quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Cloreto de Magnésio P.A. - O Santo Remédio

Cloreto de Magnésio P.A.
O Santo Remédio


Chamado de “mineral da bela” pelos chineses antigos, a sua beleza é vista no poder de cura absoluta que ele contém. É nada menos que um mineral milagroso. Ele tem a chave para centenas de reações enzimáticas essenciais e nos processos celulares. Cloreto de Magnésio, quando fornecido em quantidades suficientes, pode melhorar a fisiologia celular de uma forma muito poderosa.


LINK YOUTUBE


Cloreto de magnésio PA, Dosagem, em verrugas, cálculos renais


LINK YOUTUBE

Cloreto de Magnésio PA

Sem o magnésio nosso corpo colapsa, avaria, perde a energia, não consegue efetuar reparos aos danos sofridos. O cloreto de magnésio pode ser considerado como uma solução médica milagrosa para a humanidade. Quando os níveis celulares baixos são corrigidos é isso que parece, que um milagre ocorreu. Inúmeras queixas se vão sem nenhum dos remédios modernos, que intoxicam e não cumprem o papel de curar. Na minha clínica vejo isso acontecer diariamente.

Dra. Tamara Mazaracki

Graduação em Medicina – UNIRIO
Membro da Associação Brasileira de Nutrologia – ABRAN
Título de Especialista em Nutrologia – Associação Médica Brasileira – AMB
Pós-Graduação em Terapia Ortomolecular , Nutrição Celular e Longevidade – Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo – FACIS-IBEH

O que é?

O Cloreto de Magnésio PA é um composto químico inorgânico, de fórmula MgCl2, constituído por um íon magnésio e dois íons cloreto. É usado na medicina, para fins terapêuticos, como fonte de íons de magnésio, essenciais para muitas atividades celulares.

Qual a Função?

A função principal do magnésio é na ativação enzimática – este mineral está envolvido em mais de 350 reações enzimáticas essenciais à vida, abrangendo todos os aspectos da fisiologia humana. Também tem ação direta na produção de ATP, a molécula de energia do nosso corpo, no funcionamento do músculo cardíaco, na formação de ossos e dentes, no relaxamento de vasos sanguíneos, na função intestinal, e em muitos outros órgãos e tecidos.

As duas funções mais importantes do magnésio são regular o metabolismo do cálcio no organismo: fixar cálcio onde necessário e elimina-lo de onde provoca doença. As calcificações na coluna, as calcificações nas articulações, as calcificações nas artérias, ocorrem por carência de magnésio. As calcificações nos rins, (cálculos de oxalato de cálcio), ocorrem por falta de magnésio. Basta repor magnésio que ele derrete esses cálculos renais, que não sejam os de urato e fosfato.

Pelo Dr. Luiz Moura 

Onde se Encontra?

Aproximadamente 60% do magnésio está armazenado nos ossos, 26% nos músculos, e os 14% restantes estão distribuídos pelos outros tecidos e fluidos corporais. Há uma alta concentração de magnésio nos órgãos mais ativos metaforicamente, como o cérebro, coração, fígado e rins. O magnésio é tão precioso para o corpo que fica quase todo guardado dentro das células, no compartimento intracelular. Somente 1% do nosso magnésio total circula pelo sangue.

Níveis de Magnésio no Corpo

Quase sempre o magnésio se encontra dentro dos níveis de referência considerados normais. Se o magnésio presente no sangue estiver baixo, isto significa que a situação está crítica e há uma deficiência crônica e perigosa. Na verdade a deficiência de magnésio deve ser medida pelos sinais e sintomas que o indivíduo apresenta, e as estimativas são de que 80% da população têm carência de magnésio.


LINK YOUTUBE

Fatores que acarretam carência de Magnésio:

- Solo pobre em Magnésio e o uso de adubos químicos N.P.K. (Nitrogênio, Fósforo e Potássio).
  Por antagonismo o nível de potássio absorvido pela planta inibe a absorção do Magnésio.

- Consumo excessivo de gorduras saturadas, laticínios e proteínas na alimentação diária;

- Prática de esportes ou de exercícios de alta intensidade, que provocam muita sudorese;

- Regimes de emagrecimento prolongados;

- Uso habitual de diuréticos e ou de laxantes;

- Mulheres que fazem uso regular de pílulas anticoncepcionais ou reposição de estrogênio;

- Elevado consumo de bebidas alcoólicas e ou excesso de refrigerantes à base de cola;

- Dietas ricas em carboidratos (açúcar) e sal refinado;

- Estados frequentes de ansiedade e “stress”;

- Consumo elevado de produtos a base de Cálcio.

Sinais de Carência:

A deficiência de magnésio pode ser detectada a partir de queixas, desconfortos e diversas doenças presentes no indivíduo:

Ansiedade, pânico depressão, insônia, nervosismo, hiperatividade, desordem de atenção, doenças cardíacas, tromboses, hipertensão arterial, doenças hepáticas, doença renal, cálculos, cistites de repetição, diabetes hipo glicemia, fadiga crônica, doenças intestinais, obstipação, asma, tensão pré-menstrual, infertilidade, cólica menstrual, verrugas.

Irritabilidade dos nervos e músculos, inclusive tiques nervosos e cãibras transtornos neurológicos e psíquicos, como dores de cabeça, vertigens, cansaço visual, tremores nas pálpebras, batimentos cardíacos irregulares (taquicardia), distúrbios glandulares, transtornos digestivos, lentidão no funcionamento do fígado, contrações da vesícula biliar, micções noturnas e problemas na próstata.


Dosagem do uso do magnésio:

O cloreto de magnésio em pó deve ser diluído em água filtrada ou mineral.

Para 1 litro de água coloque 1 colher de sopa, o equivalente a 20 gramas de cloreto de magnésio. Misture até dissolver e guarde no frigorifico.

A dose básica a ser tomada é 50 ml (1 copinho de café) 1 a 2 vezes por dia. Para o tratamento de deficiências mais sérias esta dose pode ser aumentada para 3 a 4 vezes por dia. Se houver qualquer reação adversa, como diarreia, náusea ou sonolência, reduza a dose.

Para a limpeza de feridas a proporção é de 1/5 colher de sopa 10 gramas para 1L de água filtrada ou fervida. Além do efeito bactericida, esta solução de cloreto de magnésio estimula a imunidade local, o que ajuda a acelerar a cicatrização.

Suplemento Alimentar

O magnésio é de enorme importância no uso do dia a dia.
Todos o deveríamos tomar.

Os alimentos hoje são muito pobres em magnésio. O motivo é simples: as plantas precisam muito do magnésio para respirar – o mecanismo clorofílico, a fixação do gás carbônico e eliminação do oxigênio é um processo realizado através do magnésio.

Acontece que o adubo químico que se usa hoje em dia é o NPK – nitrogênio, fósforo e potássio. Ou seja, não se repõe o magnésio na terra. Antigamente – quando as cidades eram todas de casas que tinham fossa – o magnésio que é eliminado pelas fezes voltava para o lençol freático. Hoje os esgotos são tratados e as terras encontram-se cada vez mais pobres em magnésio.

Há contra-indicação para o uso do Cloreto de Magnésio?

O Magnésio não deve ser tomado por pessoas que tenham insuficiência renal. Porque o magnésio em excesso é eliminado pela urina. Se a pessoa não estiver urinando, pode passar de uma hipomagnesemia – que é o comum – para uma hipermagnesemia.

Os “milagres científicos” da Medicina

Apesar de toda a fortuna investida pelos grandes laboratórios na busca de medicamentos fabulosos e mirabolantes, no século 21 a humanidade continua sendo vitimada por doenças crônicas e degenerativas cuja incidência aumenta cada vez mais.

Diabetes, doença cardíaca, câncer, obesidade, doenças neurológicas, depressão, osteoporose – estas pragas modernas explodem e fogem do controle de autoridades médicas, sanitárias e governamentais, e o pior é que eles estão perdidos e confusos sobre os factores básicos ligados à saúde.

A simplicidade do magnésio

A base da verdade científica na medicina está no magnésio, pois ele está no centro exato da vida biológica, assim como o ar e a água.

magnésio na clorofila

Magnésio é o elemento central na clorofila e a base do início da vida no planeta.

A luz da vida

No centro da molécula de clorofila, presente em todas as plantas, está um mineral essencial para a vida, o magnésio. 

É ele que captura a luz solar e a transforma em energia num processo conhecido como fotossíntese. 

É interessante notar que a clorofila é quase idêntica à hemoglobina, uma molécula presente no nosso sangue e responsável pela oxigenação dos tecidos – a diferença entre estas duas moléculas é que o átomo central da hemoglobina é o ferro, e o coração da clorofila é o magnésio.

Nas plantas é o magnésio que vai transformar a luz em alimento. Deste fato depende toda a vida na face da Terra. Se as plantas não tiverem magnésio, elas não são capazes de se nutrir através dos raios solares. Quando o magnésio está deficiente a planta definha, perde o viço e começa a morrer. Nós somos assim também – não poderíamos respirar, mover os músculos ou usar nosso cérebro sem magnésio suficiente em nossas células. - Dra. Tamara Mazaracki

A CURA DO PADRE BENO

O magnésio é uma descoberta fulminante da década de 1980, pouco difundida. Não é remédio,
mas sim alimento essencial para a vida, a ponto de animais novos, bem tratados mas sem
magnésio, morrerem todos em um mês. O magnésio controla 18 minerais e tem umas 300
funções.

Quem sofre de bico de papagaio, nervo ciático, coluna e calcificação pode se curar de forma perfeita, indolor, fácil e barata. E tem, ao mesmo tempo, a cura de todas as doenças causadas pela carência de cloreto de magnésio no passado, até a artrose. - Padre. Benno J. Shorr – padre jesuíta, Professor de Física, Química e Biologia do Colégio Catarinense / Sta. Catarina.

Padre. Benno J. Shorr:

Minha cura: Iniciei minha cura aos 61 anos. Dez anos antes, eu estava quase paralítico, sentia pontadas agudas na região lombar – um bico de papagaio incurável, segundo o médico. Após cinco anos, o peso virou dor e, apesar de todos os tratamentos, a dor só aumentava.

Sem tardar, voltei a Florianópolis com novas radiografias e procurei um especialista. Agora já era um bando de bicos de papagaios, calcificados, duros em grau avançado.

Nada se poderia fazer. As dez aplicações de ondas curtas e distensões da coluna não detiveram a dor, a ponto de nem mais deitado eu poder dormir. Ficava sentado, até quase cair da cadeira, de tanto sono.

Providencialmente, fui ao Encontro dos Jesuítas Cientistas, em Porto Alegre e o Padre Suarez me disse ser fácil à cura com cloreto de magnésio, mostrando-me o pequeno livro do Padre Puig, jesuíta espanhol que descobriu o uso do cloreto de magnésio: sua mão era dura de tão calcificada, mas, com este sal, ficou móvel como a de uma menina; o mesmo aconteceu com parentes seus. E brincando, ele disse: “Com este sal só se morre dando um tiro na cabeça ou por acidente”.

Em Florianópolis, logo comecei a tomar uma dose pela manhã e uma à noite; mesmo assim continuei dormindo encolhido até o 20º dia; naquela manhã, porém, acordei estirado na casa, sem dor. Mas caminhar ainda era um sofrimento. Depois de 30 dias, eu me levantei sentindo-me estranho: “Será que estou sonhando? “

Nada mais me doía! Dei até uma voltinha pela cidade, sentindo, contudo, o peso de 10 anos antes. Aos 40 dias caminhei o dia inteiro sentindo menos peso; três meses depois minha flexibilidade aumentava. Dez meses já se passaram e me dobro quase como uma cobra.

Outros efeitos: O cloreto de magnésio arranca o cálcio dos lugares indevidos e o fixa solidamente nos ossos.

Ainda mais: minha pulsação que sempre estava abaixo de 40 – eu já pensava em marca passo – normalizou-se. O sistema nervoso ficou notarialmente calmo, ganhei maior lucidez, meu sangue estava descalcificado e fluido.

As freqüentes pontadas do fígado desapareceram. A próstata, que eu deveria operar assim que tivesse uma folga nos trabalhos, já não me incomoda muito. Houve ainda outros efeitos, a ponto de várias pessoas me perguntarem:

- “O que está acontecendo com você? Está mais jovem!”

- “É isso mesmo”.

Voltou-me a alegria de viver. Por isso, me vejo na obrigação de repartir o “jeitinho” que o bom Deus me deu. Centenas se curaram em Santa Catarina depois de anos de sofrimento com males da coluna, artrose etc.

1. O Segredo do Magnésio É indispensável conhecê-lo. Todos nós nascemos de uma única
célula, que se multiplica, até a a idade adulta, em cerca de 100 trilhões de células variadas, que
nos dão calor e energia. Enfileiradas, dariam uma volta ao mundo, ou mais.

– CÉLULA SADIA – Cada célula tem no seu interior um pequeno núcleo, tido como sede da vida,
com toda a programação da primeira célula. O núcleo consiste de enorme conjunto de átomos,
em forma de rede espiralada, onde aqui e ali há um átomo de magnésio, tipo -borrachinha- -
este é o segredo! Tais células são flexíveis e ativas, como o corpo todo. Na formação das novas
células, o magnésio escolhe as substâncias programadas, todas de origem animal, como único
material de construção, ao menos até os 6 anos de idade, para dar acabamento ao cérebro e
evitar deficiência mental. Assim, cada célula sabe e segue o programa da primeira célula, sem
faltar um cabelo sequer. Nos adultos, a célula-mãe se desfaz, para evitar o -gigantismo-. O
magnésio constrói as células.

– CÉLULA DOENTE – Se faltar magnésio na formação das células, invade seu lugar o cálcio, tipo
-pedrinha-. Tais células vão perdendo flexibilidade e atividade, e todo o corpo endurece,
envelhece e se cansa à toa. Aí, o -diabo está solto-… O cálcio mata pelo menos 80% por doenças
como calcificações, artrites, ciáticas incuráveis, câncer, infartos – umas 6 mil doenças. Umas são
de doer e gemer. Outras são de morrer, no duro! Mas agora temos…

– A MAGIA – Basta devolver o magnésio que falta, e ele vai direto aos núcleos chutar fora as
pedrinhas, o cálcio invasor, e retoma seu lugar como -borrachinha-. Assim, o corpo endurecido
volta aos poucos a ser flexível e ativo, pois o magnésio é o restaurador das células. O magnésio,
com seus 18 minerais ajudantes, vai patrulhando até os últimos becos do corpo, limpa as
arteriazinhas… O magnésio chega lá!

2. REFINADOS – Então o bom Deus esqueceu do magnésio nos alimentos - Não! Ele entregou o
domínio da natureza perfeita ao homem racional. A culpa é do próprio homem, obcecado por
paixões de ganância, gula, vaidade… O industrial visa a lucros e refina, retira o -sujinho- dos
grãos de arroz e do trigo, o melaço escuro do açúcar. Do sal marinho, rejeita o magnésio, que
umedece, o iodo e mais 20 sais salubérrimos. Gaba-se do -progresso-, dos -alimentos brancos-… 

Desses 4 alimentos básicos, os mais consumidos no mundo, vende a bom preço esses
restinhos -sujos- ao gado, para a sua saúde. Logo, sabe o que faz! No entanto, reserva para si o
restante -bagaço branco- e, doente, corre à farmácia, pagando o cêntuplo por drogas ineficazes.
Assim, o homem -fatura- nada menos que 50% das mortes por câncer…

O que fazer? Compre a farinha de trigo cinzenta e não a branca, que é puro bagaço, e junte ainda farelo de arroz ou trigo. Arroz, só descasque e não tire o farelo dourado, os sais da saúde. Do açúcar, apenas evapore a água, pois o açúcar amarelo faz a saúde dos nordestinos e a nossa. O sal saudável é o que se dá ao gado. Afine-o com uma garrafa sobre a mesa. Tem uns 10 minerais – é ótimo!

2a. ESTRESSE – É o esgotamento perigoso, por falta de magnésio nos alimentos industrializados. Isso provoca em gente ativa um ciclo perigoso, assim: A falta de magnésio faz das ocupações preocupações, ânsia que gera o começo do estresse, que consome magnésio.

Recomeça o ciclo, sem parar: Menos magnésio dá mais ânsia, mais estresse e menos magnésio,
mais ânsia… até ocorrer o colapso, às vezes fatal. 

Cura certa: Siga a RECEITA GERAL (item 8) por uns meses, até sentir-se forte. 
Siga então o item 13, até o fim.

3. PREPARO DA SOLUÇÃO – Tenha à mão CLORETO DE MAGNÉSIO P.A. e uns copinhos de
plástico para cafezinho. Encha 1 (um) copinho com esse sal, socando levemente e o dissolva em
1 (um) litro d-água. Somente isso! Ou dissolva 100g de magnésio em 3 litros. A solução nunca
estraga. Uma dose é um copinho bem cheio da solução. Ponha uma dose num copo comum e
faça uma marca com adesivo. Daí para cima, ponha água à vontade, para fazer menos amargo.
Se em jejum for laxante, deixe para tomar depois do café.

4. O MEU CASO de quase paralítico, como referência. Aos 55 anos de idade, sentia estranho
peso na perna direita. Aos 65 anos, virou dor intratável. Aos 69 anos formigava toda a perna ao
ficar em pé (sentado, não). Então atinei ser bico de papagaio, já visível aos 55 anos, que
calcificara e apertava o nervo que descia à perna. Fugia da dor sentando e, na cama, enrolado
como um gato. Ouvi de um especialista: -Isso já não é um bico, mas sim um bando de
papagaios! Todas as vértebras estão calcificadas, curvando a espinha. Não tem cura?.
Angustiado, apelei instantaneamente ao bom Deus para dar um -jeitinho-… Pouco depois, o
padre Suarez mostrou-me no livro do padre Puig o uso do magnésio…

5. MINHA CURA – Comecei com uma dose diária, durante uma semana. Tudo bem! Tomei então
duas doses, sempre sentado ou enrolado até o 20º dia, quando acordei tarde e – vejam só! -
estirado, reto, sem dor. Caminhar sem dor, somente no 30º dia, quando me levantei como que a
sonhar de felicidade, pois nada mais me doía. Pequeno passeio, contudo, me fez voltar o peso de
outrora, mas que em poucos dias também sumiu. Assim, a perna sofrida estava até melhor que a
outra…

6. EFEITOS SIMULTÂNEOS – Além da ciática, curou logo o coração. Sumiram as pontadas do
fígado. A prostatite aguda em um ano pouco incomodava. Três anos depois, nem sinal dela.
Descalcificou-se a espinha e em 3 anos fiquei flexível como cobra. A lucidez voltou e o cansaço
se foi. Curei também a erisipela, quando voltou, tomando 3 doses durante 3 meses e matando,
por certo, o último micróbio escondido nas varizes. E fiquei reto! 

Daí a regra: - Tome o magnésio para uma doença só e as outras curam junto -. Voltou-me, enfim, a alegria de viver. 

E o que darei ao bom Deus pelo jeitinho grátis - De graça o difundirei!

E mais: Em 1993, descobri a cura da psoríase, que escama a pele e é incurável desde a
Antiguidade. Já no desespero, tive uma luz: - O magnésio é o construtor da célula -. Mantive então
úmida, com magnésio concentrado a pele afetada, e nova pele nasceu. Somente isso!

7. ALERTAS: Insuficiência dos rins e paratireóide (garganta). Tente devagar, com meia dose diária durante uma semana, duas meias-doses na outra semana, três meias-doses na 3ª semana, ao levantar, ao meio dia e ao deitar. Tudo bem? Então siga para o item 8, RECEITA GERAL.

Mas se piorar, diminua a dose ou vá ao médico. 
O uso desta receita fica a seu critério, ou a critério de um médico amigo.

8. RECEITA GERAL – Ver as contra-indicações no item 7. Se não houver, tome uma dose diária
durante uma semana. Tudo bem? Então tome uma dose de manhã e uma dose à noite, na segunda semana. Na fase aguda, uma dose de manhã, ao meio dia e à noite. Passada a fase aguda, volte a uma dose de manhã e outra à noite, durante meio ano ou mais, até sentir que está bem e com boa saúde. Para não recair, siga toda a vida o item 13.

Com 3 doses diárias, a pressão do sangue pode subir. Se for demais, diminua o sal de cozinha, tome remédio, ou volte a tomar duas doses. Mas não largue o magnésio, sua garantia.

9. CALCIFICAÇÃO – Que somente o magnésio cura. É o mais comum, uma série de doenças até
mortais: coronárias entupidas, necrose (sem vida), infarto, pontes de safena, coágulos, derrame,
trombose, arritmia, arteriosclerose (sclero=duro), válvulas duras, incrus-tações tipo cera
amarela, colesterol, coluna, ciática… O magnésio tira o cálcio patogênico e o fixa nos ossos, que
nunca ataca. E cura osteoporose. Ver item 8.

10. ARTRITE E ARTROSE, que só o magnésio cura. Artrite, reumatismo, gota, inflamam com
dor as articulações nos dedos e no corpo todo. E a artrose as degenera por acúmulo de ácido
úrico, que os rins já não eliminam, por falta de magnésio. Cuidado: Ver item 7, e depois o item
8.

11. CÂNCER, que somente o magnésio evita, e infartos. As células de doentes podem estar
incompletas, por falta de substâncias (refinados, depauperados) ou presença de partículas estranhas (fumo, tóxicos, radiações, metais pesados). Essas células anormais, presentes em todas as pessoas, somente se tornam perigosas ao se agruparem, causando lesões, o pré-câncer — que o magnésio cura. Ao formar tumor, câncer, o magnésio não cura mais (mas o elixir F. Kotelak2 já curou muito câncer e diabetes). Nódulos no seio e freqüente câncer em parentes: siga logo a RECEITA GERAL (item 8). Mas câncer da pele, que dá chagas incuráveis, o magnésio cura em um ano e tanto. Siga o item 8. Assim você se salva do câncer, de infartos, de quase tudo, simultaneamente.

12. INFECÇÕES – O magnésio reforça as defesas naturais do organismo: duplica os glóbulos
brancos, soldados do sangue que matam o triplo de micróbios. O magnésio é ótimo contra furúnculos, inflamações. Cura erisipela (veja item 6). Em manchas da pele, psoríase, alergias, acne, tóxicos, feridas – ponha um paninho úmido com magnésio, ou passe com a mão. Para psoríase, solução concentrada (ver item 6).

13. CIRURGIAS – Na véspera, tome de 3 a 5 doses espaçadas. Cura rápido, sem infecção e boa
disposição.

Padre Beno J. Schorr

Professor de Física, Química e Biologia,
Colégio Catarinense
(30/09/1985)



Saúde Já... CLORETO DE MAGNÉSIO


LINK YOUTUBE


AULA SOBRE MAGNÉSIO COM DR. ARNOLDO VELOSO DA COSTA


LINK YOUTUBE





Nota Stela - Eu compro o envelope de Cloreto de Magnésio PA em farmácia de manipulação.

Farmácias de manipulação, geralmente, tem.
Tirei uma foto do envelope para vocês verem a embalagem.

A embalagem já vem com a dose certa para se misturar numa jarra de água de 1 litro, mais ou menos.













Existe no mercado o Cloreto de Magnésio em cápsulas.
É facilmente encontrado nas farmácias.

Mas, eu creio que o que vem em pó tem uma assimilação melhor... eu percebi a diferença. Tomo o em cápsula quando viajo por ser mais fácil de levar.

O em pó, quando tomado em jejum tem um pequeno efeito laxativo. Bom para quem tem prisão de ventre.


Magnésio Dimalato ou Cloreto de Magnésio: Afinal, qual a diferença?

Antes de mais nada você deve saber que tanto o cloreto de Magnésio como o Magnésio dimalato são fontes de magnésio, ou seja, você obtém este mineral de ambas as substâncias.

O magnésio, por si só é um mineral importante para saúde pois auxilia na saúde do coração, ossos, hormônios, sistema nervoso e até de seus dentes. A verdade é que cada célula do corpo humano depende do magnésio para funcionar!

Tente adivinhar onde está a maior concentração de magnésio em seu corpo… Em seu cérebro e coração! Por isso a falta de magnésio pode ser fatal.

Estudo de longo prazo, publicado no American Journal of Clinical Nutrition, demostrou que o risco relativo de morte súbita cardíaca (SCD) foi significativamente menor nas mulheres com maiores índices de magnésio. Cada incremento de 0.25-mg/dL de magnésio no plasma foi associado a um risco 41 por cento menor de SCD.

Existem, de fato, algumas evidências que sustentam a relação entre magnésio e saúde do coração, e voltando à década de 1930, médicos costumavam prescrever magnésio para doenças cardíacas.

Como escrito em Magnífico Magnésio, publicado pela primeira vez na revista da Fundação Weston A. Price: “O magnésio trabalha em conjunto com o cálcio para regular os impulsos elétricos na célula – a concentração de magnésio no interior das células saudáveis é 10 mil vezes maior que a do cálcio, e há razões cruciais para esta precaução.”

Parte do benefício parece estar relacionado ao seu efeito sinérgico sobre o cálcio que ajuda a regular os impulsos elétricos e evita o depósito de cálcio nos tecidos moles.

O Magnésio é responsável por mais de 300 reações bioquímicas em seu corpo. Como afirma a Weston Price Foundation : “O magnésio é tão importante para várias funções vitais do corpo, e sua deficiência está essencialmente envolvida em tantas doenças (…). A lista atual de transtornos com relações diretas e confirmadas com deficiência crônica e aguda de magnésio é longa, e inclui muitas doenças, as quais o tratamento médico convencional, normalmente, não trabalha a insuficiência de magnésio. “

Magnésio Dimalato

Magnesio_Dimalato_350Já o Magnésio Dimalato, além do magnésio (cujos benefícios estão relacionados acima) você também encontra em conjunto o Ácido Málico. O Ácido Málico é um ácido orgânico. Este ácido é formado em ciclos metabólicos nas células de plantas e animais, incluindo seres humanos. Nos dois ciclos, o de Krebs e glioxilato, é fornecido energia as células e auxilia a formação de aminoácidos.

O ácido málico é empregado em casos de fibromialgia (síndrome crônica caracterizada por queixa dolorosa músculo-esquelética difusa e pela presença de pontos dolorosos em regiões anatomicamente determinadas) e cansaço crônico. Segundo propõe-se, o ácido málico pode reverter a inibição da glicólise e da produção da energia afetadas pela hipóxia, possibilitando aumentar a produção de energia na fibromialgia e reverter o efeito negativo da hipóxia relativa. O ácido málico parece ter ainda função anti-inflamatória, podendo auxiliar na diabetes.

Detalhando: O vínculo entre o magnésio e ácido málico é frasco, tornando mais fácil para o corpo quebrar essa ligação e absorver o magnésio. Como você leu acima, o ácido málico é um componente chave da produção de energia no corpo, por isso os especialistas em saúde preferem esta forma para auxiliar no combate a fibromialgia e síndrome da fadiga crônica.

Magnésio Dimalato - Dr. Lair Ribeiro


LINK YOUTUBE

COMO FAZER A "ÁGUA DOS MILAGRES"


LINK YOUTUBE


Por favor, respeite todos os créditos.
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/01/cloreto-de-magnesio-pa-o-santo-remedio.html
Fonte: http://solucaoperfeita.com/magnesio/home

LUZ!
STELA



Print Friendly and PDF

58 comentários:

  1. Incrível como nós, que estamos trabalhando arduamente nossa ascensão, estamos em sintonia. Já a algum tempo havia ouvido falar dos benefícios do magnésio e dos malefícios do flúor. Tem quase um ano que troquei minhas pastas de dente, usando diariamente a de leite de magnésio sem flúor (Phillips) e 2 vezes por semana uma de bicarbonato de sódio sem flúor (Parodontax Original). O cloreto de magnésio anda não tinha tomado e venho utilizando o produto desde dia 25/12/13 e realmente tenho sentido mais disposição. Vamos ver com o uso mais prolongado como estarei me sentindo... Será que estamos sendo inspirados a usá-lo para o auxílio na "construção" de nosso corpo de luz? Beijosssss

    ResponderExcluir
  2. Oi Adriana!!!

    Pode ser viu.... acho que ele pode realmente nos ajudar neste ponto!!

    Eu tomei por uns meses, anos atrás, por orientação de meu acupunturista e, realmente, a dor que eu sentia nas articulações sumiuuuuuu!! Meu ânimo melhorou muito e a saúde em geral também.

    Voltei a tomar agora para ajudar nos sintomas de cansaço etc que venho sentindo, acho que, em grande parte, pelas energias que vem sendo dispensadas à Terra e humanidade pelas explosões solares..... e tenho certeza de que vou melhorar!! ;)

    Beijossss

    Stela


    ResponderExcluir
  3. Olá Stela!
    Pesquisando sobre o uso do Cloreto de Magnésio em cães e gatos, e, como sei, que Nada É Por Acaso, deparei-me com seu Iluminado Blog, e acabei descobrindo que, tenho muitos dos problemas de saúde mencionados no Artigo!
    Estou encantada com o Poder de Cura deste Composto Químico, e, como não tenho Problema Renal, pretendo fazer uso; mas, é claro, que antes, consultarei um médico, embora nunca tenha conhecido um, que soubesse desse Composto Milagroso, pois sofro de Fibromialgia, e acabei por me tornar Dependente de Remédios controlados, e Cálcio + Vitamina D, que, no meu caso, não fazem muito efeito!
    Queria saber, se precisa de Receita Médica, pois muitas Farmácias de Manipulação, Não aceitam sem receita; e se, por acaso, você sabe como deve ser a fórmula para uso em cães e gatos?
    Amei seu Blog, e já está nos meus favoritos!
    Beijoquinhas de Luz e Paz em seu Nobre Coração!

    ResponderExcluir
  4. Olá Teresa!

    O Cloreto de Magnésio é vendido em farmácias de homeopatia/manipulação e não precisa de receita... Nessas farmácias ele vem no envelope aluminizado como o da foto, e já vem na medida certa para colocar numa jarra de 1 litro a 1 litro e meio de água.

    Nas farmácias comuns ele é vendido em uma embalagem de plástico e a quantidade é maior, então vc tem que fazer a medida de 1 copinho de café descartável por jarra.

    Parece, que o aluminizado é mais puro... sei lá... eu já tomei dos dois e tive resultados maravilhosos!

    Atualmente voltei a tomar, porque é necessário fazer essa reposição sempre.

    No seu caso, tome até que os sintomas desapareçam... pode ser que, como aconteceu comigo, no inicio as dores podem até piorar um pouquinho, porque o cloreto está fazendo seu trabalho... ;)

    mas nao desanime! continue a tomar até que a dor suma. Da primeira vez que tomei, foi por meses, porque eu estava com um processo inicial, e bem dolorido, de artrite nos cotovelos, joelhos e quadril... sumiu!!

    fiquei anos sem tomar... mas, ultimamente meus cotovelos começaram a dar "o ar da graça" e eu voltei a tomar... já não sinto mais nada! em menos de 15 dias passou...

    Que bom que vc gostou do blog! :)

    Seja sempre bem vinda!!

    Luz em seus dias!

    Bjoo
    Stela

    ResponderExcluir
  5. PS TERESA:

    Eu na sei da dosagem para animais... teria de perguntar para um veterinário!!

    Beijossss
    Stela

    ResponderExcluir
  6. tenho muitos problemas vou tomar esse santo remedio.

    ResponderExcluir
  7. Comecei a tomar a 17 dias minhas dores não sunirão ainda,porque parei de tomar aquela parafernalha de remédios para artrite reumatoide como metrerxato,predinizona etc,mas vou insistir com o magnesio por não ser remédio e sim uma suplementação alimenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!! o cloreto funciona quando vc é determinado e toma todos os dias... eu tomei por 3 meses religiosamente e minhas dores sumiram

      Excluir
  8. Oi gostaria de saber se o Magnésio funciona pra espondilite anquilosante? Preciso de cura para poder realizar o sonho de engravidar!!! Estou tomando uma formula a base de corticóide, paracetamol, ranitidina, tramal. E remédios para depressão!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marissol, nao sei responder à sua pergunta.... eu tomei para dores nas juntas, tipo artrose, e passou completamente... seria bom perguntar ao seu médico.
      Luz em seus dias!!
      Stela

      Excluir
  9. Oi qria comprar mas so posso no boleto ,alguem me indique onde encontro?eleusa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eleusa, vc encontra em farmacias de homeopatia ou de manipulação. Algumas farmácias normais às vezes tem tambem.

      Excluir
  10. INCRÍVEL !! Com poucos dias de uso acabei com a dor no nervo ciático , pela qual estava usando anti-inflamatórios sem sucesso !!

    ResponderExcluir
  11. tomo cloreto de magnesio pa a menos de 3 meses e minha asma melhorou 95% e me livrei do uso de corticoides.

    ResponderExcluir
  12. Oi gente alguem já teve experiência com pedras nos rins? Será que magnésio consegue eliminar as pedras assim evitando cirurgia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, pelo menos é o que muita gente atesta, assim como os médicos que acreditam no Cloreto. Mas tem de ser os cálculos renais de oxalato de cálcio, enfatizam. Tais pedras são dissolvidas pelo CM.

      Excluir
  13. uma criança de 7 anos pode tomar o magnesio. Qual seria a quantidade. Ele tem dermatite atópica e algumas alergias alimentares; o magnesio pode ajudá-lo

    ResponderExcluir
  14. Oi, eu nao sei se uma criança pode tomar... seria preciso falar com o pediatra ok?
    Grata

    ResponderExcluir
  15. Olá Stela,

    Bem haja pelo seu trabalho!

    Aqui em Portugal Não encontro com o cloreto de magnésio mas sim citrato de magnésio em comprimidos.

    Já perguntei a diferença, dizem que tem a ver com a molécula que transporta o magnésio e que o citrato é mais rapidamente absorvido .

    Será só essa a diferença?

    Comecei a tomar pois tinha taquicardias fiquei muito melhor.

    Beijinhos e muita luz dourada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!! Eu não saberia te responder... mas dei uma olhada no google e encontrei o seguinte texto:

      "QUAIS AS MELHORES FORMAS DE MAGNÉSIO?

      ➤ Citrato de Magnésio: O citrato de magnésio é o suplemento de magnésio mais popular, provavelmente porque é barato e de fácil absorção. Dado que o ácido cítrico é um laxante suave, as funções de citrato de magnésio como um auxiliar da obstipação/prisão de ventre, assim como uma excelente fonte de magnésio. É uma óptima opção para pessoas com problemas de reto ou cólon, mas não é adequado para aqueles com movimentos intestinais mais soltos.

      ➤ Taurato de Magnésio: O taurato magnésio é a melhor escolha de suplemento de magnésio para pessoas com problemas cardiovasculares, uma vez que ele é conhecido por prevenir arritmias e proteger o coração dos danos causados por ataques cardíacos. Taurato magnésio é facilmente absorvido (magnésio e taurina para estabilizar as membranas celulares juntos) e não tem propriedades laxantes.

      ➤ Malato de Magnésio: O malato de magnésio é uma escolha fantástica para pessoas que sofrem de fadiga, uma vez que o ácido málico, um ácido natural presente na maioria das células do corpo, é um componente vital de enzimas que desempenham um papel fundamental na síntese de ATP e energia produção. Uma vez que as ligações iónicas de magnésio e ácido málico são facilmente quebrados, malato de magnésio também é altamente solúvel.

      ➤ Glicinato de Magnésio: O glicinato de magnésio (magnésio ligado com a glicina, um ácido não essencial amino) é uma das formas mais biodisponíveis e absorvíveis de magnésio e também o menos provável de induzir diarréia. Ele é a opção mais segura para corrigir uma deficiência de longo prazo.

      ➤ Cloreto de Magnésio: Embora o cloreto de magnésio contenha apenas cerca de 12 % de magnésio elementar, tem uma taxa de absorção impressionante é a melhor forma de levar a magnésio para desintoxicar as células e os tecidos. Além disso, o cloreto de magnésio (não ser confundir com o cloro um gás tóxico) auxilia a função renal e pode estimular um metabolismo lento.

      ➤ Carbonato de Magnésio: Carbonato de magnésio é uma outra forma popular, biodisponível de magnésio que na verdade, se transforma em cloreto de magnésio, quando se mistura com o ácido clorídrico no nosso estômago. É uma boa opção para pessoas que sofrem de indigestão e refluxo ácido, pois contém propriedades anti-ácido."

      Fonte: https://www.facebook.com/permalink.php?id=450064065044589&story_fbid=793975843986741

      Tem um outro texto aqui: http://www.cloretodemagnesio.com.br/identificadores.php

      Luz!
      Stela

      Excluir
    2. Boa noite sei que a pergunta não me foi dirigida a mim mas se me permite gostaria de lhe dizer que eu achei O CLORETO DE MAGNÉSIO P.A em Portugal, na ervanária jardim verde no centro comercial cascais vila, ultima paragem da estação do comboio de cascais em frente á estacão do outro lado da rua. É só subir as primeiras escadas rolantes vira para a direita e fica do lado esquerdo é do do corredor. o preço é acessível. Antes de eu achar esse comprei no celeiro o nigari que também é magnésio e costuma ser usado para fazer o queijo de tofu é bastante amargo. talvez por isso também os japoneses tenham uma saúde melhor, como diz o Dr Lair eles comem Tofu com regularidade e ele leva o magnésio. Espero ter sido útil, só fiz o gostaria que alguém fize-sse por mim, caso eu não soubesse. Continuação de uma boa noite. Gratidão Stela Pelas suas partilhas, muita luz e saúde sempre.

      Excluir
  16. Posso continuar a tomar os remédios que tomo para artrite e fazer uso do cloreto de magnésio? Espero resposta urgente. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Arthur, eu nao sou médica... mas creio que não há contra indicação... na dúvida, pergunte ao seu médico. Eu usei e resolvi minhas dores em poucos meses... Boa sorte! Luz, Stela

      Excluir
  17. Eu gostaria de saber se o cloreto de magnésio p.a ajuda emagrecer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nao sei responder.... mas ja vi videos que dizem que sim...

      Veja este video: https://www.youtube.com/watch?v=hVp9lZrZ6eI

      Excluir
  18. O cloreto de magnésio pode modificar a cor da urina?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Wilma, não notei mudança na cor da minha urina... não sei responder.

      Excluir
  19. É muito bom ver dissemidado os beneficios dos nosso produtos, segue abaixo link de onde comprar :
    http://www.lojafolhaverde.com.br/produto-rascunho-2016-01-31-17-20-06

    ResponderExcluir
  20. Eu encontrei o cloreto de magnésio PA,aqui em Portugal,através da internet numa ervanária em Leiria.

    ResponderExcluir
  21. quantos mg e o ideal manipular em cada capsula?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, as cápsulas de Cloreto de Magnesio PA já vem prontas, vc pode encontrar em farmacias,mas tem de ser o PA tá? A dosagem, geralmente, é de 2 cápsulas ao dia. Eu prefiro tomar o em pó... o envelope vem com a dose certa para um litro de água, vc mistura e guarda na geladeira. A dosagem é a de um copo descartável de café, de manha e à noite. Para ajudar no funcionamento intestinal, melhor tomar de manhã em jejum.

      Excluir
    2. Ola, e que meu medico mando manipular 99mg por capsula de cloreto de magnesio PA, tomar 1 por dia. Pesei se seria sufucuente para reverter o quadro de calcificasao das arteria que tenho,

      Excluir
    3. Bom... se foi por indicação médica, então deve estar correto! :) Melhoras para vc!!

      Excluir
  22. Comecei a tomar cloreto de magnésio P.A em cápsulas há apenas 5 dias e me dá muito sono. Tomei 2 cápsulas e chega a me dar tontura, experimentei apenas 1 e os sintomas diminuíram mas continuaram. É normal? cada cápsula contém 102mg de magnésio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, eu nao sou médica, portanto nao posso opinar... mas talvez a dose esteja alta mesmo... melhor perguntar a um clinico geral.

      Excluir
  23. Gente por favor... o cloreto de magnésio pode curar furunculos??? alguém aqui ja teve resultados??? bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elen, furunculos, geralmente, acontece por uma defesa do organismo para fazer uma limpeza no sangue. O cloreto faz tambem uma limpeza.... o que pode ocorrer ao tomar, é que os forunculos até apareçam mais, porque a limpeza será maior... mas, com o tempo, eu creio que a tendencia é para desaparecerem... ha de se ter paciencia mesmo.... Luz! Stela

      Excluir
    2. Poxa Maria tomara a Deus que de certo, comecei hoje a tomar, tomei uma capsula após o café da manhã, tenho furunculos desde criança, nunca tive a cura, já fui em todos os especialistas que você possa imaginar, tomei todos os antibióticas da ninhagem da bactéria e nada, além das dores, o desconforto ainda fica a cicatriz pro resto da vida, fico com a autoestima lá em baixo, parece que necrosa apele onde ele sai, já tentei muitos produtos e nada.. muito obrigado pela atenção. Deus te abençoe bjs

      Excluir
    3. Elen, só uma dica... as capsulas tem de ser de Cloreto de Magnesio PA.
      O cloreto de magnésio PA em pó atua melhor que as cápsulas ta? É meio amarguinho, mas nada que vc não se acostume logo. Outra coisa... vc já experimentou consultar um homeopata para resolver seus furunculos? Luz e boa sorte! Stela

      Excluir
  24. Queria saber a partir de quantos anos pode tomar o cloreto de magnésio

    ResponderExcluir
  25. Por conta do climatério, comecei a sentir palpitações, algo muito ruim, e procurando na internet, vendo vídeos, resolvi usar o cloreto de magnésio. Faz 4 dias que estou usando e incrível, as palpitações diminuíram muito. Agora estou conseguindo dormir, antes estava difícil. O que estou usando é em cápsulas de 500mg, duas por dia. É isso, quero compartilhar algo que está me fazendo muito bem!

    ResponderExcluir
  26. Eu tomo Synthroid 88 mcg para regularizar o funcionamento
    da tireoide... posso administrar o Cloreto de Magnésio PA em cápsulas, sem problemas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neste caso é bom perguntar a seu médico, ok? Luz! Stela

      Excluir
    2. Ok Maria Stela... como só vi aqui no site que o magnésio não deve ser tomado por pessoas que tenham insuficiência renal,sem qualquer outra informação a respeito sobre outras contraindicações, caso houvessem, resolvi postar a pergunta na esperança de que que algum médico homeopata pudesse me esclarecer, já que não conheço nenhum. Perguntar ao meu médico, não vai adiantar, pois alopatas não aceitam que se administre esse tipo de suprimento, vai me responder que não conhece, como já aconteceu de outras vezes. Desculpe perguntar, Maria Stela, pois minha intenção não é ofendê-la... você é médica homeopata? Só para eu saber. Mas, de qualquer forma agradeço pela sua atenção e vou procurar saber por outros meios.Boa noite.

      Excluir
    3. Oi Marlene, nao sou médica homeopata nao... bem que gostaria de ser! rsrs Mas vou te passar uma dica... se vc tem facebook procure o grupo do Cloreto de Magnésio... lá tem muitas pessoas esclarecidas que poderão te auxiliar nesta questão. O grupo que faço parte está neste link: https://www.facebook.com/groups/218960471502595/?fref=ts Luz! Stela

      Excluir
  27. Oi.Eu comprei cloreto de magnésio laxante. Esse é muito diferente do Cloreto de magnésio PA ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim.... é diferente. Se vc tomar o PA como o indicado, diluindo um envelope em 1 litro de água, e tomar um copinho de café descartável 2 vezes ao dia, seria a maneira correta. Se vc tomar 1 copinho em jejum, ele vai auxiliar na prisão de ventre tambem. Luz! Stela

      Excluir
    2. O cloreto de magnésio que vende em laboratório em P.A como reagente é o mesmo que vende na farmácia?, pois comprei em meio quilo

      Excluir
    3. Oi, agora vc me pegou! rsrs Nao sei dizer se pode... talvez, se vc conhecer alguma farmácia que tenha um farmaceutico vc pode tirar essa dúvida com ele. Grata

      Excluir
  28. Tenho ortosclerose perda auditiva. Alguém já viu melhoras com o magnésio ?

    ResponderExcluir
  29. Ótimo artigo, faço uso do magnesio dimalato e tenho me sentindo muito mais disposto, normalmente compro no site https://www.natusvita.com.br/magnesio-dimalato-capsulas pois o preço é em conta.

    ResponderExcluir
  30. Estou tomando cloreto de magnésio já faz ums vinte dias estou me sentindo muito bem tinha muita dor no corpo já não estou sentido aquela dor forte que eu sentia pra mim está sendo otimo..

    ResponderExcluir
  31. Incrível, quase inacreditável, comecei tomar o cloreto de magnésio em apenas dois dias já estou vendo uma melhora inexplicável.

    ResponderExcluir