sábado, 5 de abril de 2014

ORIENTAÇÃO DOS ANJOS - AMOR PELOS ANIMAIS


ORIENTAÇÃO DOS ANJOS 
AMOR PELOS ANIMAIS
MENSAGEM NÚMERO 244
5 de Abril de 2014


Aprenda a se conectar com o reino dos animais. Cada animal tem algo a ensinar e a compartilhar. Os cães, em particular, demonstram aos seres humanos, o que é o amor incondicional. Eles não o julgam. Eles apenas o amam, e podem ser uma fonte de amor e de alegria.

Assim como você pode ouvir o que os anjos estão dizendo, se você ficar em silêncio, entre em sintonia com a energia do seu coração. Você receberá imagens e sentimentos dos seus animais. Se o animal foi maltratado, poderia levar um pouco mais de tempo para que ele compartilhe com você. No entanto, se você permitir que a energia do coração flua ao seu redor, ele, eventualmente, virá até você. Eles respondem ao amor.

Cada animal da Terra tem algo a compartilhar e com o que contribuir. Compartilhe a sua gratidão com eles. Deixe-os saber que você lhes é grato por se unirem a você nesta jornada, ainda que você não compreenda por que eles estão aí. Aceite que cada um, incluindo os seus animais rastejadores, têm um propósito e um ponto a compartilhar com o planeta. E que todos vocês são uma parte de um plano maior do que você possa imaginar.

Assim como as árvores e o céu, eles têm um direito de estar aqui. Estime-os como você faz com os outros.


Afirmação: “Eu amo e aprecio todos os aspectos da experiência terrestre.”

E assim é.

Você é ternamente amado e apoiado, sempre.

Os Anjos e Guias

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar.
http://stelalecocq.blogspot.com.br/2014/04/orientacao-dos-anjos-amor-pelos-animais.html
Thank you, Mahalo, Merci, Gracias, Vielen Dank, Grazie, Спасибо, Obrigado, 谢谢, Dank, 謝謝, Chokran,Děkuji,Kiitos
Direitos Autorais ©2012 por Sharon Taphorn
Todos os direitos reservados.
www.playingwiththeuniverse.com
Permita que haja a paz em seu coração
Ame incondicionalmente
♥♥♥
Tradução: Regina Drumond - reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

LUZ!
STELA

MENSAGEM DOS ANJOS - MERGULHEM NA VIDA!


MENSAGEM DOS ANJOS 
MERGULHEM NA VIDA!
com Ann Albers
5 de Abril de 2014




Esta brilhante flor acena para a pequena abelha. Ela não para pensar ou refletir nas consequências de sua aterrissagem. Ao contrário, ela segue a sua bússola interna e mergulha. Imaginem uma vida vivida assim... Ela poderia ser tão doce!





Meus queridos, nós os amamos muito.

Vocês são os criadores de sua própria existência e, por isto, entendemos que vocês foram dotados com o livre arbítrio. Vocês podem fazer as suas escolhas, de acordo com o seu coração, a cada momento, e, portanto, receber as dádivas que Deus deseja derramar em suas vidas, ou vocês podem fazer as suas escolhas, de acordo com o seu condicionamento e programação, e neste caso, vocês irão ter a vida que o seu condicionamento e a sua programação os levaram a viver.

Em qualquer caso, nós os amamos. Em qualquer caso, nós apoiaremos quaisquer aspectos de suas escolhas que estejam em alinhamento com o seu coração. Não iremos interferir em suas outras escolhas, nem podemos impedi-las, porque Deus dotou cada um de vocês com a liberdade de escolha.

No entanto, queridos, iremos sempre tentar guiá-los mais em seus próprios corações, para que possam estar em alinhamento com o amor e a vontade divina para a sua vida. Neste espaço, as escolhas são claras, a ação é inspirada e o auxílio pode ser proporcionado com mais facilidade.

Quando as suas escolhas estão em alinhamento com o seu coração, é como se vocês estivessem em um veleiro e pudéssemos nos tornar o vento que impulsiona as suas velas, ajudando-os facilmente em direção aos seus objetivos. Quando as suas escolhas não estão em alinhamento com o seu coração, devemos recuar respeitosamente.

Vocês podem conduzir o barco neste caso. Vocês podem comprar um motor, mas a facilidade e a graça nem sempre virão tão rapidamente. Nestes casos, Deus está sussurrando suavemente: “Eu estou aqui. Tudo o que você tem que fazer é ficar em silêncio. Seja honesto com você mesmo neste momento. Busque e achará.”

Busquem a verdade em seu interior. Admitam-na para si mesmos. Reconheçam-na. Comprometam-se com ela. Então, queridos, poderemos ajudá-los intensamente.

Estamos aqui para ajudá-los a encontrar os seus próprios corações, para ajudá-los a reconhecer a Luz Divina em seu interior, e a criar a vida que a sua alma tanto anseia que vocês tenham. Nós lhes garantimos que esta vida é bem melhor do que qualquer coisa que a mente possa conceber. O Criador dos Universos os ama e sussurra dentro de vocês. Fiquem em silêncio. O que o seu coração quer, neste instante?

Reconheçam-no.
Tomem uma atitude, se souberem o que fazer.
E, se assim não for, entreguem-se e peçam ajuda. E
stamos esperando com os corações abertos.

Deus os abençoe!
Nós os amamos muito!

Os Anjos

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com.br/2014/04/mensagem-dos-anjos-mergulhem-na-vida.html
www.VisionsOfHeaven.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

LUZ!
STELA

SAINDO DO PENSAMENTO LINEAR E ABRINDO-SE PARA AS POSSIBILIDADES


SAINDO DO PENSAMENTO LINEAR 
E ABRINDO-SE PARA AS POSSIBILIDADES
Mensagens dos Pleiadianos
Canalização de Sandra M. Luz
04/04/2014


Depois de uma rápida conexão com os Pleiadianos junto com outra pessoa, fiquei pensando no quanto ainda muitas pessoas estão presas a regras, crenças e padrões, fazendo sempre a mesma coisa, seguindo rigorosamente técnicas.

Não quero aqui criar nenhum conflito com aqueles que seguem técnicas e procedimentos, mas apenas compartilhar o que venho aprendendo.

Venho aprendendo que cada vez mais precisamos abrir a nossa visão, no campo das possibilidades, e nos abrirmos para o novo.

Vem à minha a mente que se há um tempo atrás falássemos sobre Arcturianos, Pleiadianos e Irmãos de Órion, as pessoas diriam que estávamos ficando malucos.

Cada dia recebemos mais informações. 
Isto tem mudado tanto nossas vidas e sido tão bom... 
Às vezes me sinto uma outra pessoa.

Estamos vivendo mundos paralelos onde uma hora estamos respondendo de uma forma e logo depois de outra forma. Parece confuso isso, não?

Certa vez ouvi que os Avatares ficavam em frequências bem altas e quando precisavam descer para esta dimensão, faziam o que tinham que fazer, e retornavam.

Muitos de nós estamos vivendo duas realidades e isto causa mesmo uma confusão. E para um canalizador, mais ainda. Muitas pessoas me dizem “Sandra, aquilo que você me falou foi tão bom” e eu não me lembro o que eu falei para a pessoa, porque eu fui apenas um canal, um fio transmissor. A informação vem e é transmitida.

Compartilhando agora com os irmãos Pleiadianos, peço que tragam seus ensinamentos sobre o título desta mensagem.

Saudações estelares, queridos irmãos (as).

Vocês estão vivenciando o processo de ascensão que, como o próprio nome sugere, é o processo de evolução.

E o processo de evoluir requer mudanças constantes. Cada dia se torna um dia diferente, porque novas situações, pensamentos e sentimentos serão ativados por todos vocês. Isto não é fascinante?

Sim, é incrível saber que podemos mudar nossas vidas a cada passo que dermos, a cada pensamento.

Lembro de Metatron me dizendo: observe seu corpo físico, ele foi projetado para você caminhar para frente. Nosso corpo não foi projetado para andarmos para trás. Os Pleiadianos continuam:

Quando vocês receberam ensinamentos, foram transmitidos numa forma linear com começo, meio e fim para que vocês pudessem aprender como fazer. Mas à medida que vocês foram dominando as técnicas, começaram a sair do campo de automatização (fazendo de forma linear, uma coisa depois da outra) para um campo mais sutil, deixando que a energia inteligente pudesse agir livremente através de suas mãos.

Temos incentivado a todos a saírem da frequência da preocupação, do esforço e do sofrimento para desfrutarem da vida e das situações com mais leveza.

Vocês não precisam fazer esforço para conseguirem o que desejam. Sabemos que muitos dirão que suas vidas sempre foram difíceis. Mas vivenciar de forma difícil foi a opção que usaram porque naquela época era a informação que tinham.

Agora o momento é outro. Vocês podem usar outras técnicas para obterem o que desejam.

Vejam que, em outros tempos, para vocês falarem com outras pessoas, tinham que usar o telefone. E ainda assim era muito restrito o seu uso. Hoje vocês possuem várias formas de se comunicar. Isto pode ser entendido como se abrir para as possibilidades de fazer o que você deseja de outras formas.

E assim pode ser em tudo em suas vidas.
Vocês não têm que fazer sempre a mesma coisa da mesma forma.

Digo aos Pleiadianos que no início só abria meu canal para mensagens de Arcanjo Metatron e que depois me autorizei a abrir o canal para outras energias de luz e o resultado foi maravilhoso.

Exatamente, querida irmã. Vocês estão vivendo num tempo quântico em que as coisas estão acontecendo num tempo mais rápido, portanto precisam começar a usar o tempo a seu favor.

Quando estiverem diante de uma situação, pergunte: Como posso fazer isto de uma forma mais fácil, mais rápida?

Peça que seu terceiro olho seja ativado e traga a resposta que necessita.

Comecem a se abrir para as novas possibilidades que estão prontas para serem usadas, recebidas por vocês.

Não pense que a vida será cada vez mais difícil. Pense que a vida será cada dia melhor porque é este o seu plano de vida -- crescer, evoluir, aprender e compartilhar.

Desejamos que nosso compartilhar os auxiliem abrindo-se para as possibilidades.

Encerramos esta conexão, somos os Pleiadianos.

Por favor, respeite todos os creditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com.br/2014/04/saindo-do-pensamento-linear-e-abrindo.html
É permitido compartilhar esta mensagem em sites e blogs desde que seja respeitado o texto original e os créditos ao autor. NÃO É PERMITIDO INCLUIR, ALTERAR OU EXCLUIR qualquer parte desta mensagem. Por favor respeite.
nososarcturianos.blogspot.com.br
sandramluz2011@gmail.com
Grata Sandra!

LUZ!
STELA

VOCÊ SABE QUAIS SÃO OS CRITÉRIOS DO PLANO ESPIRITUAL PARA NOS CONHECER?


VOCÊ SABE QUAIS SÃO OS CRITÉRIOS 
DO PLANO ESPIRITUAL PARA NOS CONHECER?
Uma mensagem de Kuan Yin
Canalizada por Tania Resende
28 / 07 / 2011


Amados filhos,

A nós, dos planos superiores, não importa o que vocês têm ou deixam de ter. Não nos importa o que fazem ou deixam de fazer. Não nos importa com quem e nem como se relacionam entre si. Importa-nos apenas a quantidade de sofrimento auto-impostos, pois estes interferem diretamente em suas vibrações.

Importa-nos apenas olhá-los e sentí-los. E ao sentí-los, nos conectamos diretamente com a qualidade das vibrações, através de onde emitem tristeza ou alegria, amor ou não amor, medo ou confiança…

Não usamos as suas maneiras de ver o mundo. Não os olhamos para julgá-los. Não avaliamos o que possuem ou deixam de possuir. Nem mesmo avaliamos o que fazem ou deixam de fazer. Nem mesmo avaliamos suas relações. Não somos os seus vigias. Estas formas de julgamentos são suas e não nossas. Podem ter o que quiserem. Podem fazer o que quiserem!

Apenas pensem que tudo o que vivenciam interfere em suas vibrações. E são essas vibrações que são sentidas pelo plano espiritual. Apenas isso. Se vibram no Amor, nós sentimos. Se já vibrações que emitem.

Desta forma, deveriam parar de se preocupar tanto com o que fazer ou o que possuir ou que desejar. Deveriam se preocupar mais com a seguinte questão: que vibrações esta atitude ou posse ou relacionamento vai trazer até mim? Se trouxer alegria, felicidade, paz, nós saberemos que vocês estão bem. Os resultados vibracionais é o que nos importa verdadeiramente. E apenas isso deveria importar a vocês.

Perguntem-se: o que posso fazer ou o que preciso ter para que minhas vibrações emitam sentimentos mais elevados, confortáveis, alegres para mim? O que me traz a Paz de Deus?

Lembrem-se: podem fazer qualquer coisa! Podem ter qualquer coisa! Vocês são livres, entendam isso!

Uma vez encontrada a resposta, sigam atrás. Determinem para onde irão enviar suas energias. Foquem nos resultados vibracionais que cada ação trará até você. Apenas com isso deveriam se preocupar!

Entendam também que apenas sentimos vocês. Sentimos as suas vibrações. E através deste sentir, percebemos a qualidade do que estão emitindo a partir de seus seres. Sabemos como estão e onde estão.

Porém, quando sentimos suas vibrações de infelicidade ou sofrimento, nem sempre sabemos os motivos pelos quais se sentem assim. E sabemos que necessitam corrigir algo em sua realidade (interna ou externa) para que possam vibrar de forma diferente. E podemos interferir ajudando-os. Enviamos-lhes, todos os dias, as energias que irão promover as correções de todas as suas imperfeições.

Porém, são vocês que devem nos informar para onde essas energias irão! Vocês devem direcioná-las. São vocês que devem nos dizer onde encontram dificuldades, pois de onde estamos não vemos os detalhes, mas apenas o todo. E traduzimos esse “todo” como frequências vibracionais.

Querem elevar suas frequências vibracionais?

Por este motivo estamos sempre a lhes sugerir que nos peçam e nos informem. Unam-se a nós. Especifiquem suas dificuldades e nós lhes ajudaremos. Somos seus Irmãos Maiores.

Entreguem-se às correções que nós estamos a lhes enviar. Direcionem-se, porque nossa principal tarefa é auxiliar-lhes para saírem do sofrimento e desta forma possam elevar suas vibrações e se colocarem mais próximos de nós.

Reorganizem-se em suas vibrações. Reorganizem-se em seus focos de atenção. Olhem para as suas vibrações antes de olharem para suas ações. E façam isso em conjunto conosco.

Eu Sou Kuan Yin, enviando-lhes Amor e Compaixão.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar.
http://stelalecocq.blogspot.com.br/2014/04/voce-sabe-quais-sao-os-criterios-do.html
Fonte: Anima Mundhy
Mensagem enviada por Eliza Melo
Grata Eliza!

LUZ!
STELA

GASPARETTO - COMO EXPULSAR AS ENERGIAS NEGATIVAS COM NOSSA PRÓPRIA FORÇA


COMO EXPULSAR AS ENERGIAS NEGATIVAS 
COM NOSSA PRÓPRIA FORÇA
GASPARETTO




LINK YOUTUBE

LUZ!
STELA

sexta-feira, 4 de abril de 2014

SABEDORIA DOS ANJOS - DESAFIOS


SABEDORIA DOS ANJOS
DESAFIOS
com Sharon Taphorn
4 de Abril de 2014


Enfrente os seus desafios de frente

Há mais acontecendo do que os olhos vêem, assim continue avançando. Reserve um tempo para parar e avaliar o seu progresso. Você pode querer fazer uma revisão dos seus planos e isto está perfeito, pois, muitas vezes, são estes desafios que revelam mais informações sobre a sua vida e o seu progresso. Permita que a verdade se revele e lhe seja revelada, à medida que ela se desenvolve.

Aproveite o tempo para a cura, fazer uma viagem ou ter umas férias breves, ou, pelo menos, um intervalo para ajudá-lo a descansar e rejuvenescer. Libere todos os pensamentos ou sentimentos que mantêm raiva ou rancor, que você mantém por si mesmo, ou pelos outros, pois eles realmente não lhe servem ou ao seu crescimento. É o momento de deixá-los ir. Aprenda tudo o que possa, veja a dádiva do processo e o libere. É o momento para avançar para algo mais significativo para si mesmo e o seu crescimento.


Afirmação: “Eu tenho os meus desafios com um coração forte e a mente aberta. Tudo me será revelado no tempo divino do Universo.”

E assim é.

Você é ternamente amado e apoiado, sempre.

Os Anjos e Guias

Por favor, respeite todos os creditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com.br/2014/04/sabedoria-dos-anjos-desafios.html
Thank you, Mahalo, Merci, Gracias, Vielen Dank, Grazie, Спасибо, Obrigado, 谢谢, Dank, 謝謝, Chokran,Děkuji,Kiitos
Direitos Autorais ©2012 por Sharon Taphorn
Todos os direitos reservados.
www.playingwiththeuniverse.com
Permita que haja a paz em seu coração
Ame incondicionalmente
♥♥♥
Tradução: Regina Drumond - reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

LUZ!
STELA

A INCERTEZA DE ABRIL E O SEU PRÓXIMO GRANDE SALTO


A INCERTEZA DE ABRIL 
E O SEU PRÓXIMO GRANDE SALTO
Mensagem de Selácia
4 de Abril de 2014


O mais provável é que você esteja se sentindo um pouco inquieto e inseguro, enquanto Abril se inicia – sem saber como as intensas energias do mês irão se revelar em sua vida.

Na verdade, como eu estive escrevendo recentemente no Facebook, as energias de Abril podem deixar até mesmo a pessoa mais ancorada, emocionalmente descontrolada e em um estado contínuo de inquietação.

Dois eclipses em um mês, a qualquer momento, irão catalisar um passeio em uma montanha russa. Em Abril, porém, com a rara configuração da grande cruz planetária se formando durante décadas, pode parecer mais como um passeio desenfreado e agitado.

Aqui estão algumas sugestões para ultrapassar este ciclo com mais facilidade e com menos erros que você precise resolver mais tarde.

USE A INCERTEZA COMO UM PRESENTE

Ninguém gosta de estar inseguro, e de ser incapaz de descobrir as ocorrências atuais e futuras. Está em nosso condicionamento querer saber o que está acontecendo e para onde estamos nos dirigindo. Quando sentimos que o caminho a nossa frente tem uma enorme névoa se espalhando em todas as direções e obscurecendo a nossa visão, podemos entrar em pânico. Há presentes, no entanto, descritos aqui.

Primeiro presente: Considere as bênçãos da névoa. Sim, há algumas. Uma dádiva é que a voz da incerteza dentro de você, pode catalisar o seu próximo e grande passo à frente!

Como? Se você prestar atenção com a consciência a esta voz, ela pode catalisar um questionamento interior mais profundo. Isto pode lhe dar uma compreensão ampliada do que não está funcionando em sua vida e ajudá-lo a ver novos recursos, não visíveis antes.

Segundo Presente: Aqui está outro presente. A incerteza que você sente em Abril pode ser um sinal de sua intuição para evitar algo que não é bom para você. Talvez, você tenha tido alguns pressentimentos durante meses sobre uma decisão ou ação, mas você os interpretou mal. Abril poderia ser o mês quando finalmente você terá a clareza com uma visão de longo prazo – indicando que sua ação planejada não iria levá-lo aonde você quer ir.

Tenha em mente, é claro, que a incerteza é, algumas vezes, o seu ego. Isto é diferente e você quer aprender a discernir a diferença. Sentir-se inseguro, com o ego dirigindo a sua mente e as respostas emocionais, podem levar a um círculo de pensamentos improdutivos que o mantêm preso e com medo de tomar uma atitude.

Se descobrir que isto está acontecendo, há uma solução. Você pode romper o círculo, anulando este ciclo auto-criado e agir em relação ao que está a sua frente – uma coisa de cada vez. É assim que você resgata o seu poder.

Aqui está uma dinâmica interessante a observar. É da natureza humana se sentir inseguro quando as coisas, súbita e inesperadamente, mudam. As energias de Abril estão catalisando estes tipos de mudanças.
Algumas coisas que estarão ocorrendo poderão surpreendê-lo, ainda que não tenham um impacto direto sobre você.

É simplesmente perturbador saber que tanta coisa está acontecendo com tanta rapidez ao redor do mundo, ou às pessoas que você conhece – coisas que você não esperava que acontecessem.

Da mesma forma, um pouco do que estará ocorrendo será, de fato, uma boa notícia, evocando sentimentos, como você poderia ter quando o sol sai, depois de um longo e sombrio inverno. Um exemplo poderia ser ouvir que um ente querido que você não vê há anos, está chegando ao país, em uma viagem de negócios, não planejada. Você adora a ideia de passar algum tempo com ele, mas a visita inesperada significa que a sua agenda já está cheia e que precisa ser ajustada.

Terceiro presente: aqui está um terceiro presente: O movimento turbulento das energias de Abril pode ser sentido como uma perda, ou você pode abordá-las com uma mente aberta e uma disposição para mudar velhos métodos. Considere, então, como você pode estar mais tolerante e no momento com o que aparecer. Torne-se consciente de quando estiver em sua cabeça e intelectualizando as soluções – e convide o espírito a ajudá-lo a liberar.

A vida é um processo evolutivo que você pode somente e realmente apreciar, a partir do espaço do seu coração. Sua mente racional não pode compreender os reinos quânticos eternos, mas ela tentará descobrir as coisas e controlar cada detalhe. Desfrute de mais paz com um foco no coração. Seu presente é mudar para um novo sistema de estimulação , que está centrado no coração.

Há muitas coisas que você, simplesmente, não pode saber com antecedência. Algumas coisas, no entanto, são constantes e eternas – você pode contar que elas existem quando você chega a pontos futuros no tempo. Entre estas: a sua verdadeira natureza é divina, você é luz e você existe como um ser multidimensional.

Você pode se esquecer destas coisas, mas a cada momento, elas são intrínsecas a quem você realmente é. Ninguém pode tirá-las e você não pode perdê-las. Confie nisto.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar.
http://stelalecocq.blogspot.com.br/2014/04/a-incerteza-de-abril-e-o-seu-proximo.html
www.Selacia.com
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

LUZ!
STELA

MESTRE, EU NÃO SEI


MESTRE, EU NÃO SEI
Discípulo de Lanto
Canal: Maria Silvia Orlovas
02/04/2014

Eu era um menino quando fui para o Templo. Eu vinha de uma aldeia muito simples e acabei chegando nesse Templo, onde eu teria grandes aprendizados. E eu sabia que era um privilégio pra um menino, estudar, viver, nesse monastério.

Mas assim que eu cheguei, era um momento de muita confusão, porque estava acontecendo uma reforma... Uma ala estava sendo destruída e uma outra ala seria construída.

E eu cheguei num momento, onde eu não tinha um professor, onde eu não era pupilo de ninguém.
Porque todas as pessoas estavam ocupadas.

Os que eram pequenos, pequenos alunos como eu, já estavam com as suas tarefas destinadas. Os Professores, Mentores (professores mais elevados), cada um fazendo a sua função. E eu cheguei no meio dessa confusão, sem saber onde ficar, onde dormir, onde comer, ou no que trabalhar.

E foi o sentimento mais perdido, mais triste, mais de falta, de angústia... que eu senti.

Qual é o meu lugar? O que eu tenho que fazer?

E, eu procurava as pessoas... E muitos tinham feito votos de silêncio.
E estavam cansados, sujos com pó, carregando pedras...
E eu sentia vergonha de perguntar pra eles.

O que eu tenho que fazer? Onde eu vou ficar? Onde eu vou dormir?
Onde eu vou comer? O que é certo? O que é errado?

E eu fiquei perambulando de um lugar pro outro. E chorei muito, grande sofrimento, quis desistir.
Mas, uma vez ali dentro. Uma vez tendo sido deixado ali, eu sabia que aquele era o meu caminho. Então, eu fui chegando nas pessoas e fazendo o que elas faziam. Eu comecei a imitar.

Quando eu resolvi que eu iria transformar minha vida. Quando eu resolvi que eu iria parar de chorar e procurar respostas... Eu resolvi que eu tinha que trabalhar, porque era o que estava a minha frente. Era o que eu podia fazer.

E se ninguém me dava atenção, se ninguém tinha tempo pra mim... Se ninguém me ensinava um ofício, se ninguém achava que eu merecia algum tipo de cuidado especial, então eu passei a achar que realmente eu não merecia.

E como eu tinha que sobreviver, eu tinha que fazer parte daquele núcleo, eu me despojei dos meus desejos, das minhas referências... das necessidades que eu tinha em me sentir seguro, em me sentir orientado...

Eu me despojei das respostas, eu queria que as pessoas me respondessem. Eu queria que o meu orientador ali, que ele se manifestasse. E que ele dissesse pra mim: “Eu vou cuidar de você, está tudo bem e você deve fazer isso...”. Era o que eu mais queria.

E eu passei semanas buscando essa pessoa. Eu passei semanas tentando descobrir quem era o meu orientador, quem iria me cuidar, quem iria me ensinar, quem iria me dar as resposta. E um passava pro outro e o outro passava para um. E eu acabava sempre sozinho.

E, muitas vezes que eu chegava no refeitório, eu não sabia bem os horários, eu não sabia como era tocada a campainha, quem chegava primeiro, onde se sentava... Muitas vezes, eu comia apenas aquilo que sobrava. Eu passei por muitas dificuldades.

E aí, como eu era o último, um dos últimos a ficar ali me alimentando, eu ficava em silêncio. Eu comia e muitas vezes, eu ali, lavei a louça. Porque eu sobrava com aquele monte de pratos, então eu ia ajudar na cozinha.

E como eu queria falar das minhas coisas, as pessoas só colocavam os dedos nas bocas e...
O gesto era: Silêncio.

E eu ficava em silêncio, ia lavando a louça. Lavando, lavando, lavando, ajudando, guardando...
E esse foi se tornando o meu primeiro hábito: Manter o silêncio. E ajudar quando eu podia ajudar.

E aí, de um hábito perdido ou de uma situação sem controle, como foi durante muito tempo...
Arrumar a louça, ajudar, lavar, cuidar da cozinha, se transformou na minha missão naquele momento.

Então, eu já acordava pensando que eu iria ajudar na primeira refeição do dia.
E que eu lavaria a louça com os outros. E eu fui ficando na cozinha, sempre no silêncio.

E eu pensava comigo mesmo: Meu Deus do Céu, que gente silenciosa, não sei se eu vou aguentar ser Monge!

Porque eu tenho que falar! Eu tenho que ouvir o que as pessoas pensam ao meu respeito. Eu tenho que ouvir o que as pessoas podem me ensinar sobre a minha história. Eu tenho que ouvir aquilo que as pessoas possam me ensinar ou compartilhar sobre as histórias delas.

Eu olhava pra aquela situação que eu estava vivendo e eu pensava: Não vou aguentar! Eu não vou aguentar! Eu não sei... Não sei aguentar... Não dá pra aguentar!

E aí, já tinha mais uma pilha e eu me jogava a lavar aquela louça, a cuidar e arrumar.
E eu fui aprendendo a minha segunda lição: Eu tinha que ser útil. Me sentir útil.

Porque, todas as vezes que eu estava desocupado, vinha o sentimento, a angústia, a necessidade de perguntas, a necessidade de respostas.

E quando eu estava trabalhando, quando era útil, quando eu ajudava... Eu me ocupava, eu me sentia melhor. Eu me sentia participando daquela engrenagem. Eu não era um ponto perdido da engrenagem. Eu era parte do grupo.

Trabalhar. Fazer. Ajudar. Estar ocupado. Ser útil.

Aquilo acalmou muito o meu coração.
Eu comecei a me acostumar mais com o silêncio.

Eu comecei a aceitar que eu não teria respostas pra tudo.
Eu comecei a aceitar que as pessoas poderiam não ter respostas.
E que eu poderia não ter perguntas.

Comecei observar que a minha mente estava doente com tantas perguntas. Comecei entender que aquilo era uma ansiedade. E comecei a ficar em paz, com tantos pratos e com tanta louça.

E um dia, já fazia muito tempo que eu estava na cozinha, o mestre chegou pra mim e disse assim:

– Hoje você vai fazer a comida.

E eu disse:

– Mestre, eu não sei.

E quando eu disse isso, ele já tinha ido embora.

E aqueles que estavam na cozinha, os cozinheiros e que já faziam tantas coisas. Pessoas que eu já conhecia, com o olhar, com a convivência. Que eram até meus amigos, porque alguns no meio dessa minha jornada, já sorriam pra mim. Já tinham um olhar carinhoso, já sabiam quem eu era. E aquele lugar, no canto da pia, onde eu ficava... Já era o meu lugar.

E eu fiquei muito desesperado porque, imagine um aprendiz ser o responsável pela comida.

E eu disse que eu não sabia.
E eu achei que o meu limite deveria ser respeitado.
Como muitas vezes nós fazemos.

Eu queria que o meu limite fosse respeitado. Que as pessoas não exigissem mais de mim do que eu estava dando. Que a vida não me pusesse em situações que eu não pudesse cumprir. Eu queria que o meu limite fosse respeitado. Eu queria ter a minha zona de conforto, o meu silêncio, a minha paz, pra fazer aquilo que eu tinha que fazer.

E imaginem que isso aconteceu. Esse vulcão de pensamentos na minha mente. Nos cinco minutos seguintes daquela ordem, pra que eu fizesse a comida.

E, olhando aquelas panelas que eram quase do meu tamanho... Eu era um rapaz franzino, pequeno. Pra alcançar a panela eu tinha que subir num banquinho.

Só que eu já tinha visto aqueles homens cozinharem tantas vezes. Eu já trabalhava na cozinha há muito tempo. E eu tinha todo aquele conhecimento dentro de mim, mas, eu não tinha a responsabilidade de fazer nada daquilo.

E eu não queria ultrapassar o meu limite. Mas fui obrigado.

E quando eu vi... Não sei se movido por medo. Não sei se movido por um impulso espiritual maior. Não sei se movido pelas forças do meu destino. Eu estava ali: Colocando água, cozinhando arroz e preparando os legumes

E como acontecem com os Milagres... O fogo estava aceso, porque alguém ascendeu. Os legumes estavam picados, porque todos os que ali trabalhavam comigo na cozinha, fizeram a sua função. O azeite cheirava, o refogado com cebolas, porque alguém já tinha colocado as cebolas na panela...

E eu fui apenas me conduzindo e sendo conduzindo. Sem saber a hora que eu comandava e a hora que eu era comandado pela engrenagem que já funcionava.

E quando a comida ficou pronta, e o sabor era agradável, como o esperado... Os meus olhos se encheram de lágrimas, porque eu sabia que eu tinha participado. Eu não tinha feito tudo isso. Eu fazia parte de um todo, de um grupo, de uma engrenagem que trabalhava junto.

E, acho que foi isso que o Mestre quis me mostrar. Que eu não precisava dizer Não.
Eu até poderia dizer Não, mas, eu não precisava dize Não.

Porque, não importava muito a minha consciência se eu sabia ou não realizar aquela tarefa.
Aquela tarefa me cabia e eu deveria estar aberto a aquela tarefa.

E é isso que eu venho dizer a vocês hoje.
Não acreditem de uma forma tão intensa nos seus limites.
E não se achem tão poderosos com as suas vitórias.

Porque, assim como a cozinha, a vida é um grande palco. Cheia de experiências e missões, e desafios, e pessoas, e fantasmas, e medos, e angústias, e erros, e indecisões, e solidão.

Assim como é cheia de oportunidades e de aprendizados.

Abram-se ao destino.
Permitam que as situações cheguem até vocês sem tantas resistências.
Não resistam ao Mal, não resistam ao Bem.

Tenham força, luz e equilíbrio para viver as coisas que aparecem para vocês viverem.
E tudo se tornará incrivelmente mais fácil.

As pessoas boas virão para ajudar. E as amizades e os relacionamentos que você construiu, às vezes com uma troca de olhar, com uma gentileza, com um carinho, com uma boa vontade... voltarão pra vocês.

E nem tudo precisa ser falado.
Nem todas as perguntas merecem ou precisam de respostas.

Nós Monges, sempre acolhemos o silêncio. Porque o silêncio faz bem.
O silêncio ajuda a mente a repousar. Serena as respostas.

O meu Mestre, era o Mestre Lanto. Figura sagrada que eu sigo até hoje, com profundo respeito e com profundo amor. Eu sou só um aprendiz.

Ele dizia isso pra mim:

– Eu vejo Deus em você. Da mesm a forma que você vê Deus em mim.

E aprendi muito, com aquele homem tão simples.

E é essa a minha oferta à vocês. Uma pequena história, de uma vida que não foi registrada em nenhum livro, em nenhum conto. A vida de um homem simples, que viveu na cozinha.

E hoje, eu entendo que precisava daquela simplicidade.

E eu sei que a Alma das pessoas precisa muito da simplicidade.
Precisa das perguntas que não têm respostas.

A Alma das pessoas, assim como a minha Alma, sempre precisa do silêncio.
Para poder ouvir, para poder sentir a Presença de Deus.

Namastê à todos.

Namastê.

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar
http://stelalecocq.blogspot.com.br/2014/04/mestre-eu-nao-sei.html
Áudio: ALPHA LUX 12 ANO 16
Fonte http://mariasilviaporlovas.blogspot.com.br/2014/04/mestre-eu-nao-sei.html
Mensagem enviada por Silvana Toti
Grata Sil!

LUZ!
STELA

O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA - PARTE 408


O MANUSCRITO DE SOBREVIVÊNCIA
PARTE 408
Os Companheiros Constantes
Canal: Aisha North
02.04.2014


O tempo está realmente acelerando mais uma vez, enquanto as coisas parecem se tornar cada vez mais embaçadas, por causa da velocidade de interação entre você e estas energias que chegam, de forma que todas às vezes tem dificuldade para ver algo à frente. E com razão, pois este não é o momento de olhar para frente, simplesmente trata-se de um tempo para apenas ficar dentro daquela minúscula, embora sempre em expansão, pequena esfera conhecida como o AGORA.

Este é o lugar onde reside em todos os momentos, mas que, por alguma razão, num tempo no espaço, que a humanidade parece ter esquecido por um longo tempo e, assim, escolhe em vez disso permanecer no passado ou pular para algum lugar que imagina como o futuro.

Bem, quando fizer isso, simplesmente estará limitando toda uma largura da banda de oportunidades e o potencial que tem à sua disposição e, na medida em que destaca dentro desta multiplicidade de possíveis cenários que podem ou não acontecer num tempo futuro, fecha todas as portas que também estão lá, prontas e esperando por você, se assim escolher.

Sabemos que estas palavras são capazes de dar nó em muitas cabeças, todavia estamos aqui hoje simplesmente para lembrar a todos de uma lição que tem sido repetidamente dada, mas que também é o impulso para escapar no momento em que sua cabeça começar para entrar em ação, como faz normalmente.

Como vê, a humanidade tem um longo histórico de permanecer em sua maneira própria de passar alternadamente muito tempo olhando para trás, para coisas que são idas e ultrapassadas, ou olhando para frente, para a névoa obscura, tentando discernir as possíveis rotas adiante.

Embora isso não soe como uma coisa ruim, o único problema é que, se estiver procurando por terríveis possibilidades, automaticamente fará essas terríveis previsões se tornarem realidade na maioria das vezes. E por que isso? Simplesmente porque esse medo tão bem enraizado está no banco do motorista e, quando ele é a força motriz por trás de mais ou menos qualquer coisa que possa considerar a possibilidade de fazer ou não fazer, os resultados serão conhecidos de antemão.

Semelhante atrai semelhante como diz o velho ditado e como já dissemos antes, a manifestação ocorre quando a consciência interage com o mar energético do potencial que o rodeia por todos os lados.

E se cada molécula sua foi reprogramada para estar constantemente num estado de alerta e luta, ou modo de voo, não será preciso muita imaginação para ver qual será o resultado final. Ou melhor, dê uma olhada a sua volta e veja o que muitos de seus colegas humanos estão ocupados, publicando no momento, entenderá o que queremos dizer.

Contudo, como já dissemos varias vezes, a velha escola do medo não é mais viável e suas regras não são mais aplicáveis​​. Por que escolheram se formar a partir dele e fizeram isso com nota máxima. Lembre-se que, este é um lugar de aprendizado e não é uma escola primária.

Este planeta é de fato um dos lugares mais avançados de ensino em qualquer lugar na Criação e, assim, somente aqueles que foram chamados para assumir os desafios que iriam encontrar aqui foram matriculados como estudantes.

E esteve entre os escolhidos, muitas vezes aprendendo fielmente suas lições, cada pequeno momento doloroso das mesmas e, dessa maneira, aprendeu tudo que foi possível aprender com esse velho currículo.

Mas agora, a escola está prestes a começar de novo a sério e, desta vez, a primeira lição será simplesmente esta: reaprender a ficar no AGORA, num estado de Amor e não afundar instintivamente de volta naquele velho traço de vida de temor.

Pode parecer uma tarefa simples, mas acredite em nós quando dizemos que será talvez a mais difícil que imagina. Será um tempo com muita coisa acontecendo por todos os lados e assim, aprender a ficar de fora da briga, manter o foco e ainda nesse eterno e pacífico AGORA será uma lição que virá com um preço para muitos.

Todavia, não se deixe cair no medo, simplesmente lendo estas palavras, pois sabemos que para muitos, servirá para badalar todos os antigos sinos de alarme de tristeza e melancolia, de maneira que será tentado a seguir pelo seu velho instinto e deixar o medo tomar conta de suas rédeas mais uma vez.

Assim, dê-se tempo suficiente para cavar mais fundo e tentar ver o que está por trás desse desejo de ir para o medo, no momento em que percebe que grandes mudanças estão a caminho. Por que sente a necessidade de sentar longe do fogão e da caixa de velas, porque acha que o fim está próximo, da mesma forma vista em filmes ou apresentado em livros?

Acha que a razão poderia ser algo mais do que um sinal de "alerta natural"?

Poderia, talvez, ser uma maneira de que alguém tenha tentado impedi-lo, apertando todos os botões de pânico que tão convenientemente aceitou assumir?

Ou poderia ser porque alguns de seus antigos senhores estivessem menos interessados ​​em dar-lhe todas as oportunidades para crescer, aprender e estarem mais interessados ​​em encher os próprios cofres?

Achamos que todos sabem essas respostas, pois este é um tema que foi repetidamente discutido antes.

Assim, como estão bem cientes, este lugar magnífico para o ensino superior, este campus Cósmico, por muito tempo esteve infestado por parasitas que evitaram todas as regras de ouro e estabeleceram-se acima de toda e qualquer formalidade, mas, isso agora, também é coisa do passado e, como tal, aquele velho conceito de dividir para conquistar deixou de ser aplicável em suas paragens.

Isso não significa que todo e qualquer único traço desta antiga programação foi excluída de seu Ser, pois ainda permanecerá num canto profundo, em algum lugar dentro de muitos de vocês. E é por isso que estamos aqui, para mais uma vez lembrá-los de estarem atentos a quaisquer sinais de "alerta vermelho" que estará sendo emitido de qualquer parte antiga e mais primitiva sua, que foi programada para ser definida em modo de sobrevivência, de tal maneira que tentará ligar todas as antigas manifestações de medo na primeira oportunidade.

Em outras palavras, quanto mais for capaz de simplesmente SER em cada momento, mais será capaz de examinar sua área de influência, de tal forma que qualquer velho e indesejado instinto para reagir de uma forma menos benéfica vir a sua atenção na primeira da oportunidade, de sorte que então será capaz de controlá-lo e deixar a Luz tomar as rédeas.

Como vê, muitos tentarão olhar de soslaio para esmaecer o brilho da entrada da Luz e, quando fizerem isso, tentarão se convencer de que não é a Luz que estão vendo e sim, simplesmente mais escuridão. Porque, assim como a Luz aumenta, as sombras remanescentes se aprofundarão e, assim, o que é meramente um truque do olho, parecerá ser algo muito mais intimidante para muitos com mente tímida.

Lembre-se que nenhuma alma será levada a pensar que mais luz implique em mais escuridão, embora uma mente que ainda pense da velha e corrompida maneira seja muito mais fácil convencer de que a ilusão é realidade e a Luz nada mais do que um leve brilho de sua imaginação.

Mais uma vez, falamos por parábolas, de modo que, então vamos resumir: Nunca duvide do poder nem da função da Luz, pois ela está aqui para levar o Amor a todo os corações neste planeta. 

Mas, para muitos, a perspectiva de abrir-se para algo que pareça tão estranho, após muitas vidas, vivendo literalmente no escuro, a confusão que traz, os fará cair no medo. E este é um momento em que muita Luz encherá seus céus, os vossos corações e as suas almas e, assim, é prudente manter o foco e controlar a tentação de olhar muito ao seu redor.

Como vê, é você e apenas você que pode governar sua mente e, a única maneira de fazer isso é deixar seu coração ditar o ritmo, para que juntos sigam a Luz e acolham cada partícula deste fluxo de melhoria de vida, que flui e incide em você. Portanto, seu coração sabe o que é bom para si e lhe mostrará o caminho, todavia se apenas renunciar do desejo de tentar adivinhar o que o futuro poderá trazer. 

Não está aqui para reduzir as possibilidades de qualquer forma agora, está aqui para simplesmente receber a Luz da maneira que puder. Em seguida, ela irá falar ao seu coração e, juntos, será conduzido adiante e para frente, num passo de cada vez, um após o outro. Então, precisa realmente estar aqui e agora para então encontrar a paz e segurança em cada respiração, não importando o quão freneticamente os outros, menos centrados a sua volta se comportem.

De modo que insistimos em dizer para manter o foco e a calma e observar a si mesmo para avaliar as reações que poderão ser desencadeadas interiormente. Se qualquer influência externa começar a disparar os alarmes, não se esqueça de checá-los e substituir quaisquer desses botões de pânico que possam automaticamente ser acionados.

O medo é o velho mundo, o Amor e a sabedoria é o novo mundo e, antes de ter aprendido a ficar constantemente centrado no novo, deve treinar com qualquer oportunidade de fazer a escolha de estar no novo, toda vez que ela se apresentar.

E irá surgir agora, pois o velho está se desmoronando ainda mais rapidamente e, assim, terá muitas oportunidades de dar-se a lição de estar centrado no AGORA, nos dias e semanas à frente.

É uma lição que temos a certeza de que irá aprender rapidamente. Afinal, todos fizeram a opção de fechar aquele velho capítulo do medo e abrir um novo livro chamado: Viver a Sua Vida de Amor.

Assim, congratulamo-nos com os nossos alunos de primeira classe, todos são verdadeiramente de primeira classe, ansiosos por aprender e altamente qualificados para assumir sua nova missão com entusiasmo e credibilidade, que estamos certos de que irão produzir resultados excepcionais.


Por favor, respeite todos os créditos
http://stelalecocq.blogspot.com.br/2014/04/o-manuscrito-de-sobrevivencia-parte-408.html
Aisha North – Channelingsand Words of Inspiration
Fonte e Tradução: Sementes das Estrelas / Candido Pedro Jorge

LUZ!
STELA

O YESHUA HUMANO - OS PRIMEIROS ANOS


O YESHUA HUMANO - OS PRIMEIROS ANOS
Mensagem canalizada por Judith Coates
3 de Abril de 2014


Amados, vocês gostariam de ouvir sobre a minha vida?
Eu lhes falarei sobre o início da minha vida, há dois mil anos.

Muitas vezes, eu ouço as suas perguntas, querendo saber: “Como foi a sua vida? Ela foi realmente como registrada nas Sagradas Escrituras?” Em parte sim, e em parte, foi um pouco diferente, porque cada um de vocês tem a sua realidade, como compreendem o seu holograma e a sua realidade, e outros podem olhar para a sua vida e podem vê-la de forma diferente do que vocês.

Minha verdade – com “v” minúsculo – é a história que irei compartilhar com vocês. É como eu entendi esta vida e como entendo esta vida agora. Esta encarnação realmente começou antes que houvesse a forma, porque ela se estendeu, assim como as suas vidas se estendem, de volta aos antepassados, de volta ao que eu denomino como uma linhagem do Pensamento, de modo que quando eu tomei sob a minha responsabilidade a forma como uma criança, eu já tinha uma história.

Eu já tinha a história de uma linhagem fora do planeta, porque, sim, eu viajei no que vocês agora identificariam como naves espaciais e eu fui parte do que vocês entenderiam como o extraterrestre, porque eu não vivi todas as minhas vidas na sagrada Mãe Terra.

Eu tive várias existências na sagrada Mãe Terra, porque ela é um belo ser, mas houve existências, encarnações de formas diferentes, que foram em outros seres celestiais, planetas como vocês os chamariam. A forma de encarnação foi diferente de acordo com a massa planetária em que eu estava. Houve momentos em que eu usei a energia da mente para viajar no que vocês agora entenderiam como grandes distâncias no espaço.

Assim, antes de eu vir para ficar com Maria e José, tive uma grande linhagem de experiência, como vocês, e há momentos em que vocês chamam de sua vida presente quando recorrem à experiência que seria de outro mundo. Algumas vezes, vocês se perguntam: “Como eu sabia disto?” Bem, vocês sabiam disto, porque está no fundo de sua alma.

Houve um acordo de que eu teria uma encarnação de conflito, em um determinado momento. Vocês têm a história de como o povo Judeu foi dividido quanto à religião, como o único Deus deveria ser adorado, e houve muitas regras rígidas.

Então, vocês tiveram os Essênios que foram parte da cultura e da linhagem dos Judeus, mas eles estavam muito mais na compreensão espiritual do que agora vocês chamariam de metafísica – além do físico – porque havia uma história, mais uma vez, uma linhagem para eles de mestres, que tinham dado um roteiro e algumas direções.

E, então, vocês tiveram os Romanos, é claro, que estavam muito preocupados com o poder e o domínio, não todos eles, mas a consciência coletiva queria ser vista como líderes muito fortes, no controle. Vocês têm os descendentes dos Romanos, neste dia e tempo, e conhecem aqueles de quem falo.

Assim, houve um acordo de que eu iria encarnar naquela época e entrar em um mundo não muito diferente do que vocês têm neste dia e hora, onde havia a divisão, e onde havia amor entre as pessoas que estavam próximas umas das outras, nas unidades familiares, como vocês têm neste momento.

Meu nascimento foi, no plano mundano, muito normal. Eu nasci de uma mulher, da mesma maneira que vocês. Tive em meu conhecimento, uma compreensão de que o mundo físico não é tudo o que existe, e vivi como uma criança que se expandia para além do físico.

Havia um grupo de amigos – velhos, velhos amigos – que não precisavam de palavras para se comunicar e eles sabiam que eu estava chegando. Eles sabiam que tínhamos também viajado juntos em muitas outras vidas, assim eles vieram me receber – os sábios, os magos, como eles são chamados, mágicos no verdadeiro sentido de ir além do físico.

Eles sabiam que eu teria uma vida que seria como um exemplo. Agora isto não foi escrito antes do tempo. Na verdade, a maior parte da minha vida, como a sua, esteve aberta à improvisação. É por isto que eu falo de improvisação, frequentemente. Estava aberto à escolha quanto a quando, como e o que eu escolheria. Foi muito interessante.

Nos primeiros anos, eu cresci como os meninos humanos crescem, e eu estava muito feliz por estar em um corpo e muito feliz por estar além do corpo, porque eu sabia compreender, como os seus pequenos – que eles não são apenas o corpo.

Sim, o corpo irá clamar, e eles gritarão quando estiverem com fome, ou se estiverem desconfortáveis ou se precisarem de algo. A criança ainda não aprendeu o som do idioma que é da cultura em que eles nasceram, e assim eles fazem a vocalização que sempre atrai a atenção e eles conseguem serem cuidados. Eu fiz o mesmo.

Vocês têm a história de nossa permanência no Egito por algum tempo e, então, retornamos à Nazaré e o meu pai, José, foi trabalhar na carpintaria, novamente. Eu era muito feliz por ter uma mãe Judia que tinha muitos amigos. Ela era muito extrovertida – e ainda é. Ela tinha muitas amigas com filhos pequenos que também tiveram a orientação de se afastarem por algum tempo, até que fosse seguro retornar, e assim eu tive muitos companheiros e nunca me faltou companhia.

Eu brincava, subia em árvores, pulava na água corrente, nadava... Não tão bem quanto o meu primo João, porque ele era nove meses mais velho do que eu e também com um físico diferente.

Aprendi o ofício de carpinteiro com o meu pai, José. Era um bom ofício, mas eu sabia que não era a minha verdadeira vocação. Quando eu tinha sete anos, fui estudar com a minha amada amiga e mestre, Judith, do grupo dos Essênios, que viveu no Monte Carmelo. Ela foi uma das minhas mestres, mas não a única.

Naquela época, líamos e copiávamos os textos antigos que nos tinham sido deixados, de outros séculos. Então, respeitosamente, eu fazia o mesmo. Eu lia e copiava, e na cópia nos era ensinado a expressar as palavras, como se estivéssemos escrevendo, de modo que a informação fosse bem assimilada, usando todos os sentidos físicos. Aprendíamos também a entrar em sintonia com os Mestres que escreveram os manuscritos.

Agora, é claro, eles lá estavam presentes, porque não há separação. Assim, eles estavam me guiando, bem como aos mestres físicos. Havia momentos em que eu ficava muito interessado no que estava copiando e lendo. Era como: “Oh, realmente?”, o mesmo que vocês sentiriam se estivessem lendo algo que tinha sido escrito há séculos e que tinham sido copiados por estes mestres, de outros mestres, aparentemente, como vocês entendem uma linhagem do tempo, o tempo linear.

Havia coisas interessantes para estudar e, então, havia outras coisas em que eu não estava interessado, como quando vocês vão à escola e têm determinados assuntos que os deixam realmente entusiasmados e alguns outros que vocês estudam apenas porque é preciso.

Eu estava muito interessado em determinados aspectos, um deles sendo a Unidade de toda a vida, e saber, a um nível muito profundo, que toda a vida está conectada pela energia e através da energia. Eu soube disto quando ainda era criança – três a quatro anos de idade – quando me deparei com uma ave que tinha uma visão deficiente e que tinha voado de encontro a um tronco de árvore, em vez de pousar em um galho. Ela caiu e parecia estar morta.

Meu companheiro disse: “Não se preocupe com isto. Ele está morto. Chute-o para a vala e o deixe lá.” Mas eu senti que ainda havia vida. Há sempre vida. Então, eu peguei o pássaro e o segurei em minha mão e pude sentir, ainda que a aparência fosse de liberação do corpo, que este poderia ser chamado de volta, como ocorreu mais tarde, quando houve um chamado de Lázaro para sair do túmulo.

A vida na forma está sempre aí, se houver vontade e a conexão da Unidade. Eu segurei o pássaro em minha mão, e após alguns instantes houve um pouco de agitação. O pássaro olhou para mim, e eu até diria que ele sorriu e voou. Meus amigos ficaram um pouco surpresos, mas eles disseram: ”Oh, bem, ele caiu e o calor de sua mão o trouxe de volta à vida.” A crença varia. Mas ele voltou e eu acho que ele sorriu.

Meus amigos não viram o sorriso e eles realmente não se importaram, porque estávamos no meio de um jogo de bola. Gostaria de saber de onde o jogo se originou. Talvez houvesse um tempo atrás na linhagem em que, como mestres criadores que somos, pensávamos em pegar um sol e lançá-lo em algum lugar e trazê-lo para um novo sistema planetário.

Assim, enquanto jovem, tive muitos amigos, alguns dos quais estavam interessados nas mesmas coisas que eu. Outros, não estavam. Mas, depois eu fui para a comunidade dos Essênios, aqueles que estavam mais sintonizados com a expansão – eu o chamarei de compreensão expandida da vida e da energia.

Eles foram aqueles com quem eu cresci, dos sete aos doze anos, estudando com os Essênios os manuscritos antigos, a energia da natureza, estando na natureza, sentado próximo à água corrente e a percebendo como energia líquida e sentindo o ímpeto desta energia, observando as plantas que cresciam ao longo do córrego, e assistindo aqueles que estavam na água, como eles se curvavam quando havia uma onda que surgia como em sua estação da primavera.

Haveria um grande movimento da água e nós observávamos os juncos, enquanto eles se dobravam e não quebravam. Havia uma percepção nisto de que se vocês defendem o seu terreno e dizem: “É assim que tem que ser”, e vocês recebem as suas críticas, dizendo: “Bem, eu sou muito forte, e é nisto que eu acredito, e você não irá me atingir mais.” Tudo bem, este é um caminho a percorrer.

Mas se vocês forem como o junco que pode se curvar com a água, vocês não recebem os golpes. Eu aprendi isto. Eu recebi alguns golpes e compreendia as ofensas. Além disto, quando pequeno, aos dois anos de idade, lembro-me de correr e de cair. Hoje vocês têm as estradas asfaltadas.

Tínhamos apenas a estrada natural, e, às vezes, havia pedras e poderíamos cair, e eu caía e arranhava o meu joelho. Não era muito agradável. Eu corria para a minha mãe e gritava: “Machuquei o meu joelho.” E como uma boa mãe judia, ela sabia como tratá-lo. Ela colocaria uma pomada sobre ele, mas não era a pomada que ajudava na cura. Era o que ela fazia com a energia da mão no joelho e o conhecimento de que ele iria se curar.

É de onde vem a sua cura. Qualquer tipo de cura vem da crença e do conhecimento de que a cura pode acontecer. Isto está acontecendo, está muito no processo. Mesmo quando há evidência de ser de outra forma, está muito no processo, porque há uma forte crença arraigada no tempo, do ensino de gerações, uma crença no tempo e uma crença no processo.

Agora, na verdade, não tem que haver o processo. Isto pode ser instantâneo. É por isto que vocês podem ter a cura instantânea que está escrita em suas Escrituras. Mas há uma grande crença arraigada no tempo e no processo do tempo, a partir do que é chamado de início, até o meio e à conclusão, que tem que haver um processo para tudo.

Isto está bem, mas também pode ser acelerado. Vocês podem fazer o que chamam de avanço rápido. Vocês fazem o avanço rápido quando olham para o futuro e dizem: “Eu posso me ver forte e saudável. Posso me ver vivendo, funcionando com facilidade.” Com qualquer tipo de “desafio” físico, vocês podem se colocar à frente de um tempo em que vocês conhecem a cura, quando se vêem estando íntegros e sendo capazes de fazer tudo o que querem fazer, sem nenhum problema com o corpo.

O problema não está lá no futuro. Desapareceu. E vocês podem ter a cura agora. Se vocês já se perguntaram sobre a cura, ou se qualquer um dos seus amigos vem e lhes pergunta sobre a cura, façam com que ele se veja talvez daqui a um ano ou dois, qualquer período do tempo que ele escolher, e se veja íntegro, sabendo que ele “evoluirá para isto”, isto que será a sua realidade.

Talvez eles não o sintam no momento presente, mas, digamos, três meses, seis meses, qualquer tempo que escolherem, apenas se coloquem à frente deste tempo e se vejam íntegros.

Aos doze anos... vocês têm a história em suas Escrituras onde fizemos uma caravana, com a minha mãe e o meu pai, José, alguns vizinhos e amigos. Fomos ao templo em Jerusalém, porque eu estava ficando mais velho. Tinha doze anos, tornando-me um homem. Assim, eu fui e fiz o que vocês chamam agora de bar mitvah e me tornei um homem.

Então, eu tive dúvidas. Bem, quero dizer, afinal de contas aqui eu era um homem. Deveria conhecer todas as respostas, assim eu senti que deveria descobrir daqueles que “tinham conhecimento” de tudo, incluindo todas as respostas. Assim, eu tive dúvidas, perguntei e obtive as respostas. Mas as respostas nem sempre foram o que eu conhecia como verdadeiras. Sabia que havia algo mais.

Mas aqueles que tinham autoridade diziam: “Não, é assim que é. É isto que me foi ensinado. É assim que é. Você acha que é um homem, mas você ainda irá se tornar um homem.” Assim, eu recebia as suas respostas e discutia com eles, tanto quanto eles iriam discutir. Eles realmente não estavam muito interessados em saber mais do que eles já sabiam, mas tivemos boas discussões.

Vocês têm a história de como a minha mãe e o meu pai me procuraram por todos os lugares, na caravana, enquanto eles se dirigiam para casa. Eu estava ainda em discussões. Eles retornaram e eu lhes disse:”Vocês não sabiam que eu tenho que estar na casa do meu Pai?” Em outras palavras:”Eu tenho que descobrir tudo o que eu posso daqueles que supostamente conhecem. Tenho que estar aqui. Agora que sou um homem, tenho que conhecer as respostas.”

E eles disseram: ”Está bem, mas nos diga primeiro se você permanecer por mais tempo.”, como a maior parte dos pais diria. Vejam, em alguns aspectos, foi uma educação muito normal, e eu era muito, muito feliz por ter Maria como a minha mãe, uma grande Judia. Ela conhecia todas as leis da cultura Judaica, e ela também conhecia a metafísica, como o meu pai, José.

Então, chegou o momento em que eu iria estudar fora. Eu tinha estudado com a comunidade dos Essênios, no Monte Carmelo e eu tinha visitado com os Mestres de Qumran e lera lá os manuscritos. Eu tinha lido e copiado, eu tinha falado, tinha lido em voz alta os antigos manuscritos, e tinha questionado os sacerdotes no templo, mas queria saber mais. Assim, parti em uma caravana com os camelos, para viajar e estudar com os mestres em outras terras.

Foi uma época muito emocionante para mim. Foi um período assustador, porque agora eu era um homem. Agora era o momento de sair por conta própria. O lar parecia realmente, realmente bom para mim, e eu não tinha certeza, mas ficou combinado que eu partiria e assim eu fiz. Tive mais perguntas e obtive mais respostas.

Conheci curadores e mestres maravilhosos e aqueles que tinham passado pelo mesmo processo de questionar e buscar e finalmente encontrar a sua verdade, e eles compartilharam comigo a sua verdade.

Agora, vocês têm o resto da história escrita em suas Escrituras Sagradas sobre como eu reuni os doze discípulos, exceto que havia mais de doze, e não eram todos do sexo masculino. Em nossa próxima mensagem nós iremos abordar esta parte da minha vida.

Continua no próximo mês...


Por favor, respeite todos os créditos ao  compartilhar.
stelalecocq.blogspot.com/2014/04/o-yeshua-humano-os-primeiros-anos.html
Jeshua ben Joseph (Jesus), expressando-se através de Judith Coates.
http://oakbridge.org
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

LUZ!
STELA

ESPELHOS....


ESPELHOS...
Por Tom Sousa



“Tom, deixa eu te contar o que tá acontecendo. Preciso te dizer o que tão fazendo comigo e depois você me diz como devo agir de acordo com a Lei da Atração...”

Não, não, não e não!
O que você vai contar pra mim devia ter começado com o texto escrito de uma outra forma:

“Tom, deixa eu te contar o que eu ando fazendo comigo...” eis o modo correto de explanarmos qualquer coisa que nos satisfaça ou não em termos de nossa realidade momentânea.

Não tem nada que te coloque pra baixo ou pra cima...
Não há ninguém que te quebre ou afague teu coração...
Não há nada que te desaponte ou te encha de satisfação...
Não há ninguém que te ofenda ou te elogie...

Não há palavras que te magoem, não há nada que te coloque em pedestais de adoração...

Não há nada nem ninguém capaz de fazer qualquer dessas coisas com você (e milhares de outras) a não ser você mesmo.

Imagine-se Agora numa sala com as paredes, teto e chão completamente cobertos com espelhos.

Não importa a direção ou lado pra onde você olhe.
Você sempre se vê.

Às vezes de cima, outras de baixo.
Algumas vezes de frente, outras de lado.
E se você se virar e olhar pra trás também se verá.

A Lei de Atração te põe nesta sala de espelhos.
É apenas você ali e mais infinitos você refletidos.

“Mas, Tom... apenas um eu é real. O resto são imagens... o resto é virtual.”

Um é real, é verdade!
Você de carne, osso e espírito é real.

Porém, se você desamassar o rosto e esboçar um largo sorriso, todas as infinitas imagens pelos espelhos vão sorrir pra você, não importa pro lado que olhar. Pra onde olhar vai ver um sorriso.

Você é o emissor de tudo o que os espelhos, sua realidade, reflete. Não culpe a nada nem a ninguém. Não busque justificativas. É absolutamente impossível que as imagens não reflitam você, exatamente você, nada além de você!

“Mas, Tom, fui demitido...”
“Mas, Tom, fui colocada de escanteio...”

É impossível que os espelhos de tua realidade mostrem algo mais além de você. Você está completamente sozinho no ato de gerar o que se apresenta diante de seus olhos e nariz.

Se você abrir um gesto de abraço, o que verá são infinitas realidades te abrindo infinitos abraços.

Se você levantar os braços oferecendo um buquê de flores em sua “sala de espelhos”, terá infinitos buquês lhe sendo oferecidos imediatamente e de todos os lados pra onde se virar.

Desculpe se você pensou que pudesse ser diferente, se achou que poderia justificar isso ou aquilo... pois poderia ter mais alguém na sua sala interferindo em seus reflexos de realidades.

Há só você ali...

Só você como origem, como razão, como Fonte, como motivo de tudo.

Escancare um sorriso, abra um abraço, ofereça flores e veja o que acontece ao seu redor!

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar.
http://stelalecocq.blogspot.com/2014/04/espelhos.html
Texto publicado no Facebook por Tom Sousa

LUZ!
STELA

quinta-feira, 3 de abril de 2014

SABEDORIA DOS ANJOS - PREPARADO


SABEDORIA DOS ANJOS 
PREPARADO
com Sharon Taphorn
3 de Abril de 2014


Você está preparado

E você tem alguns objetivos importantes para alcançar na vida e agora é o momento de definir a sua opinião sobre o que você deseja. Envie as suas intenções ao Universo, de uma forma grandiosa, tenha grandes objetivos e mantenha o seu foco. Você tem os recursos que precisa e tem os talentos e as habilidades e pode fazê-lo. Se não tivesse a melhor chance de ser bem sucedido, você não teria sido escolhido para esta missão humana. Você é parte de um propósito maior, maior do que lhe seja possível imaginar.

Há algumas novidades maravilhosas em seu caminho e é o momento para você se preparar para avançar para algo mais desafiador para si mesmo e o seu crescimento. Com um pouco de autodisciplina e força de vontade, você receberá o reconhecimento ou as recompensas que busca.

Talvez você precise apenas se apaixonar novamente pela vida ou levar os seus relacionamentos a um novo nível de amor. Seja o que for que esteja acontecendo ao seu redor agora, é o momento perfeito para você se cuidar, arrojar-se e ver que a vida é mágica e você é o co-criador desta magia em sua vida.


Afirmação: “Estou preparado, disposto e focado em manifestar as minhas intenções, objetivos e desejos na realidade. É o momento e estou pronto.”

E assim é.

Você é ternamente amado e apoiado, sempre.

Os Anjos e Guias

Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar.
http://stelalecocq.blogspot.com.br/2014/04/sabedoria-dos-anjos-preparado.html
Thank you, Mahalo, Merci, Gracias, Vielen Dank, Grazie, Спасибо, Obrigado, 谢谢, Dank, 謝謝, Chokran,Děkuji,Kiitos
Direitos Autorais ©2012 por Sharon Taphorn
Todos os direitos reservados.
www.playingwiththeuniverse.com
Permita que haja a paz em seu coração
Ame incondicionalmente
♥♥♥
Tradução: Regina Drumond - reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

LUZ!
STELA

CHRISTINE DAY - NEWSLETTER ABRIL 2014


NEWSLETTER ABRIL 2014
CHRISTINE DAY


Bem, eu estou escrevendo isso a partir do muito quente e ensolarado Brasil, uma mudança dramática do frio gélido de Grand Marais. Tem sido um desafio estar em temperaturas de pelo menos 100 graus mais quente do que o que eu experimentava. Eu tinha uma certa resistência inicial de vir ao Brasil mais uma vez, no entanto, mesmo com o calor que eu sinto, é correto estar aqui , cumprindo o meu papel neste trabalho sagrado. Não há realmente nenhum outro lugar para eu estar neste momento.

Mesmo daqui eu tenho muita empolgação sobre a nossa vinda e as Séries Galácticas. Sinto-me em um forte alinhamento com o Portal de comunicação que foi ativado em Grand Marais, e eu posso sentir a verdadeira força da luz e beleza que ele carrega e que está emanando para mim. A minha ligação com este Portal transformou-me em tantos níveis dimensionais, e eu mantenho essa tremenda gratidão por sua presença na minha vida.

Eu sei que há muitos níveis diferentes de desafios que ocorrem em todas as nossas vidas agora. Há uma enorme chamada para todos nós dos Pleiadianos, dizendo que nós precisamos confiar e lembrando-nos de que "tudo está na mão".

É como se houvesse um véu sobre nós, e nós não podemos ver, e não podemos saber nada neste momento. Não há clareza! Nada parece estar movendo-se na direção que se poderia pensar que vai, e não há absolutamente nada que você pode depender, exceto, é claro , de que o sol nascerá amanhã!

Precisamos aceitar que estamos no meio da mudança e de "esperar o inesperado", enquanto isso continuamos a nos alinhar ao nosso centro cardíaco, respirar e "deixar ir". Foi-nos dito repetidamente, confiar e deixar ir! 

Este é o momento para cada um de nós estar apenas 'no momento', dando um passo de cada vez, sem tentar projetar o que vai acontecer, como isso vai acontecer , basta estar disposto a Ser.

Precisamos descansar no "não saber" e estarmos dispostos a nos abrir para a alegria e a paz que existe em você alinhar-se ao seu coração a cada momento. Temos que escolher a cada momento: o drama do ego ou a quietude de você se conectar através do seu coração.

Enviando Amor e Bênçãos,

Christine

***********

Mensagem dos Pleiadianos

Amados nós os saudamos,

Preste atenção no nascer do sol, sabendo que ele vai subir a cada manhã não importa o que está acontecendo em sua vida.

O brilho do sol traz a energia da ressurreição que está nascendo em seu planeta através da nova ancoragem dimensional. Esta energia de ressurreição ativa-se através das suas células, tornando possível que você possa ser movido para dentro de suas religações com o Self Sagrado.

Há muito para você se abrir neste momento poderoso em seu plano terrestre. A ancoragem dimensional está se acelerando e isto está criando uma forte mudança magnética, mais uma vez dentro do ponto de rotação da Terra.

Esta poderosa mudança magnética que está ocorrendo, está ampliando o drama da 3 ª Dimensão e também a criação de um parto acelerado de energia dimensional das 4a. e 5a.D. Isto está criando a experiência da queda de tudo que é familiarizado. É como se você não pudesse navegar facilmente dentro do plano terrestre neste momento com estas energias extremas prendendo você no desconhecido, num lugar nada familiar.

Há uma solução simples para lidar com este momento muito difícil. 
Basta sustentar o seu centro cardíaco e 'deixar ir'. 

É a hora de você se mudar para uma evolução dentro do seu próprio espaço do coração, para escolher uma nova forma do coração sagrado, e apenas Ser.

Não há absolutamente nada mais a ser feito neste momento, apenas estar comprometido através de seu próprio coração dentro do momento, e lembre-se o sol vai nascer todas as manhãs!

Ignorar a mente do ego que quer fazer algo acontecer, para forçar um resultado, querendo saber, querendo entender ... A mente do ego lamuria como uma criança pequena.

Saibam que esta magnificação de energia vai continuar a ser edificada com intensidade nos próximos meses, por isso é essencial que você faça essas religações através do seu coração sagrado e restabeleça suas conexões sagradas agora, a fim de ser capaz de ficar centrado durante este tempo.

Ao você alinhar seu coração sagrado você será capaz de utilizar um Despertar que terá lugar, chamado de "a grande mudança". Esta grande mudança é uma série de elevação de Véus em seu planeta, esses Véus levantados revelam a verdade para aqueles de vocês que estão conscientemente alinhados ao coração.

Por trás desses Véus estão as energias de 'despertar do sonho', como uma cortina em um palco, a verdade é revelada , e você começa a lembrar-se.

Você tem vivido este "sonho" por vidas.
Agora é a sua vez de lembrar-se.

Bênçãos

Os Pleiadianos

***********

Séries Galácticas

À Christine Day foi dada informação específica do passo-a-passo, canalizada das Plêiades, sobre como construir uma série de portais dimensionais.

Através de uma seqüência de iniciações enérgicas ela está se movendo para capacitá-la a criar esses portais. Este próximo passo é projetado para trazê-la em uma pura comunicação direta e alinhada com as energias galácticas.

Os Portais são projetados para trazer conexões dimensionais com 6a/7a /8a Dimensões o que permite uma comunhão de alta freqüência ampliada com as energias galácticas. Isso não foi possível acessar antes deste tempo.

Nota da tradutora: Para comprar as Séries em português, escrever para vilmacapuano@yahoo.com.br

************

Transmissões Pleiadianas (Broadcasts) para 2014

A de 23 de fevereiro está disponível no site!

Começamos um novo ano com algumas ferramentas muito importantes dadas a nós pelos Pleiadianos em suporte de cada um de nós para auto competências, durante este tempo de renascimento surpreendente em nosso planeta.

Esta Transmissão detém transmissões poderosas, os Pleiadianos trazem novas ferramentas para apoiar as nossas religações, permitindo-lhe através da Escolha Consciente trabalhar dentro dos elementos fortes que estarão vindo para o planeta ao longo dos próximos três meses, até a próxima transmissão em maio.

Essas ondas energéticas expandidas da luz, que começaram em 29 de dezembro vai continuar a expandir dimensionalmente até 16 de junho deste ano.

Disseram-me que haverá uma "grande mudança" da consciência, possível para todos aqueles que estão prontos para seguir em frente em seu Despertar. Este será um grande acontecimento para todos nós que estamos prontos. Os Pleiadianos estarão oferecendo através das transmissões dentro das transmissões, as frequências que irão preparar suas células e consciência para esta "grande mudança". Este é o termo que eles estão usando para este tempo, então prepare-se para todos os nossos próximos passos!

Os Pleiadianos deram os meses que haverá transmissões este ano. Isto é baseado em quando as mais poderosas energias transformadoras estarão vindo para o planeta .

As transmissões para este ano de 2014 serão no último domingo de maio, junho, julho, setembro , novembro e dezembro.

Esperamos que você fique conosco ao fazemos o nosso caminho através deste tempo de transformação, nessas transmissões para este ano.


Por favor, respeite todos os créditos ao compartilhar.
http://stelalecocq.blogspot.com.br/2014/04/christine-day-newsletter-abril-2014.html
Para assistir www.christinedayonline.com e clique em Transmissões Pleiadianas (Broadcasts)
Enviar todos os comentários e consultas a nossa atenção em: Christine@christinedayonline.com
Copyright © 2014 Christinedayonline , Todos os direitos reservados.
Tradução para o português: vilmacapuano@yahoo.com.br
Nosso endereço para correspondência é:
Christinedayonline
PMB 144
2136 Ford Parkway
St. Paul , MN 55116
Grata Vilma!

LUZ!
STELA