terça-feira, 12 de julho de 2016

NATÁLIA ALBA - ENERGIAS DE JULHO


ENERGIAS DE JULHO
Natalia Alba
11/07/16

Meus amados,

Durante este verão (hemisfério norte) alguns de nós somos fortemente influenciados pela frequência de mudança da recente quadratura Urano/Plutão em curso desde 2011 – junto às quadraturas Saturno/Netuno e a energia transmutadora do fogo, durante julho, visto que temos Vênus, Mercúrio, e logo o Sol também, em Leão – se não fosse veemente o bastante – o Sol constantemente a nos banhar com novas ondas potentes para ajudar a nos expandir quando costumávamos nos contrair.
 
A expansão interna e sua subsequente integração, pode somente ocorrer quando respeitamos e aceitamos tudo o que estamos experimentando e nos interiorizamos para perceber o que ainda estamos fragmentando, julgando e não nos permitindo ser – tudo o que somos ou temos – que precisamos dar à luz a uma nova experiência de vida.

O fogo pode destruir e purificar, a escolha é sua para abrir o seu coração, dirigir toda essa energia para a criação de algo puro para si e em benefício de todos e continuar integrando esse maciço influxo cósmico – que queima a densidade que ainda mantemos dentro de nosso ser e das células corporais – ou continuamos a girar ao redor do mesmo círculo, obtendo os mesmos resultados que nos enfraquecem e nos mantêm nas ilusões humanas.

Lembrem-se, meus amados, esses eventos cósmicos são uma manifestação externa do nosso microcosmo, não está nos afetando mais do que permitimos, porque estamos aqui como Um e como criadores e não como meros espectadores movidos por forças externas. Todos esses avanços internos acontecem para nos manter firmes em nosso exclusivo caminho da alma, e para que isso ocorra, primeiramente, precisamos desfazer mais dos medos egoicos primários e das ilusões de nosso self humano.

Todos nós estamos, de uma forma ou de outra, percebendo a necessidade de liberar mais dos velhos paradigmas e começar a criar nosso novo caminho, como os Mestres da Nova Terra em que estamos nos tornando, e não como meras vítimas das condições externas. Somos, de fato, constantemente solicitados por nossa alma, para nos libertar e avançar como seres soberanos.

Mas, para que nos dominemos, precisamos de outros companheiros de alma e de situações que nos desafiem, quando necessário, para nos fazer ver, de modo claro, a Verdade, e mostrar-nos os nossos aspectos que não estamos amando e acolhendo plenamente ainda – ajudando-nos a trazer para a superfície o nosso guerreiro interior e permanecer firmes em nosso exclusivo caminho anímico.

Tudo isso é uma bênção disfarçada, nenhuma pessoa ou circunstância está nos castigando, nossas almas nos dão o que precisamos para dominar cada simples momento, de modo que possamos nos liberar dos remanescentes do velho e continuar trazendo para baixo os aspectos superiores de quem realmente somos e o novo modo de vida.

Não é fácil deixar para trás toda uma vida familiar – inclusive amigos, relacionamentos e até mesmo a família, porque nossos eus humanos vivem na ilusão de que o que era conhecido até agora, deve sempre permanecer o mesmo.

Para aqueles dentre vocês que estão conscientes de sua luz interior, responsável pela criação de todas as manifestações e experiências que vocês pode ter, para aqueles que não se concentram no externo, mas naquilo que ocorre em seu interior, vocês serão impelidos a sair da sua zona de conforto e começar a construir uma nova vida, em perfeito alinhamento com quem vocês se tornaram, como quando escolhemos livremente trilhar este caminho de integração consciente e de recordação da alma, sabemos que nem todos estariam prontos para acessá-lo e nos seguir.

O universo dentro de nós orquestra tudo de uma maneira perfeita e no tempo certo para todos. Não há necessidade de continuar envolvidos em relacionamentos que não se originam de um lugar de igualdade e liberdade.

Não fazemos mais isso, porque sabemos que é somente quando verdadeiramente amamos com respeito e integridade, que conseguimos deixar que os nossos companheiros de alma sigam o próprio caminho, mesmo se em algum momento os ventos devam dançar entre eles, quando necessário, visto que são almas soberanas que enfrentam a própria jornada e é somente quando nos enriquecemos com os encontros com as outras almas, e nos permitimos viver diferentes situações, que podemos realmente dominar o self e começar a criar um caminho alinhado, com base na autenticidade e na unidade.

Por todo este verão (hemisfério norte) principalmente em agosto, com Mercúrio retrógrado, seremos abençoados com as energias magníficas para nos desvencilhar de mais coisas do passado e de mais camadas do velho eu, e começar a tecer o nosso destino a partir de um lugar de liberdade total e de transparência.

Com amor e luz, sempre,

Natalia Alba

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO - http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO - https://lecocq.wordpress.com
Direitos Autorais: Natalia Alba – http://www.starseedsoul.com/
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.comwww.adavai.wordpress.com
Grata Ivete!

LUZ!
STELA


Um comentário:

  1. É... ver o outro como o Buda que veio apontar o caminho é se foi.

    ResponderExcluir