapaça da mesma mente. Numa nova dimensão, o mesmo jogo continua.

    Quando eu digo meditação, eu quero dizer: ir além das polaridades opostas, deixar de lado todo o jogo, olhar para o absurdo disso e transcendê-lo. A própria compreensão se torna transcendência.

    A mente forçará você a se mover para o oposto - não se mova para o oposto. Pare no meio e veja que isso tem sido sempre uma trapaça da mente. É assim que a mente tem dominado você - através do oposto. Você já percebeu isso?

    Depois de fazer amor com uma mulher, você de repente começa a pensar em abstinência sexual, brahmacharya e isso exerce uma fascinação tão persuasiva que naquele momento você sente como se nada mais existisse para ser alcançado. Você se sente frustrado, enganado, você sente que não havia nada naquele sexo e que somente bramacharya contém a felicidade. Mas depois de vinte e quatro horas, o sexo de novo se torna importante, e de novo você se move para ele.

    O que a mente está fazendo? Depois do ato sexual ela começa a pensar no oposto, o qual, de novo, cria a vontade do sexo.

    Um homem violento começa a pensar na não-violência, então ele poderá facilmente se tornar violento de novo. Um homem que fica raivoso repetidamente, sempre pensa em não ter raiva, sempre decide não ficar raivoso novamente. Essa decisão ajuda-o a ficar com raiva de novo.

    Se você realmente não quiser ficar raivoso de novo, não tome decisão contra a raiva. Simplesmente olhe para a raiva e olhe para essa sombra da raiva que você pensa que é não ter raiva. Olhe para o sexo e para essa sombra do sexo que você pensa que é brahmacharya, abstinência sexual. Isso é só negatividade, ausência. Olhe para o excesso do comer e para a sua sombra que é o jejum. Jejuns sempre seguem o comer demais, a indulgência demasiada é sempre seguida por votos de celibato; a tensão é sempre seguida por algumas técnicas de meditação. Olhe para essas coisas juntas, sinta como elas estão relacionadas, como elas são parte de um só processo.

    Se você puder compreender isso, a meditação acontecerá em você. Na verdade, ela não é algo a ser feito, ela é uma questão de compreensão. Ela não é um esforço, ela não é algo a ser cultivado. Ela é algo a ser profundamente compreendido.

    Compreensão dá liberdade.
    Conhecer todo o mecanismo da mente é transformação.
    Então, de repente, o relógio pára, o tempo desaparece.
    E parando o relógio, não existe mente.
    Parando o tempo, onde você está?
    O barco está vazio.

    O homem do Tao age sem impedimentos....
    Você age sempre com impedimentos, o oposto está sempre ali criando o impedimento, você não é um fluxo.

    Se você ama, o ódio está sempre ali como um impedimento. Se você se movimenta, alguma coisa está puxando você para trás, você nunca se move totalmente, alguma coisa sempre fica para trás, o movimento não é total. Você se move com uma perna, mas a outra perna não se move. Como você pode se mover? O impedimento está ali.

    A sua angústia, a sua ansiedade é esse impedimento, é essa contínua movimentação de uma metade e não movimentação da outra metade.

    Por que você está tão angustiado?
    O que cria tanta angústia em você?
    Qualquer coisa que você faz, porque você não fica feliz fazendo aquilo?
    A felicidade somente pode acontecer para o todo, nunca para a parte.

    Quando o todo se movimenta sem qualquer impedimento, o próprio movimento é felicidade. Felicidade não é alguma coisa que vem de fora - ela é uma sensação que vem quando o seu Ser como um todo se movimenta, o próprio movimento do todo é felicidade. Não é alguma coisa acontecendo para você, ela surge a partir de você, ela é uma harmonia no seu Ser.

    Se você está dividido - e você está sempre dividido: metade se movendo, metade segurando; metade dizendo sim, metade dizendo não; metade amando, metade odiando. Você é um reino dividido, existe um conflito constante dentro de você. Você diz alguma coisa mas aquilo nunca é o que você quer dizer, porque o oposto está ali impedindo, criando uma barreira...

    A mente entra quando você está dividido. A mente se alimenta com a divisão. É por isso que Krishnamurti segue dizendo que quando o observador se torna o observado, você está em meditação...

    Sempre que a mente entra, ela entra como uma força controladora, um administrador. Ela não é o mestre, ela é o administrador. E você não chega até o mestre se o administrador não for colocado de lado. O administrador não permite que você alcance o mestre, o administrador sempre se mantém de pé diante da porta, controlando. E todos os administradores administram mal - a mente tem feito um grande trabalho de má administração...

    Lao Tzu disse: quando não havia nem um simples filósofo, tudo se resolvia, não haviam perguntas e todas as respostas estavam disponíveis. Quando os filósofos surgiram, as perguntas vieram e as respostas desapareceram. Sempre que há uma pergunta, a resposta está muito longe. Sempre que você pergunta, você nunca obtém a resposta, mas quando você pára de perguntar, você descobrirá que a resposta sempre esteve ali...

    O que é felicidade? Felicidade é a sensação que surge em você quando o observador se torna o observado. Felicidade é a sensação que surge em você quando você está em harmonia, não fragmentado, uma unidade, não desintegrado, não dividido. Essa sensação não é algo que vem de fora. Ela é a melodia que cresce em você a partir da sua harmonia interior...

    O sol está nascendo... de repente você olha e o observador não está ali. O sol não está ali e você não está ali. Não há nenhum observador e nenhum observado. Simplesmente o sol está nascendo e a sua mente não está ali para controlar. Você não vê e diz: "o sol está lindo". No momento que você disser, a felicidade foi perdida. Então já não existe nenhuma felicidade, ela já se tornou passado, ela já se foi.

    De repente você vê o sol nascendo e aquele que vê não está ali, aquele que vê ainda não entrou, ainda não se tornou um pensamento. Você ainda não olhou, não analisou, ainda não observou. O sol está nascendo e ali não existe ninguém, o barco está vazio, existe felicidade, um vislumbre. Mas a mente imediatamente entra e diz "o sol está lindo, esse nascer do sol está lindo". A comparação entrou e a beleza foi perdida.

    Aqueles que sabem, dizem que sempre que você diz: "eu te amo" para uma pessoa, o amor foi perdido. O amor se foi porque o amante entrou. Como pode existir amor quando a divisão, o controlador entra? É a mente que diz: "eu te amo", porque, na verdade, no amor não existe nenhum eu e nenhum tu. No amor não existem indivíduos. O amor é uma fusão, uma dissolução, eles não são dois.

    O amor existe, não os amantes. No amor, o amor existe, não os amantes, mas a mente entra e diz: "eu estou amando, eu te amo". Quando o "eu" entra, a dúvida entra, a divisão entra e o amor não está mais ali.

    Muitas vezes em meditação você tem alguns vislumbres. Lembre-se: sempre que você sentir tais vislumbres, não diga: "quão belo é", não diga "quão amoroso é", porque é assim que você perde o vislumbre.

    Sempre que o vislumbre vier, deixe que ele esteja ali...

    Quando em meditação você tiver um vislumbre de algum êxtase, deixe que ele aconteça, deixe-o ir fundo. Não divida a si mesmo. Não faça qualquer declaração, senão o contato será perdido.

    _______________________________________

    Mensagem enviada por Manoel Egidio
    www.manuscritoshaumbra.com
    _______________________________________


    POR QUE FAZER CONCESSÕES?
    Por OSHO



    Lembre-se de nunca fazer concessões.
    Fazer concessões é absolutamente contra toda a minha visão.

    Veja as pessoas. Elas são infelizes porque têm feito concessões em tudo, e elas não podem perdoar a si mesmas porque fizeram concessões. Elas sabem que poderiam ter ousado, mas elas provaram ser covardes. Sob seus próprios olhos elas caíram, perderam a auto-estima; isso é o que as concessões fazem.

    Por que alguém deveria fazer concessões?
    O que temos a perder?

    Nesta pequena vida, viva tão totalmente quanto possível.

    Não tenha medo de ir ao extremo, você não pode ir mais do que o total, que é a última linha, e não faça concessões. Sua mente pende totalmente para as concessões porque é assim que fomos educados, condicionados.

    Concessão é uma das palavras mais feias da nossa linguagem.
    Ela significa: eu dou metade, você dá metade; eu entro com a metade, você entra com a metade.

    Mas por quê?

    Quando você pode ter o todo, quando você pode comer o bolo e também tê-lo, então por que fazer concessões?

    Basta um pouco de coragem, apenas um pouco de ousadia - e só no início.

    Depois de ter experimentado a beleza da não-concessão e da dignidade que ela traz, e a alegria, e a integridade e a individualidade, pela primeira vez você sente que tem raízes, que tem um centro, que vive por si próprio, que você não vive como um homem de negócios - viver a vida como um homem de negócios é prostituição.

    Viva como um guerreiro.

    Desta ou daquela maneira, mas nunca faça concessões.

    É melhor ser derrotado, mas totalmente, que ser vitorioso por meio de uma concessão; essa vitória não lhe trará nada a não ser humilhação, e a derrota sem concessões ainda assim vai dar-lhe dignidade.


    _________________________________

    Osho, em "The Transmission of the Lamp"
    www.palavrasdeosho.com
    _________________________________


    LUZ!
    STELA


    segunda-feira, 1 de novembro de 2010

    MENSAGEM DE MAIMONIDES


    MENSAGEM DE MAIMONIDES
    Recebida por Armando Carboni
    01 de novembro de 2010




    Em cada mensagem, cada alerta ou cada conselho que passamos a vocês que aqui vivem, nós não podemos extrapolar em nossos conceitos, e sim, temos que procurar uma forma para que vocês possam nos entender.

    Não podemos ir além de sua compreensão, visto que existimos em planos diferentes e as diferenças são muitas.

    Mas a essência das palavras de Deus, podemos afirmar, é a mesma: pureza, caráter, amor, dignidade e vai por aí afora.

    Embora no nosso plano a compreensão desses valores produz uma maneira diferente de senti-los.

    Temos uma sutileza mais ampla e mais positiva de exercermo-los.

    Não quero que vocês pensem que eu estou querendo dizer que somos melhores ou mais inteligentes e que temos mais prioridade do que vocês ante nosso Pai, mas sim que somos seres com uma maior evolução e com isso, temos a obrigação e a condição de poder ajudá-los, passando informações para que vocês encontrem o melhor caminho e que nem sempre é o mesmo caminho a seguir por todos vocês.

    Há alternativas diferentes para cada um de vocês.

    Embora, no plano geral, essas alternativas possam ser iguais, a maneira de vocês entenderem é diferente.

    Por isso há erros e acertos em suas caminhadas.
    E Deus lhes deu livre arbítrio para que saibam o que é certo e o que é errado.

    E para que vocês deem aos necessitados o que eles precisam - não estou pedindo que lhes deem dinheiro ou que os sustentem, porque isso não resolverá os problemas deles - o que eu quero que vocês deem é orientação e ensinem-nos como cuidarem de si mesmos.

    Orientem esses aflitos para usarem seus próprios predicados a fim de vencerem suas aflições e se tornarem bons cidadãos.

    É esse o caminho certo, é esse o caminho bom.
    Não basta somente boa intenção, é preciso ter determinação para resolver.
    Não basta empurrar os problemas para frente, é preciso saná-los.
    É preciso diminuir essa desigualdade que cresceu entre vocês.

    Não há uma frase que vocês já usaram muito: "de boa intenção o inferno já estaria cheio"?

    E isso seria uma verdade, se o inferno realmente existisse. Mas isso felizmente não é verdade. É mais uma inverdade inventada pelos homens para impor medo aos seus semelhantes.

    E este meu apelo seria insignificante se esses líderes que governam este mundo tivessem mais sensibilidade, demonstrassem mais carinho pelas pessoas que eles governam, dando a elas a escola que realmente ensinasse como se comportar, como viver, dando confiança, protegendo sua saúde de uma forma positiva e proporcionando as oportunidades de trabalho para poderem se sustentar.

    E eu não precisaria estar aqui neste momento me dirigindo a vocês, indignado com tudo que está ocorrendo.

    Este não é o mundo que foi imaginado, não é o mundo que deveria existir.
    Este mundo deveria ter mais benefícios, mais amor e mais compreensão.

    Deveria ter uma união mais concreta entre vocês, mais solidariedade, menos ganância e mais vontade de se fazerem úteis.

    A sinceridade foi se tornando indisponível e vocês chegaram onde estão por culpa de poucos que envolveram todos em um seguimento injusto e doloroso; e que agora só resta esperar.

    Vejam bem, eu estou falando "esperar" e não em cruzar os braços e descansar.
    Vocês têm que se unir em um só pensamento, em uma só intenção: da melhora.

    Não se contentem com pouco, exijam o máximo daqueles que os lideram porque eles vão tentar tirar o máximo de vocês.

    Não fiquem sozinhos, unam-se, porque no final de qualquer análise, os verdadeiros líderes são vocês.

    Lutem com garra, mas sem ódio no coração.
    Empenhem-se na conquista do que já é de vocês com alegria e com amor.

    Vocês são criaturas sagradas, todos vocês vieram de uma região onde a paz e a compreensão entre todos se fazem sempre presentes.

    Não se deixem levar pelos maus momentos e não deixem que esses maus momentos tirem de vocês os sentimentos de ternura que vocês têm pelo Pai que os criou.

    E acreditem que tudo voltará ao que era.
    Creiam nisso, creiam que Deus, o nosso Pai Maior não se esquecerá de vocês.

    Acreditem nisso.

    A minha longevidade pode afirmar. Eu venho de muitos séculos, já vi o mundo de vocês em perigo, mas nunca como estou vendo agora.

    Eu já fui Maimonides.

    _____________________________________

    Mensagem enviada por Armando Carboni
    _____________________________________

    LUZ!
    STELA

    domingo, 31 de outubro de 2010

    UM ALERTA DE SALOMÃO


    UM ALERTA DE SALOMÃO
    Recebido por Armando Carboni
    30 de outubro de 2010, às 11:00




    O que nós realmente nos propomos é simplificar a vida de vocês e facilitar cada vez mais a vocês ultrapassarem as dificuldades de suas vidas que, infelizmente, sempre existirão.

    Nossa missão foi pré-estabelecida e, por orientações superiores, temos que afastar de vocês tudo o que for de origem negativa. Nós temos que incentivá-los e conduzi-los a um bom caminho. Nós devemos ajudá-los em sua caminhada e fortalecer todos aqueles que desanimarem e que se julgarem fracos.

    No entanto, não são poucas essas pessoas que se entregam à passividade e cujo número está crescendo de uma forma assustadora dificultando a nossa missão, pois se aliam ao fracasso, o que as torna inoperantes e vazias.

    A globalização deste planeta, desordenada e sem nenhum critério, com total falta de transparência e sem consciência, e sem fé em Deus, os ajudou muito a chegarem a esse espaço quase catastrófico.

    Mas em algum momento a Lei de Deus poderá ser acionada para a avaliação de que tudo ainda é certo ou se está tudo errado. E é esta demonstração que consolidará as mudanças que em minha opinião terão que ser drásticas.

    Não vou pedir para que não tenham medo.
    Vocês entendam como puderem.

    Vocês têm a capacidade de reconhecer aonde querem chegar. Vocês têm a capacidade de escolher o lado que ficarão quando o sino sagrado da Lei de Deus se fizer ouvir.

    Vocês não precisam levar em consideração o que eu estou lhes dizendo, mas deverão analisar e procurar entender esta minha orientação.

    Eu não precisava orientá-los.
    Eu não precisava fazer nenhum alerta.

    Estou somente fazendo isso porque eu quero, por um desejo simples e sem querer impor a vocês nenhuma obrigação. Quero apenas que vocês sintam que os recursos por si só acabaram. E a estabilização da ordem se tornou impossível pelo bom senso, e ela virá com rigor, numa rigidez que nunca foi aplicada neste planeta desde a sua criação.

    Vocês poderão me perguntar: "Isto não seria uma vingança? E como vingança, não estaria, como em todas as vinganças, cometendo uma injustiça?"

    E eu respondo com a mais absoluta certeza que injustiça foi o que o ser humano fez com este planeta. Prejudicou-o tanto, danificou-o tanto que chegou a hora do ajuste, chegou a hora de sua salvação. Não há nenhuma vingança, há somente o momento certo para sua normalização.

    Vocês chegarão na hora certa às suas convergências. Tudo tem cura, há remédio para todos os males e soluções para todos os problemas, só é preciso descobri-los.

    Abram os seus pensamentos, afastem as cortinas que estão escondendo o seu coração e mostrem os seus sentimentos. Vocês são criaturas criadas por Deus e certamente têm dentro de seus corpos algo bom, algo verdadeiro e abençoado.

    Mostrem-se a todos como vocês são.

    Juntos, melhoraremos este mundo. Juntos, faremos desta Terra o que vocês querem: com oportunidade para todos.

    Não vou pedir a vocês para serem bons, mesmo por que o seu instinto fará de vocês pessoas boas, fará de vocês pessoas decentes.

    Não pedirei que tenham fé, não pedirei a vocês para acreditarem em um Pai Amoroso que estará sempre ao seu lado, porque o seu sentimento os fará acreditarem que Deus existe.

    Eu Sou Salomão.
    Não preciso pedir nada a vocês.

    Todos aqueles que derem valor ao seu sentimento e o colocarem para transformação desta Terra estarão entrando no caminho da própria recuperação.

    Vocês estão se tornando filhos de Deus e isto tem uma importância valiosa, pois estão seguindo pelo seu bom instinto, mostrando seus bons critérios, mostrando a sua responsabilidade e certamente conhecerão todos os empreendimentos deste Mundo Novo.

    Amem seus irmãos, amem a Deus e amem a si mesmos.

    ______________________________________

    Mensagem enviada por Armando Carboni
    ______________________________________

    LUZ!!
    STELA